Resenha – A Ascensão dos Nove – Os Legados de Lorien

Resenha por: Wesley Belmonte

Nota: 5


Mais uma resenha da minha série favorita.
Nessa resenha quero falar o que acho de cada personagem.

Numero Quatro: O numero quatro, talvez por ser o principal, é o queridinho de muitas pessoas. (não o meu) Ele é até forte, mas não se compara com a Seis e o Nove. Ele é ingênuo, gosta de fazer tudo o que pensa. Acha que sempre vai ser o salvador, mas não é bem assim.
Para ganhar a guerra, tem ser em grupo, não adianta sair enfrentando tudo e todos pra salvar quem você quer.

Numero Seis: Força é seu sobrenome, e talvez por isso tenha atraído muitos fãs, muitos deles por gostarem da atris do filme (Theresa Palmer),, ela é uma “mãezona” para Marina, talvez por ser forte servir de exemplo, e também, tê-la salvo. Entre todos os membros é a que tem mais responsabilidades, porém, tem um defeito quase idêntico a John, acha que pode resolver tudo sozinha.

Numero Sete: está em fase de mudança, antes vivia isolada no orfanato, sempre tentou mostrar pra sua cêpan que era forte, mas nunca deu certo. Agora em meio a guerra, tenta desenvolver legados, além do de cura, para ajuá-los a vencer. Sempre se espelhando na Seis.

Numero Oito: Consigo definir ele em uma palavra; desconfiado. Todos que leram a prequel dele sabe os motivos. Mesmo quem não leu no decorrer do livro descobre também.
Ele possui, talvez seja o melhor poder de todos, o de transformação. mas também vive atormentado por um futuro que não lhe agrada nem um pouco.

Numero Nove: Como vocês sabem, esse o meu garoto. Adoro ele. Sempre bem humorado, e com muitas brincadeiras, a maioria sem graça, que tiram a paciência do Quatro.
Ele é muito infantil, talvez por também ter crescido isolado, sem conhecer muitas pessoas.
É o membro, até momento, mais forte da garde.

Numero Dez: Sim, é isso mesmo. pra quem leu o poder dos seis já sabe do que eu estou falando.
Ela se acha um peso para os outro membro, pois seu único poder é o de mudar de idade, até o momento, inútil. Mas no decorrer do livro ela aumenta sua auto-estima, por ter surgido um provável novo legado.
Depois de falar de cada membro, faltou a numero cinco, pois é, é o único membro restante a surgir na série .
acho que não preciso dizer mais nada.
Ráááá, pegadinha do malandro!
agora tenho que falar do enredo do livro, não é?!

O enredo se passa na busca do Oitavo membro da garde, mas eles estão divididos, Seis e sete. Quatro e Nove. Enquanto Quatro e Nove ficam brigando o tempo inteiro, percebendo então que John não gosta de brincadeiras ele sempre está provocando ele.  As números Seis e Sete saem em busca  do Numero Oito, ao encontrá-lo, têem outra missão. Com o legado de teletransporte, eles tentam cruzar o mundo, mas algo acontece em uma dessas mudanças.
Além disso, temos momentos de humor, e também, de tão boa que é a narrativa nos sentimos como se estivéssemos juntos com eles em sua viagens.
Entre os três livro, esse foi o melhor em minha opinião.

Related posts

Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown

Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown


Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown

Para quem gosta de um bom romance com muita aventura, perigo e vampiros, A Menina Mais Fria De Coldtown de Holly Black é uma ótima escolha. Com capítulos intercalados entre os acontecimentos atuais e flashbacks que dão sentido a história, o livro narra em terceira pessoa a história de Tana, uma...

Resenha: O Purgatório Mental – Henrique Medeiros

Resenha: O Purgatório Mental - Henrique Medeiros


Resenha: O Purgatório Mental - Henrique Medeiros

"Em minha última manhã eu percebi que sempre fui o nada que temia me tornar." (Thy Light)  "O Purgatório Mental", trata-se de uma obra nacional de romance/fantasia, que chegou ao mercado literário nesse ano de 2017. O autor, Henrique Medeiros, escreveu a história quando tinha apenas 17...

Resenha: Sono – Haruki Murakami

Resenha: Sono - Haruki Murakami


Resenha: Sono - Haruki Murakami

Um livro muito pequeno, considerando suas poucas 120 páginas, mas com certeza de uma leitura intrigante e definitivamente indispensável. Sono do escritor japonês Haruki Murakami traz o relato de uma mulher aparentemente comum, dona de casa, mãe e mulher, mas com um pequeno detalhe de diferença...