Crítica – O Lobo de Wall Street

Filme O Lobo de Wall Street - NetflixOlá pessoas. Hoje temos uma crítica do filme “O Lobo de Wall Street” feita pelo convidado Gilson Máximo. É a visão dele sobre o filme, com suas impressões e afins. Mas vamos deixar a sinopse do filme antes da crítica em si.

“Durante seis meses, Jordan Belfort (Leonardo DiCaprio) trabalhou duro em uma corretora de Wall Street, seguindo os ensinamentos de seu mentor Mark Hanna (Matthew McConaughey). Quando finalmente consegue ser contratado como corretor da firma, acontece o Black Monday, que faz com que as bolsas de vários países caiam repentinamente. Sem emprego e bastante ambicioso, ele acaba trabalhando para uma empresa de fundo de quintal que lida com papéis de baixo valor, que não estão na bolsa de valores. É lá que Belfort tem a ideia de montar uma empresa focada neste tipo de negócio, cujas vendas são de valores mais baixos mas, em compensação, o retorno para o corretor é bem mais vantajoso. Ao lado de Donnie (Jonah Hill) e outros amigos dos velhos tempos, ele cria a Stratton Oakmont, uma empresa que faz com que todos enriqueçam rapidamente e, também, levem uma vida dedicada ao prazer.”

Crítica por Gilson Maximo.

Sobre o filme eu poderia dizer varias coisas como, por exemplo: erótico, que faz apologia a vários tipos de drogas, muita prostituição e, a parte que mais gosto, loucura e capitalismo. Uma dose contagiante de loucura e capitalismo.

Recomendo este filme plenamente para aquele tipo de cara que sonha em querer mais de si mesmo e da vida, não exatamente por todos os fatos que pontuei anteriormente, mas sim pelos dois últimos, “a boa e doce loucura e o bom e velho e sempre útil capitalismo”, o fato que transforma grandes nações no que elas realmente são.

E, claro, transforma grandes empresários no que são. O poder transforma, inspira, constrói e aí por diante.

Este filme traz um enredo de comédia com uma pequena pitada de ironia, satirizando a ganância. Contudo, também inspira, pois traz muito da visão do “mundo financeiro” da qual não conhecemos muito. E traz a ideia de que “negócios são somente negócios”.

O filme recebeu cinco indicações, e se tornou um dos favoritos para a premiação. A parceria entre Leonardo DiCaprio e Martin Scorsese rendeu muitos elogios. No quinto trabalho juntos em mais um longa que rendeu indicações de Melhor Diretor, Melhor Ator, Melhor Roteiro Adaptado para Terence Winter, Melhor Ator Coadjuvante para Jonah Hill e ainda na principal categoria da premiação de Melhor Filme.

Infelizmente o longa não abocanhou nenhuma estatueta, mas mesmo assim o filme é fantástico. Recomendo plenamente que seja visto, mas lembrem-se de tirar as crianças da sala.

Apenas mais uma coisa: Você se considera um bom vendedor? “Então me venda uma caneta!”.

Comentem sobre o que vocês acharam do filme e/ou da crítica. Sigam nossas redes sociais e assinem nosso site para ficar por dentro de tudo que acontece aqui. Até a próxima.

Fiquem agora com o Trailer do filme.

Crítica do Filme O Lobo de Wall Street

Resenha crítica do filme O Lobo de Wall Street - Capa

Related posts

Crítica: O Matador (Netflix)

Crítica: O Matador (Netflix)


Crítica: O Matador (Netflix)

  Bem-vindos amigos do Mundo das Resenhas!! Hoje iremos falar sobre o melhor filme de Bang-Bang que você vai ver aqui nas terras Tupiniquins! Isso mesmo, um filme brasileiro de Bang-Bang.   A primeira vez que vi um filme brasileiro de “bang-bang” foi no canal cultura numa tarde de domingo. Eu...

Crítica – Creed: Nascido Para Lutar

Crítica - Creed: Nascido Para Lutar


Crítica - Creed: Nascido Para Lutar

Olá amiguinhos. Entrem no Youtube, pesquisem Gonna Fly e escutem esse hino enquanto fazem a leitura de mais uma crítica aqui no Mundo das Resenhas. Hoje vamos falar sobre um filme que veio como uma surpresa para os amantes de boxe e Sylvester Stallone. Creed: Nascido para Lutar. Vou colocar a...

Crítica: A Morte te dá Parabéns

Crítica: A Morte te dá Parabéns


Crítica: A Morte te dá Parabéns

"A morte te dá parabéns" conta a história de Tree, uma jovem universitária que vive a vida sendo egoísta, arrogante e maltratando as pessoas a sua volta, inclusive o pai que ela ignora até metade do filme. Além do gênio difícil, a protagonista vive o famoso clichê, que atualmente deixou de...