Título e Capa 4
Escrita / Enredo 4
Originalidade 4
Personagens 3
Final 3

Resenha por: Wesley Belmonte Nota: 5   Simplesmente brilhante! Caraca, já vou dizer logo: esse foi um dos melhores livros que li esse ano. Bruxos e Bruxas, entrou literalmente para a minha lista de favoritos. Os irmãos Wisty e Whit, conquistaram o meu coração logo no prólogo. O Prólogo é narrado em primeira pessoa no ..

Summary 3.6 good
Título e Capa 4
Escrita / Enredo 2
Originalidade 1
Personagens 1
Final 1
Summary rating from 1 user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 1.8 poor

Resenha Dupla – Bruxos e Bruxas – James Patterson & Gabrielle Charbonnet


Resenha por: Wesley Belmonte

Nota: 5


 

livro

Simplesmente brilhante!

Caraca, já vou dizer logo: esse foi um dos melhores livros que li esse ano.

Bruxos e Bruxas, entrou literalmente para a minha lista de favoritos. Os irmãos Wisty e Whit, conquistaram o meu coração logo no prólogo.

O Prólogo é narrado em primeira pessoa no presente; já no capítulo 1, os autores (isso mesmo, são 2 autores: James Patterson e Gabrielle Charbonnet) alternam para primeira pessoa no passado. Achei simplesmente o máximo e muito ousado da parte dos autores! Fora que a narrativa do James é brilhante, rápida e nada cansativa.

O enredo me agradou muito, são dois irmãos, que acabam de descobrir que tem poderes especiais, e além de ter que lidar com esses novos poderes, tem que combater, fugir da Nova Ordem e do Único que é O Unico.

Esses irmãos bruxos roubaram meu coração, talvez seja esse o motivo d’O Único que É O Único estar os caçando… Zuera.

Apesar de todos os problemas que eles já passam, ainda eles têm que lidar com algo totalmente novo em suas vidas: a magia.

De tão louco que fiquei com o primeiro livro, comprei instantaneamente o segundo dessa série que promete!

Eu mais que indico esse belo livro. E, mais uma vez, parabéns James Patterson, você está ganhando mais um fã.


Resenha por: Jaíne Belmonte

Nota: 2



O marketing foi ótimo…

Já o livro, não foi tão ótimo assim.
Fãs de James Patterson, por favor, não me odeiem ok?
Bom, vamos lá, a primeira vez que vi esse livro, fiquei louca pra ler.Imagina, você tá andando na livraria observando os livros e dá de cara com uma capa onde está escrito: O LIVRO PROIBIDO PELA NOVA ORDEM, na hora, a curiosidade toma conta da pessoa. Como já bem disse Dan Brown: “Todo mundo ama uma conspiração” e comigo não é diferente. Fiquei imaginando como seria a história, se seria revelações ousadas dos ideias dessa seita que tanta gente por aí acredita que vai dominar o mundo dentro de alguns anos… Comecei a ler e pra minha surpresa, a história em si era mais voltada pro lado da ficção/magia/fantasia do que para uma teoria de conspiração em si.
Óbvio que me decepcionei, mas continuei a ler a história de Wisty e Whit, dois adolescentes que vão para a prisão acusados de bruxaria. Lá eles tem que se virar sozinhos e aprender a usar essa tal magia recém descoberta.
A ideia é original? É.
Fez eu me apaixonar e ficar ávida por mais? Não.
Fora que acho a maior sacanagem o nome do James estar bem grande na capa, em letras douradas e tudo mais e o nome da outra autora, estar bem menor, com nenhum pouco de ênfase. Claro, não sei quanto do livro ela escreveu, mas acho que se os autores querem compartilhar um livro, o nome dos dois tem que estar em evidência e não só um.
Afinal, se essa Gabrielle Charbonnet não é tão famosa quanto o James, o senhor James poderia ter escrito Bruxos e Bruxas sozinho.
Ah, algo meio que salvou todo o livro foi o final, eu gostei da reflexão contida nele. Mesmo assim, apenas duas estrelas.
Agora, vá ler as outras resenhas contida no endereço do blog abaixo, caso contrário, te transformarei em uma barata gorda e gosmenta. Muahaha.tumblr_m9l9rwun4D1qk5n6so1_500



Resenha do primeiro livro da série Bruxos e Bruxas

Escrito por James O Patterson e Gabrielle Charbonnet

Related posts

Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown

Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown


Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown

Para quem gosta de um bom romance com muita aventura, perigo e vampiros, A Menina Mais Fria De Coldtown de Holly Black é uma ótima escolha. Com capítulos intercalados entre os acontecimentos atuais e flashbacks que dão sentido a história, o livro narra em terceira pessoa a história de Tana, uma...

Resenha: O Purgatório Mental – Henrique Medeiros

Resenha: O Purgatório Mental - Henrique Medeiros


Resenha: O Purgatório Mental - Henrique Medeiros

"Em minha última manhã eu percebi que sempre fui o nada que temia me tornar." (Thy Light)  "O Purgatório Mental", trata-se de uma obra nacional de romance/fantasia, que chegou ao mercado literário nesse ano de 2017. O autor, Henrique Medeiros, escreveu a história quando tinha apenas 17...

Resenha: Sono – Haruki Murakami

Resenha: Sono - Haruki Murakami


Resenha: Sono - Haruki Murakami

Um livro muito pequeno, considerando suas poucas 120 páginas, mas com certeza de uma leitura intrigante e definitivamente indispensável. Sono do escritor japonês Haruki Murakami traz o relato de uma mulher aparentemente comum, dona de casa, mãe e mulher, mas com um pequeno detalhe de diferença...