Título e Capa 4
Escrita / Enredo 5
Originalidade 4
Personagens 5
Final 5

NÃO ABRA OS OLHOS A capa do livro já deixa bem claro: “NÃO ABRA OS OLHOS.” Nesta história o mundo foi mudado. Drasticamente. Por alguma coisa. Alguma coisa espreita as ruas do mundo. Algo que se alguém ver, perde a sanidade no mesmo instante e é levado a cometer atrocidades e em seguida se suicidar. ..

Summary 4.6 great
Título e Capa 4
Escrita / Enredo 5
Originalidade 4
Personagens 5
Final 4
Summary rating from 1 user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 4.4 great

Resenha – Caixa de Pássaros – Josh Malerman

resenha do livro caixa de passaros josh malermanNÃO ABRA OS OLHOS

A capa do livro já deixa bem claro: “NÃO ABRA OS OLHOS.”

Nesta história o mundo foi mudado. Drasticamente. Por alguma coisa. Alguma coisa espreita as ruas do mundo. Algo que se alguém ver, perde a sanidade no mesmo instante e é levado a cometer atrocidades e em seguida se suicidar.
Se você ver a tal coisa… Será seu fim. Portanto, nesse mundo novo, nesse horrível mundo novo, em hipótese alguma, abra seus olhos quando estiver fora da segurança de uma casa totalmente fechada.
A narrativa se altera entre momentos do passado e do presente da vida de Malorie.
Um passado em que ela sobrevivia dia após dia juntamente com outro grupo de pessoas.
E o presente, onde ela procura um porto seguro para ela e as crianças.
Medo. Medo a cada página. Não importa se o acontecimento é do passado ou do presente. O medo está ali.
Uma sinopse bem básica do que este livro tem a oferecer. Bem básica mesmo. Você não tem noção do que é esse livro até começar a lê-lo.

Uma estreia memorável para “Josh Malerman.”
Um terror memorável para qualquer fã do gênero.
Já bem diz a contra capa: “fãs de Stephen King vão adorar”.
De fato, me lembrou King. Me lembrou um livro dele que li há muito tempo atrás, cujo nome é Celular, onde a pessoa que atende o celular, surta na mesma hora.
A diferença é que em “Caixa de Pássaros”, não é um celular que faz a pessoa surtar.
Na capa, diz o seguinte “um livro que deve ser lido de uma só vez.” Concordo. Simplesmente pelo fato de que você não consegue largar.
A sensação de medo te consome.

Imaginem, saber que há algo lá fora e mesmo assim ter que sair lá fora para buscar água. Com os olhos vendados. Pessoas que tiveram a visão como principal sentido para guiá-las a vida toda, se verem obrigadas a ficar sem ela se quiserem permanecer vivas. E o risco de mesmo assim a tal coisa, ou coisas, resolverem, sei lá, puxar a venda que cobre seus olhos?
A agonia de sentir que há algo perto de você. Observando você. E não poder olhar o que é?
Não poder mais olhar para o céu? Olhar para as árvores? Porque tal coisa poderia significar o vislumbre de algo indesejado e te levar a morte?
É um enredo incrível, bem escrito, que te passa todas as sensações ruins de se ver em um mundo desse jeito.
Não é a toa que na maioria das resenhas sobre este livro, chovem elogios.
Nessa resenha, vocês já viram que não será diferente.

Josh está de parabéns.
Não tenho do que reclamar, nem mesmo do final.
Afinal, ficção é ficção. Nem sempre precisa de explicação.
Um terror que eu recomendo a vocês, talvez Coraline dê mais medo… Mas esse também, dá um bom frio na espinha!

Até a próxima, galerinha!

RESENHA DO LIVRO CAIXA DE PÁSSAROS (NÃO ABRA OS OLHOS)

ESCRITO POR JOSH MALERMAN

Resenha do Livro Caixa de Passaros - Nao Abra os Olhos - Josh Malerman

Related posts

A Sereia – Kiera Cass

A Sereia - Kiera Cass


A Sereia - Kiera Cass

Já faz um tempo desde que li A Seleção e me apaixonei pela America e seu jeito único de ser, e vi nascer entre ela e Maxon um amor tão envolvente que me fez querer entrar nos livros da série. Mas não é sobre esse casal que vim falar hoje, e sim sobre o livro A Sereia, também da mesma autora...

Resenha: Onde não houver reciprocidade não se demore – Iandê Albuquerque

Resenha: Onde não houver reciprocidade não se demore - Iandê Albuquerque


Resenha: Onde não houver reciprocidade não se demore - Iandê Albuquerque

Sabe, crescer nos faz perceber, que o amor nem sempre se trata de insistir. As vezes queremos tanto algo ou alguém, que sequer nos damos o trabalho de refletir se aquilo, de fato, é bom pra a gente. Mantemos relacionamentos ruins, corremos atrás de pessoas que já deixaram claro que nos...

Resenha: 3% – Segunda Temporada (Original Netflix)

Resenha: 3% - Segunda Temporada (Original Netflix)


Resenha: 3% - Segunda Temporada (Original Netflix)

    Muito bem galera! Finalmente saiu a segunda temporada de 3%. E francamente, achei que não teríamos mais essa série, já que faz muito tempo desde que lançou a primeira temporada, que inclusive foi resenhada aqui no site também.     Lembro de ter reclamado das roupas dos...