Título e Capa 4
Escrita / Enredo 4
Originalidade 4
Personagens 5
Final 5

Um romance Policial de tirar o fôlego. Alta Tensão foi a primeira experiência que tive com os livros do “Harlan Coben“. Fiquei totalmente indignado ao terminar o livro, e não foi por causa do final do livro, foi porque descobri que esse é último volume da série Myron Bolitar (isso mesmo, li o último dos ..

Summary 4.4 great
Título e Capa 4
Escrita / Enredo 5
Originalidade 5
Personagens 5
Final 5
Summary rating from 1 user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 4.8 great

Resenha – Alta Tensão – Harlan Coben

Um romance Policial de tirar o fôlego.

Resenha do Livro Alta Tensão - Série Myron BolitarAlta Tensão foi a primeira experiência que tive com os livros do “Harlan Coben“. Fiquei totalmente indignado ao terminar o livro, e não foi por causa do final do livro, foi porque descobri que esse é último volume da série Myron Bolitar (isso mesmo, li o último dos dez livros da série primeiro). Não tinha pensado antes de começar a ler a série, então peguei o único livro que tinha dele disponível na minha estante. Não que isso interfira em alguma coisa, pois não há spoiler algum dos outros livros da série, mas há alguns fatos que ficam no ar, e só quem leu todos os livros da série consegue captar.

Para que vocês também não passem pelo que eu passei, vou deixar esse link da série Myron Bolitar, já com todos os volumes. Nesse link também irei colocar as resenhas de toda série conforme for lendo. Agora vou falar um pouco do enredo do livro.

Alta tensão foi lançado em 2011 pela editora arqueiro, contém 272 páginas na primeira edição do livro, que foi traduzido fielmente do inglês (live wire).

O enredo do livro é incrível, total e perfeitamente impecável; porém, até a metade do livro, pensei em abandoná-lo, pois a escrita do autor é diferente. Até meados do livro contém pouca ação e, Myron Bolitar faz somente algumas investigações paralelas do caso principal, que acontece praticamente na segunda metade do livro. Depois de passadas mais ou menos 100 páginas, posso definir esse livro como: o que há de melhor em romance policial. Apesar do começo ser um pouco monótono, aos poucos, pude perceber os motivos de Harlan Coben ser conhecido como: O Mestre das Noites em Claro. Alta Tensão“, com certeza, fará você ter noites claro, pois você não conseguirá parar de ler tão fácil no final de cada capítulo.

No início do livro, o autor mostra o dia a dia do protagonista em sua profissão de agente de atletas esportivos. Alguém posta um comentário maldoso no facebook da agenciada de Myron, a ex-tenista (grávida) Suzze, dizendo que o filho que ela estava esperando não era do marido dela, Lex Rider, também agenciado pela MB Representações (Nome clichê para a Agência de Myron Bolitar). Mesmo esse comentário não sendo o tema principal do livro, ele contém sua importância vital.

Um sábio me disse uma vez que todo livro bom começa fraco e vai ganhando força em cada página virada. Posso citar um autor que adorava fazer o que Harlan Coben fez nesse livro: James Joyce. Quem já leu o conto “Os Mortos”sabe que ele tem uma narrativa cadenciada, até que num certo ponto ele começa a ligar os pontos descritos na história e que você nem ao menos percebeu. Harlan segue à risca esse estilo de escrita e faz todas as ligações do livro com maestria. Com toda certeza ele teve ter feito o curso: Suspenses policiais de Sidney Sheldon, ou mesmo frequentado a Escola fantástica da Rainha do Crime Agatha Christie, pois esse livro te deixará noites em claro tentando descobrir o mistério que encobre esse caso do Myron Bolitar e Companhia.

Esse livro faz parte dos dez livros da série Myron Bolitar. E, coincidentemente, é o livro de encerramento dessa série, mas pode ser lido tranquilamente por quem nunca leu nenhum livro dessa saga, pois Harlan nos apresenta os personagens principais da série como se fosse a primeira vez que estivéssemos lendo. E não temos, em momento algum, uma retomada dos outros casos que se passaram nas outras obras nessa série maravilhosa. Caso queiram ler na sequência cronológica para acompanharem a evolução de cada personagem, o primeiro livro da série se chama Quebra de Confiança.

Portanto, eu mais que indico o livro ALTA TENSÃO, ou qualquer um dos outros da série. Demorei um pouco para postar a resenha, então posso dizer que os livros: Quebra de Confiança, Jogada Mortal e Sem Deixar Rastros, são tão bons, ou até melhor, que esse Livro da Série Myron Bolitar. E leiam qualquer um, mesmo que não seja na ordem cronológica, pois eles são perfeitos e podem ser lidos individualmente. Mas, como fã dessa série policial, eu lerei todos na ordem. Mesmo tendo lido primeiro o último…

Mas por hoje é só, e até a próxima resenha pessoal.

Resenha do livro Alta Tensão - Harlan Coben - Série Myron Bolitar

Para quem entende inglês, aqui vai uma entrevista com o “Mestre das Noites em Claro”.

Resenha do Livro “Alta Tensão” – por Harlan Coben

Último livro da “Série Myron Bolitar”

Related posts

Resenha – Crescendo- Becca Fitzpatrick

Resenha - Crescendo- Becca Fitzpatrick


Resenha - Crescendo- Becca Fitzpatrick

No segundo livro da autora Becca Fitzpatrick, Crescendo, encontramos uma Nora Grey mudada. Agora mais madura e, com seu incrível e sexy anjo da guarda, que não possui nada de angelical. Nora está caminhando e tentando enfrentar seus dramas pessoais, como o assassinato do pai e o fato de estar...

Resenha – Caçadores de Trolls (Livro)

Resenha - Caçadores de Trolls (Livro)


Resenha - Caçadores de Trolls (Livro)

Que Guilhermo del Toro é incrível, todos nós sabemos. Depois de ter dirigido filmes como O Labirinto do Fauno, Hellboy e Círculo de Fogo, nós poderíamos até pensar que a genialidade dele se restringiria a criaturas infernais, robôs gigantes e afins. Mas ele também sabe o que faz no campo da...

A Guerra Eterna – Joe Heldeman (Grafic Novel)

A Guerra Eterna - Joe Heldeman (Grafic Novel)


A Guerra Eterna - Joe Heldeman (Grafic Novel)

Bom dia amigos, hoje iremos falar sobre uma das melhores obras de ficção que existe, sem dizer que é mais uma das influências da Ficção militar que Robert A Heinlen foi capaz de fazer. Nessa Obra Vemos o quanto a dilatação do tempo em viagens na velocidade da luz pode causar para um...