Título e Capa 2
Escrita / Enredo 1
Originalidade 2
Personagens 1
Final 1

Estava em busca de uma leitura diferenciada, algo com um toque maior de humor, para encaixar entre as minhas outras leituras e a primeira opção que me apareceu foi justamente “As 100 Piores Ideias da História”. As 100 Piores Ideias da História, escritas por Michael N. Smith e Eric Kasum, foi publicado no Brasil pela ..

Summary 1.4 fraco
Título e Capa 5
Escrita / Enredo 1
Originalidade 3
Personagens 1
Final 1
Summary rating from 1 user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 2.2 Bom

Resenha: As 100 Piores Ideias da História; Michael N. Smith e Eric Kasum

Estava em busca de uma leitura diferenciada, algo com um toque maior de humor, para encaixar entre as minhas outras leituras e a primeira opção que me apareceu foi justamente “As 100 Piores Ideias da História”.

As 100 Piores Ideias da História, escritas por Michael N. Smith e Eric Kasum, foi publicado no Brasil pela Editora Valentina e trata-se, como já deixa bem claro o título, de uma compilação de 100 ideias/fatos que segundo a OPINIÃO dos autores, seriam as piores ideias da história. Segundo a propaganda da capa:

“As piores sacadas da humanidade que se transformaram nas maiores roubadas.”

As ideias vão desde coisas que aconteceram no meio artístico, a invenções que não deram muito certo, mas acima de tudo, envolvem políticos.
E foi ao chegar nos capítulos do livro voltados unicamente a acontecimentos políticos, que eu me vi obrigada a abandonar a leitura.
Como eu li em alguns lugares e me vejo obrigada a concordar, o título é bem sensacionalista e te faz esperar ler por coisas realmente absurdas, que te façam pensar “mas da onde a pessoa tirou essa ideia?” e no início do livro, ALGUMAS ideias realmente passaram esse sentimento, mas ao chegar no setor político da história….
Eram acontecimentos muito fracos e nenhum pouco fora do comum, que não despertavam em nada a sensação de se adequar a uma “pior ideia”.
Exemplo?
Então quer dizer que mentir numa campanha política se enquadra como pior ideia da história? Poxa, nós vemos isso no Brasil todo dia!
E foi exatamente depois dessa parte, que não consegui continuar a leitura.
E além desse fator crítico, as ideias que surgem no geral, são bem centradas nos EUA de fato, não é algo que aborde diferentes locais do mundo. Há uma coisa ou outra, mas a maioria, se passou por lá mesmo.
Esperava ler por coisas absurdas do começo ao fim e não ler uma ideia absurda, ver 4 ou 5 ideias sem nada de extraordinário (ah, o presidente fulano de tal foi nadar pelado e foi flagrado… Isso não parece manchete de tabloide de fofoca?) e depois outra ideia mais ou menos chamativa.

Infelizmente, um livro que não me agradou e que eu não recomendaria a leitura. Mas caso você tenha lido e gostado, opinião é opinião não é mesmo?
E se na própria opinião dos autores, essa obra contém As 100 Piores Ideias da História, eu vou fazer o que, não é mesmo?

Essa foi a resenha de hoje, até a próxima pessoal!

Related posts

RESENHA – SILÊNCIO – BECCA FITZPATRICK

RESENHA - SILÊNCIO - BECCA FITZPATRICK


RESENHA - SILÊNCIO - BECCA FITZPATRICK

“Nora Grey não consegue se lembrar dos últimos cinco meses. Depois do choque inicial de acordar em um cemitério e descobrir que ficou desaparecida por semanas, ela precisa retomar sua rotina, voltar à escola, reencontrar a melhor amiga, Vee, e ainda aprender a conviver com o novo namorado da...

Não se apega, não! – Isabela Freitas

Não se apega, não! - Isabela Freitas


Não se apega, não! - Isabela Freitas

Desapegar: remover da sua vida tudo que torne o seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase “você deve encontrar a metade da sua laranja”. Calma lá, amigo. Eu nem gosto de...

RESENHA – FALCÃO, MENINOS DO TRÁFICO – MV BILL E CELSO ATHAYDE

RESENHA - FALCÃO, MENINOS DO TRÁFICO - MV BILL E CELSO ATHAYDE


RESENHA - FALCÃO, MENINOS DO TRÁFICO - MV BILL E CELSO ATHAYDE

“Este livro é um contundente relato pessoal de Celso Athayde e MV Bill dos bastidores da produção de um documentário explosivo sobre o universo dos meninos que trabalham no tráfico de drogas em diversas partes do país. Narrado em primeira pessoa, o livro revela as dramáticas experiências que...