Título e Capa 4
Escrita / Enredo 5
Originalidade 5
Personagens 5
Final 5

“Quando você toma uma decisão, não pode ficar pensando no que teria acontecido se tivesse seguido o caminho A ou B. Tem que fazer o caminho que você escolheu ser o certo. Se joga!” Pois bem, hoje falarei do livro “Arábia”, escrito por “Raiam Santos” e pelo parceiro do Mundo das Resenhas, “Rafael Coelho”. Antes ..

Summary 4.8 Incrível
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 Ruim

Resenha: ARÁBIA – A Incrível História de um Brasileiro no Oriente Médio

arabia“Quando você toma uma decisão, não pode ficar pensando no que teria acontecido se tivesse seguido o caminho A ou B. Tem que fazer o caminho que você escolheu ser o certo. Se joga!”

Pois bem, hoje falarei do livro “Arábia”, escrito por “Raiam Santos” e pelo parceiro do Mundo das Resenhas, “Rafael Coelho”.

Antes de começar a resenha, tenho algumas perguntas.
Você largaria seu emprego em uma multinacional para se dedicar a um mestrado?
E se eu te falar que esse mestrado será cursado em outro país? Mais especificamente, na Arábia Saudita?
E se eu te falar que a universidade na qual você irá estudar, sequer foi construída ainda?
Você largaria tudo aqui no Brasil e se lançaria nessa aventura?
Vou repetir novamente o país… É na Arábia Saudita… E aí?
Pois a resposta que Rafael deu a todas essas perguntas foi SIM e por isso, temos a oportunidade de ter agora esse livro em mãos, onde são narradas de forma engraçada e descontraída, as experiências geradas por essa decisão tão inusitada, que poucos teriam coragem de tomar.

O livro é curto, com capítulos curtinhos e diretos, narrando desde o momento em que Rafael foi apresentado a essa oportunidade, até sua decisão em abraçá-la, largando tudo por aqui e indo para lá.
É um mergulho de cabeça numa cultura completamente diferente da nossa.
Estamos super acostumados a ver na televisão todo tipo de coisa ruim a respeito desse país: terrorismo, mulheres sendo oprimidas, intolerância, etc e tal. Mas vemos tudo isso “de fora”.
Em “Arábia”, temos a experiência de ver a opinião de alguém que viveu imerso, de fato, nessa cultura: as leis de lá, os comportamentos das pessoas, como funciona o comércio, locais públicos… Até uma coisa simples para nós brasileiros, que é uma ida ao shopping, se transforma numa aventura, em um país tão “rígido”.
Além de conter um excelente teor cultural, o livro certamente foi uma maneira de eternizar esse momento da vida do autor.
Se você tem curiosidade de saber um pouco mais sobre a Arábia, com esse livro em mãos, você viajará para lá sem sair do lugar (e sem sofrer para conseguir um visto). E irá descobrir que nem todos por lá são potenciais terroristas ou pessoas retrógradas e intolerantes, como muitas vezes pensamos.
Aqui está uma leitura que eu recomendo a vocês! Façam como eu fiz, e embarquem nessa viagem.

Até a próxima, galera!

Related posts

Resenha: Piano Vermelho – Josh Malerman

Resenha: Piano Vermelho - Josh Malerman


Resenha: Piano Vermelho - Josh Malerman

Josh Malerman entrou na minha vida com o pé direito, quando eu li “Caixa de Pássaros”. Ainda posso sentir na pele toda a agonia que aquela leitura me causou (vide minha resenha da obra)... Então, assim que “Piano Vermelho” foi lançado, imediatamente entrou na minha lista de desejos. Desta vez...

Resenha do Livro Filhos e Soldados – Bruce Henderson

Resenha do Livro Filhos e Soldados - Bruce Henderson


Resenha do Livro Filhos e Soldados - Bruce Henderson

Hoje vamos comentar sobre um livro incrível, mas eu disse incrível mesmo. Uma obra que conta a valentia de como seis meninos alemães, e ainda por cima, judeus conseguiram fugir da Alemanha Nazista. Isso mesmo, o Livro Filhos e Soldados contém um registro incrível e maravilhoso de como garotos...

RESENHA – TPM, PARA QUE TE QUERO? – JU FERRAZ

RESENHA - TPM, PARA QUE TE QUERO? - JU FERRAZ


RESENHA - TPM, PARA QUE TE QUERO? - JU FERRAZ

Desde pequenas somos vistas como o sexo frágil, histéricas e incapazes de escrever a nossa própria história. Sim, somos bombardeadas por hormônios em todas as fases da nossa vida e precisamos aprender a lidar com isso. Não é fácil! Temos oscilações de humor e às vezes simplesmente não temos...