Título e Capa 5
Escrita / Enredo 5
Originalidade 4
Personagens 4
Final 3

O livro de ficção que Quase Ninguém conhece   Quando li esse livro estava numa dúvida cruel. Não era se devia ou não comprar o livro. A dúvida que me atormentava era se existiam livros contemporâneos da literatura brasileira, que cá entre nós, não aguentava ver sempre os mesmos livros internacionais com as mesmas histórias. ..

Summary 4.2 great
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 bad

Resenha – O Alma A Face de Outro Mundo

O livro de ficção que Quase Ninguém conhece

O Alma, livro de sucesso agora pela Editora Madras

 

Quando li esse livro estava numa dúvida cruel. Não era se devia ou não comprar o livro. A dúvida que me atormentava era se existiam livros contemporâneos da literatura brasileira, que cá entre nós, não aguentava ver sempre os mesmos livros internacionais com as mesmas histórias.

A minha busca começou pelas livrarias da cidade. Fiquei triste em ver apenas livros de filosofia, autobiografias, espiritismo e tantos outros livros que não me interessavam. Mas até que então surge os olhos brilhantes do ser azulado da capa. E comprei o livro que me conquistou ainda mais depois de ler a sinopse, que segue em seguida para vocês também conferirem:

  “Jefferson é um jovem franzino de 21 anos. Não conheceu a mãe o suficiente e viu o pai uma única vez. Esse encontro ficou marcado pelo inexplicável rapto de seu pai, que sabia demais sobre coisas e causas secretas. O jovem, deficiente de uma perna, é escritor e professor, casado com Manuela, uma linda russa. Aos sábados, Jefferson se refugia no rio de águas cristalinas que fica entre as montanhas da cidade. Um dia, durante a pesca, surge do céu uma inesperada visita: um ser extraordinário que muda sua vida por completo. Aquele ser, aquela inusitada figura, precisa de um corpo humano, de uma Alma para sobreviver na Terra, e Jefferson é a pessoa ideal para seus propósitos. A união do ser sobrenatural com o ser humano resulta em “O ALMA”. Assolada pela criminalidade, a cidade de Curruta ganha um aliado poderoso, impiedoso e imbatível. Tão logo surgem outros seres que vieram do desconhecido, e que, assim como o primeiro, precisam de uma alma para sobreviver em nosso mundo. Porém, esses seres chegam à Terra com propósitos bem opostos aos da figura negra de brilhantes olhos azuis: querem acabar com a raça humana, pois acreditam que foram os homens os responsáveis pela destruição de seu mundo. Se O ALMA se opuser, também será destruído. Leia como se assistisse a um filme. Muita ação e suspense, lutas entre homens, batalhas entre seres fantásticos, lindas histórias de amor, amores imperfeitos. O Cotidiano, Segredos, Loucura e Paixão preenchem as páginas deste livro.”

Faz anos que comprei esse exemplar, mas li várias vezes. Com uma leitura simples e amigável o escritor nos joga num mundo dominado por corrupção, criminalidade e descaso com tantas coisas e é claro que me refiro ao Brasil. Só a cidade que é inventada.

O protagonista da história é um rapaz professor e escritor. Dá suas aulas e se esforça para vender suas obras no tempo que resta. Coitado, sei muito bem o que é ser professor e ainda não ter sucesso como escritor (Quando li o livro pela primeira vez  eu não era professor)… Mas o que tem de especial o livro?

O livro foi escrito por um exímio escritor, e claro, formado em letras e pós-graduado em  estudos literários. Isso prova que sim, há cursos para quem ama literatura aqui no “huehuehue br”. Mas o mais legal é que esse livro não é o primeiro do autor, há outros que foi escrito, mas não trouxe uma desenvoltura tão enorme quanto a esse que é o carro chefe de suas obras.

Quando estava lendo a obra, tive a sensação de estar num filme repleto de ação. Sem dizer que nesse livro os desenvolvidos são os homens da terra que tentar dominar um planeta inteiro, o que causou revolta aos seres que vieram para os confins da terra. Somos espancados pelas histórias trágicas que se entrelaçam sem dó nem piedade. Somos jogados num mar de curiosidade e espanto. Somos enviados para o mundo que José Oliveira criou com todo carinho e dedicação. Não me arrependo de nada em ler esse livro, a não ser pelas finalizações em aberto.

Há algumas partes em que deixa um espaço muito grande e nos faz pensar: tá! O que vai acontecer? O monstro vai sobreviver? E não falo dos “ets” que surgem para atormentar os humanos que mal sabem o que fizeram, mas falo do que foi criado pelos homens. Ainda hoje sinto o cheiro fétido do ser, mesmo que em minha imaginação. Sim, há muitas coisas loucas no livro. Somos bombardeados como dito acima.

Esse livro tem para todos os gostos. Há o policial que tenta fazer justiça com a própria mão — tipo o prefeito da cidade do jogo de luta de rua do vídeo game mais conhecido dos anos 90 — e há histórias de amor para os mais afáveis. Sem dizer a cidade, ainda vejo a bagunça e a multidão enraivecida pelos perigos e crimes do chefão do crime. E onde há chefão do crime há o herói para vencer, então entra o justiceiro sem capa, sem rosto, sem dor, sem nada, apenas a justiça no coração.

Como dito, o que não gostei foram das partes inacabadas do livro, ele começa falando a história e depois não continua nos capítulos. Isso me deixou com raiva. Mas estou torcendo para ter uma continuação. Tem que ter.

Não sei o que mais dizer do livro que abriu o mundo para minhas escolhas brasileiras literárias. Posso dizer que esse livro deve representar o Brasil muito bem, assim como muitos outros bons livros que são recheados de aventuras. Só que esse é especial porque tem ficção, frases de efeitos, heróis, ação igual a filmes de ação, romance dos sem melação mas comoventes, teorias de mundos paralelos, vilões dignos de filmes próprios e a realidade de um país dominado por sugadores. (Como dito na sinopse, deve ser lido como se fosse um filme).

O livro é o oposto de todas as coisas misturadas entre si, é a face do bem e do mal junto, e acima de tudo, indispensável como leitura.

Segue abaixo o booktrailer para você sentir o filme, digo, livro. Ah! lembrando que o livro encontra disponíveis nas livrarias e também pode sem adquirida no site da própria Editora Madras.

 

Related posts

Resenha: Coração de Tinta – Cornelia Funke

Resenha: Coração de Tinta - Cornelia Funke


Resenha: Coração de Tinta - Cornelia Funke

Senhoras e senhores, peguem suas xícaras de chá, acomodem-se em suas poltronas, ou em qualquer lugar confortável, e deleitem-se com mais um resenha. Hoje, vamos conhecer um pouco sobre um mundo que existe ao mesmo tempo que não existe. Um mundo de fábulas, onde pessoas brincam, dançam e...

Resenha: A Rainha de Tearling – Erika Johansen

Resenha: A Rainha de Tearling - Erika Johansen


Resenha: A Rainha de Tearling - Erika Johansen

A Rainha de Tearling, chegou ao Brasil com toda a sua majestade em janeiro de 2017, publicado sob o selo Suma de Letras, da Editora Companhia das Letras. A obra, primeiro livro de uma trilogia, é o romance de estreia da autora Erika Johansen e terá em breve, sua adaptação exibida nas telas do...

Sociedade J.M Barrie – Barbara J. Zitwer

Sociedade J.M Barrie - Barbara J. Zitwer


Sociedade J.M Barrie - Barbara J. Zitwer

Se há uma coisa que eu gosto muito é um bom livro, ou um bom romance. Sim, aqueles livros que se aprofundam em cada personagem, nos fazendo, assim, pensar como eles, ou pelo menos entender suas motivações e ações. Outra coisa que um romance não deixa de lado é uma enrolação no enredo. Afinal, se...