Resenha – Cidade dos Mortos – Joe Mckinney

Resenha por Jaíne Belmonte

Nota: 4


E os zumbis atacam novamente…

Quando comecei a leitura desse livro, imaginava que ele seria um estilo “The Walking Dead”, mais uma história falando de zumbis, eu pensava, afinal, zumbis parece ser um assunto que não morre nunca. Literalmente.

Nas primeiras páginas, achei o livro um tanto fraco até que me caiu a ficha que esse livro apesar de ser sobre zumbis dilacerando humanos tinha outro objetivo, não aquele comum de ensinar a viver durante esse tipo de apocalipse, mas senti um desejo do autor de passar lições de amor, de pequenos atos de bondade num mundo aparentemente destruído e da importância da família, já que mesmo com tudo caindo aos pedaços, o policial Eddie não desiste de encontrar sua mulher e seu filho, o livro também nos faz imaginar o que faríamos se colocados na pele de Eddie. Claro que também há os maus intencionados, mas isso existe em todo lugar, não só em meio a uma invasão de zumbis.

Uma narração rápida, com fatos acontecendo rapidamente e sem pausas. Ideal para quem gosta de ação, muitos tiros e MUITOS zumbis. O final também não foi de decepcionar. Recomendo para os fãs dos mortos-vivos, é um livro interessante de se ler.

Aproveitem e procurem também pelo livro: “Sobreviventes do Apocalipse“, não vão se decepcionar!

Trecho:

“Não consigo encontrar palavras para descrever o choque daquela magnitude. Como pai, olhando para aquele corpinho dilacerado, senti uma sensação de violação tão profunda que não pude sair dela. Certamente, aquilo era o inferno, porque nada mais pode depreciar a condição humana como a visão de um bebê transformado em uma coisa tão horrível.”

— Página 125

Related posts

David Copperfield: O clássico dos clássicos?

David Copperfield: O clássico dos clássicos?


David Copperfield: O clássico dos clássicos?

******************************NÃO contém spoiler****************************** Editora: Cosac & Naify Autor: Charles Dickens / Idioma: Português / Romance de formação - Clássico inglês/ 1.312 páginas Charles Dickens é conhecido como o maior escritor da literatura inglesa e foi...

The Mad Ship (Os Mercadores de Navios-Vivos #2): Superou O Navio Arcano?

The Mad Ship (Os Mercadores de Navios-Vivos #2): Superou O Navio Arcano?


The Mad Ship (Os Mercadores de Navios-Vivos #2): Superou O Navio Arcano?

******************************NÃO contém spoiler****************************** (CONFIRA A RESENHA DE O NAVIO ARCANO CLICANDO AQUI) Editora: Harpervoyager Autora: Robin Hobb / Gênero: Fantasia / Idioma: Inglês / 915 páginas O que posso dizer sobre “The Mad Ship” (*O Navio Insano)? Melhor...

Wytches: A representação de um medo ancestral

Wytches: A representação de um medo ancestral


Wytches: A representação de um medo ancestral

******************************NÃO contém spoiler****************************** Editora: Darkside Books Autor: Scott Snyder / Ilustrador: Jock / Tradutor: Érico Assis / Gênero: Graphic Novel / 192 páginas / Capa dura Esqueça as mulheres assustadoras que voam em vassouras, que possuem...