Título e Capa 5
Escrita / Enredo 4
Originalidade 3
Personagens 5
Final 5

(CONFIRA A RESENHA DA AUTOBIOGRAFIA DE MARTIN LUTHER KING CLICANDO AQUI) *** Ao terminar de ler a autobiografia de Martin Luther King, senti uma sede imensurável. A sede de conhecimento não só de saber mais sobre o magnífico líder norte-americano; mas também de saber tudo que eu pudesse sobre Mahatma Gandhi, o famoso líder indiano ..

Summary 4.4 Incrível
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 Ruim

Gandhi: Santo, político ou louco?

(CONFIRA A RESENHA DA AUTOBIOGRAFIA DE MARTIN LUTHER KING CLICANDO AQUI)

***

Ao terminar de ler a autobiografia de Martin Luther King, senti uma sede imensurável. A sede de conhecimento não só de saber mais sobre o magnífico líder norte-americano; mas também de saber tudo que eu pudesse sobre Mahatma Gandhi, o famoso líder indiano que lutou por mais de 30 anos contra o sistema social preconceituoso imposto por seu próprio país. Assim como lutou contra o colonialismo inglês e enfrentou sem medo de represálias líderes governamentais poderosos, como Winston Churchill.

Ao ler a biografia deste enigmático homem tão venerado por King, fiquei impressionado com sua capacidade de lutar sem erguer a voz e sem empregar violências em momento algum. De onde vinha sua certeza inabalável de que deveria se erguer como líder de seu país? Muitos o veneram, muitos o criticam e muitos não conseguem entender de onde ele tirava forças para empregar certezas tão absolutas.

Santo, político ou louco? Como definir o homem franzino que acreditava em Deus, mas não apoiava os dogmas religiosas de sua cultura? Como definir o homem que colocava sua própria vida em risco em prol de um bem maior? Como definir o homem que não só enfrentou Winston Churchill, como ousou escrever uma carta para Hitler implorando paz?

Quando nos colocamos como meta conhecer mais sobre alguma figura histórica através da leitura de biografias, já devemos ter a consciência que muitas ideias pré-concebidas podem vir abaixo. Apesar de ser considerado um santo para a maioria dos indianos, Mahatma Gandhi foi em vida, humano… Acertou tanto quanto errou. Tinha uma relação conturbada com a família e tentou de todas as maneiras possíveis, impor comportamentos machistas sobre sua esposa Kasturba, uma mulher de temperamento forte que não só não aceitou as imposições do marido, como o enfrentou, o apoiou e sempre esteve ao seu lado, apesar dos apesares. O acusar de machista e agressivo, pode ser uma atitude um tanto exagerada. Tais comportamentos não só de fato ocorreram, como foram confirmados pelo próprio Gandhi, que afirma em sua autobiografia que sua esposa foi em vida uma santa, que serviu de exemplo para ele e o fez enxergar que a violência e comportamentos segregacionistas não eram os caminhos ideais a serem seguidos. Tanto ele quanto ela diziam que eram a metade perfeita um do outro. Kasturba foi uma mulher fantástica, que foi essencial na transformação de um homem que viria a se tornar o verdadeiro exemplo de justiça e amor, mesmo não sendo perfeito e sempre negando o rótulo de santo.

É importante sempre nos informarmos antes de fazermos afirmações absurdas. Gandhi foi o responsável não só por convidar as mulheres a participarem de suas lutas, como lutou até o fim para que as mesmas tivessem direitos igualitários. Foi muito criticado por isso, mas nunca desistiu do que acreditava. Foi chamado de muitas coisas… de machista, de pai relapso, de louco, de santo, de político, de desserviço religioso, de empecilho para o progresso. Mas independente do que o chamavam, nunca baixou a cabeça e nunca aceitou o racismo ou qualquer outra discriminação como verdades a serem aceitas.

“Adoro Deus como verdade apenas. Ainda não O encontrei, mas O busco sem descanso… enquanto essa verdade absoluta não for para mim um fato consumado, devo me apegar à verdade relativa tal como a concebi. Essa verdade relativa deve me servir, por enquanto, de farol na noite, de escudo, de fortaleza.”

Gandhi deixou ensinamentos valiosos, pena que muitos se negam a aceitá-los. Ele nunca foi contra o progresso da índia através do capitalismo. Mas sempre foi contra a opressão da maioria sobre a minoria. A quem interessa de verdade o progresso que se apoia na desigualdade social? Se somos todos filhos de Deus, porque alguns devem ser descriminados e outros venerados? Qual o sentido de uma religião que apoia violências de todos os tipos? Como ele mesmo dizia: “Não utilize o nome do Pai para justificar seus preconceitos e suas formas deturpadas de agir e de enxergar o mundo”

O considere como quiser… Santo, político ou louco. Mas entenda que Gandhi foi em vida o homem que sozinho e contra todos, tentou colocar a verdade e o amor no centro da vida humana.

Nota:

Muitos consideram esta biografia simplista demais. Reclamam que muitos fatos relevantes são mal explorados. A Biografia de Christine Jordis, a que resenhei logo acima, de fato apenas dá uma pincelada em alguns assuntos. Mas achei muito boa e bem resumida. Ela me instigou a procurar biografias ainda mais completas e apesar de possuir poucas páginas, é bem estrutura e bem informativa. Indico!

Related posts

Shazam!: Breve história e HQ que inspirará a adaptação cinematográfica.

Shazam!: Breve história e HQ que inspirará a adaptação cinematográfica.


Shazam!: Breve história e HQ que inspirará a adaptação cinematográfica.

******************************NÃO contém spoiler****************************** Em 5 de Abril deste ano estreará “Shazam!”, o mais novo filme do universo da DC Comics nos cinemas distribuído pela Warner Bros. Pictures.  Com direção de David F. Sandberg e com Asher Angel e Zachary Levy no papel...

O Navio Arcano: O que dizer da aclamada fantasia de Robin Hobb?

O Navio Arcano: O que dizer da aclamada fantasia de Robin Hobb?


O Navio Arcano: O que dizer da aclamada fantasia de Robin Hobb?

******************************NÃO contém spoiler****************************** (CONFIRA A RESENHA DA TRILOGIA "A SAGA DO ASSASSINO" CLICANDO AQUI) *** Robin Hobb, pseudônimo de Margaret Astrid Lindholm Ogden é uma das escritoras mais conceituadas da atualidade quando fantasia é o assunto...

Ilíada em quadrinhos: Superou minhas expectativas!!

Ilíada em quadrinhos: Superou minhas expectativas!!


Ilíada em quadrinhos: Superou minhas expectativas!!

******************************NÃO contém spoiler****************************** (CONFIRA A RESENHA DE ILÍADA CLICANDO AQUI) (CONFIRA A RESENHA DE "O ANEL DE NIBELUNGO CLICANDO AQUI) Editora: Marvel (9 de Maio de 2017) Roteiro: Roy Thomas Ilustrador: Miguel Sepulveda Colorização...