Título e Capa 4
Escrita / Enredo 5
Originalidade 5
Personagens 5
Final 4

“A Tempestade”, de “Manuela Titoto”, foi lançado no Brasil, em versão digital, pela editora Novo Conceito, sob o selo Novas Páginas. trecho: “Dizem que, quando face a face com a morte, um filme de nossa vida passa pela cabeça. Comigo isso não aconteceu. Passou um filme, sim, mas não das coisas que fiz, apenas das ..

Summary 4.6 Incrível
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 Ruim

Resenha: A Tempestade – Manuela Titoto

a tempestade manuela titoto“A Tempestade”, de “Manuela Titoto”, foi lançado no Brasil, em versão digital, pela editora Novo Conceito, sob o selo Novas Páginas.

trecho:

“Dizem que, quando face a face com a morte, um filme de nossa vida passa pela cabeça. Comigo isso não aconteceu. Passou um filme, sim, mas não das coisas que fiz, apenas das que deixei de fazer. Não conheci lugares diferentes, nem experimentei novas sensações. Nunca saí com amigas, me apaixonei ou bebi. Sequer passei tempo com a minha mãe. As lembranças para aquele momento não existiam. Minha vida se resumia a um grande nada, essa era a verdade.”

A obra narra a história de Margot, uma adolescente americana que é pega por um serial killer e se vê imersa no maior pesadelo de muitas pessoas: ser trancafiada, ainda viva, dentro de um caixão.
Ela consegue, a muito custo, escapar de seu algoz – um serial killer que já fez diversas vítimas -, porém ele também consegue escapar da polícia. O serial continua à solta, e viver em Boston se torna insustentável. O título de “a única garota que conseguiu escapar do assassino” a persegue em todos os lugares que vai, bem como o medo, afinal, o assassino ainda está a solta.
Então, Margot se muda para o Brasil, a fim de tentar dar um tempo a todo esse turbilhão pelo qual vem passando, mas será que essa mudança a afastará dos fantasmas do passado?
É como já diz a capa do livro…
“Tente escapar duas vezes.”

A narração do livro é feita em primeira pessoa, sob o ponto de vista da nossa personagem principal, Margot. A autora consegue passar de forma satisfatória todas as sensações pelas quais Margot passa: a agonia e o desespero de se ver presa dentro de um caixão; a consciência perturbadora de que foi pega por um serial killer conhecido pela sua extrema maldade; as inseguranças de uma vida nova, em um país novo. Tudo é muito bem colocado.
A cada final de capítulo, é um mistério novo e você se vê querendo ler o próximo para saber o desfecho dessa tão complicada história.
É um thriller recheado de suspense e com suas doses de romance, bem como algumas reflexões:
O que alguém pensa ao encarar a morte? Saber que você esteve tão perto de morrer e escapou?
Será que a forma de encarar a vida muda, após passar por tais experiências?

O final é surpreendente e foge de tudo aquilo que você achou que fosse acontecer.
Uma história para você devorar em pouco tempo, assim como eu fiz.
E sempre é bom lembrar: é uma obra de uma autora nacional e uma excelente dica de leitura que eu deixo para vocês!

Até a próxima, galera!

Related posts

Resenha: Piano Vermelho – Josh Malerman

Resenha: Piano Vermelho - Josh Malerman


Resenha: Piano Vermelho - Josh Malerman

Josh Malerman entrou na minha vida com o pé direito, quando eu li “Caixa de Pássaros”. Ainda posso sentir na pele toda a agonia que aquela leitura me causou (vide minha resenha da obra)... Então, assim que “Piano Vermelho” foi lançado, imediatamente entrou na minha lista de desejos. Desta vez...

Resenha do Livro Filhos e Soldados – Bruce Henderson

Resenha do Livro Filhos e Soldados - Bruce Henderson


Resenha do Livro Filhos e Soldados - Bruce Henderson

Hoje vamos comentar sobre um livro incrível, mas eu disse incrível mesmo. Uma obra que conta a valentia de como seis meninos alemães, e ainda por cima, judeus conseguiram fugir da Alemanha Nazista. Isso mesmo, o Livro Filhos e Soldados contém um registro incrível e maravilhoso de como garotos...

RESENHA – TPM, PARA QUE TE QUERO? – JU FERRAZ

RESENHA - TPM, PARA QUE TE QUERO? - JU FERRAZ


RESENHA - TPM, PARA QUE TE QUERO? - JU FERRAZ

Desde pequenas somos vistas como o sexo frágil, histéricas e incapazes de escrever a nossa própria história. Sim, somos bombardeadas por hormônios em todas as fases da nossa vida e precisamos aprender a lidar com isso. Não é fácil! Temos oscilações de humor e às vezes simplesmente não temos...