A Guerra do Paraguai de Luiz Octavio de Lima

Guerra do Paraguai, livro de Luiz Octavio de Lima

capa do Livro A Guerra do Paraguai

Bem vindos, curiosos e aficionados por guerra! Hoje irei resenhar uma obra que não vimos até agora aqui no Mundo das Resenhas, mas que uma hora iria chegar, ao menos estava na fila de leitura.

Guerra do Paraguai, Contraste de soldados, Livro Guerra do Paraguai

Na esquerda, um soldado brasileiro, na direita, um paraguaio; quem está mais preparado para a guerra?

A Guerra do Paraguai, ou como é conhecida lá no Paraguai, Guerra Grande ou Guerra da tríplice aliança pelos argentinos e uruguaios, foi a maior e mais sangrenta guerra que ocorreu no território latino-americano. O livro referido é nada mais que uma nova forma de enxergar o conflito que envolveu quatro nações em combates sangrentos, desumanos e cheio de ganância, tanto pelo nosso lado quanto pelo lado dos Paraguaios. Muitos militares perderam a vida pelo patriotismo ou por honra e segurança da família. Temos uma obra encharcada de motivos, tanto pelo nosso lado como pelo lado oposto, que deram motivos a guerra. Assim como vemos heróis, vilões e medrosos de todos os lados.

Se você espera um livro com historinhas, melhor não ler, já que o livro é totalmente histórico e nos remete às lembranças esquecidas por nós brasileiros e paraguaios, que foram as nações mais afetadas pelo desenrolar da guerra que deu início em 1864 e parou somente em 1870. Sim, muito tempo de guerra e uma das maiores guerras sustentadas pelo Brasil, que na época era Império, e como todo Império, influenciava na política muitas vezes pela força. O livro também desmente sobre histórias de que quem atiçou a guerra fora a Inglaterra. Isso é nada mais que uma informação errônea, já que o querido Solano López sempre esteve viajando pela Inglaterra e pegou muita coisa emprestada lá, como oficiais para treinar seus exércitos e comandar. Desmente também o fato do Paraguai ser altamente industrial, que na verdade mal tinha como fazer ferro fundido, muito menos condições de construir a primeira ferro-via no sul da América, um exemplo que desmente o “Alto padrão” tecnológico do Paraguai é que o Brasil desde 1830 trouxe a luz elétrica para a capital imperial, foi somente na capital, mas tinha. Fato também desmentido foi que o exército paraguaio era mais preparado e mais equipado, ok… equipado com armas sim… mas ainda assim nossas forças eram superiores e conseguindo manter muito mais tempo em guerra, afinal armas somente não vence uma batalha se seu exército não tiver outros meios para se prepararem. Outro fato e que não desmente é o exército monstro que Solano conseguiu fazer para combater o imbatível Império, que mesmo inferior de números se mostrou mais preparado e inteligente. Resumindo, tudo o que aprendemos na escola, nesse livro, é mostrado o contrário, também concorda com muitas coisas que nos mostraram, como ricos fazendo seus escravos lutarem em nome da família de brancos. Em fim digo: Leiam esse livro e revejam a verdadeira história da Guerra do Paraguai.

Não esqueçam de comentar, compartilhar e curtir nosso material diversificado sobre livros, filmes e séries!

Para fortaleceu seu estudo sobre o conflito, e me refiro a ter a mais atual abordagem sobre o conflito sem influência, separei esse vídeo para assistir:

Related posts

Resenha: Não Há Segunda Chance – Harlan Coben

Resenha: Não Há Segunda Chance - Harlan Coben


Resenha: Não Há Segunda Chance - Harlan Coben

"Não se tratava de nenhum herói que ele ia chamar. Muito pelo contrário, mas, afinal, tudo o que importava era sobreviver. Palavras bonitas e justificativas funcionavam em tempos de paz. Em tempo de guerra, em questões de vida ou morte, a coisa era mais simples: nós ou eles." Que "Harlan Coben"...

Resenha: Mais do Que Isso –  Patrick Ness

Resenha: Mais do Que Isso - Patrick Ness


Resenha: Mais do Que Isso - Patrick Ness

Mais do que isso virou um dos meus livros favoritos Depois do sucesso que foi Sete Minutos depois da Meia-noite, que ganhou até um filme, que atualmente está disponível na netflix, foi lançado agora no Brasil o livro Mais do Que Isso, Ambos escritos por Patrick Ness e lançados pela Editora Novo...

A Reportagem – Bettina Muradás

A Reportagem - Bettina Muradás


A Reportagem - Bettina Muradás

  Sabe quando conhecemos tanto um lugar que poderíamos descrever sobre o lugar com qualquer um? Foi essa sensação que tive ao ler Quincas Berros d’água, na parte em que Jorge Amado descreve sobre a escada do Pelourinho e sua lavagem anual, no momento em que li sobre o lugar que visitei muitas e...