Título e Capa 5
Escrita / Enredo 5
Originalidade 4
Personagens 5
Final 5

Aprovado! Eleito um dos melhores livros do ano e com um filme recentemente lançado nos cinemas… Um marketing excelente para um livro. Mas não foi através desse marketing que fui levada a adquirir esse exemplar, tanto que o comprei antes do lançamento do filme. O vi nas prateleiras de uma loja e a capa dele ..

Summary 4.8 great
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 bad

Resenha do livro No Coração do Mar

Resenha do livro No coração do Mar - Charlotte Rogan

Aprovado!

Eleito um dos melhores livros do ano e com um filme recentemente lançado nos cinemas… Um marketing excelente para um livro. Mas não foi através desse marketing que fui levada a adquirir esse exemplar, tanto que o comprei antes do lançamento do filme.
O vi nas prateleiras de uma loja e a capa dele – esse contraste lindo do céu praticamente se unindo ao mar em diversos tons de azul – me chamou a atenção. Li a sinopse contida na contra capa e tive a certeza que precisava lê-lo.

A sinopse? Um návio naufraga, a data é 1914, pouco depois do famoso naufrágio do Titanic e os sobreviventes se veem presos em uma luta pela vida em um bote salva-vidas que está com mais pessoas do que sua capacidade real aguenta. Mas a frase que mais me fez querer ler, foi a seguinte “…e, para que uns vivam, outros terão que morrer.”
Sou apaixonada por histórias de sobrevivência, sejam elas relatadas em séries, livros, contos, etc.
A transformação que ocorre na mente de um ser humano quando ele se vê cara a cara com a morte é incrível. Mas nem sempre pode resultar em coisas eticamente corretas.

Mas, voltando ao foco principal que é o livro, preciso começar dizendo que antes do início da leitura eu tinha uma concepção de como provavelmente a história se desenrolaria:
1 – algumas páginas que narrassem a vida no návio antes do naufrágio.
2 – todo o desespero no momento do naufrágio.
3 – e só então a angústia dos sobreviventes perdidos no mar.
Estava drasticamente errada.

A história já começa pelo fim. Narrando a personagem já em terra firme, após o resgate.
E depois desse pequeno prólogo, já se pula direto para os acontecimentos após o naufrágio, já com as pessoas no barco salva-vidas.
Confesso que foi meio decepcionante no início mas conforme eu virava as páginas, me sentia presa a história e imaginando o que eu faria se estivesse no lugar de um dos passageiros do bote.

A narrativa é em primeira pessoa e consiste em relatos das lembranças de Grace Winter sobre os acontecimentos enquanto se encontrava perdida no meio do oceano. Então, é comum no meio da narrativa, a personagem colocar uma opinião que ela forma naquele momento.
Não me simpatizei pela personagem principal, mas talvez essa fosse a intenção da autora, mostrar o quão vil pode se tornar a mente humana quando exposta a uma situação radical.

O mais legal de toda a história, é o fato dela ser tão próxima da realidade. Quantos casos vemos de pessoas que ficaram dias presas no mar e sobreviveram? E tudo que elas sofreram nesses dias? Em que se transformaram?
A autora envereda por essa trilha, mostrando – por mais indigesto que seja -, onde é capaz de chegar um ser humano quando sua vida está em risco.
Então se você é como eu que curte uma história de sobrevivência, não perca tempo, leia agora. E se você não curte, leia mesmo assim. O livro é muito bom, vale a pena.
Se conseguirem colocar no filme todos os sentimentos passado no livro, ouso dizer que deve ser um filmão!

Bom, até a próxima galera!

Resenha - No Coração do Mar - Charlotte Rogan - Livro

Confiram o Trailer do Filme

RESENHA DO LIVRO NO CORAÇÃO DO MAR

ESCRITO POR CHARLOTTE ROGAN

Related posts

Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown

Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown


Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown

Para quem gosta de um bom romance com muita aventura, perigo e vampiros, A Menina Mais Fria De Coldtown de Holly Black é uma ótima escolha. Com capítulos intercalados entre os acontecimentos atuais e flashbacks que dão sentido a história, o livro narra em terceira pessoa a história de Tana, uma...

Resenha: O Purgatório Mental – Henrique Medeiros

Resenha: O Purgatório Mental - Henrique Medeiros


Resenha: O Purgatório Mental - Henrique Medeiros

"Em minha última manhã eu percebi que sempre fui o nada que temia me tornar." (Thy Light)  "O Purgatório Mental", trata-se de uma obra nacional de romance/fantasia, que chegou ao mercado literário nesse ano de 2017. O autor, Henrique Medeiros, escreveu a história quando tinha apenas 17...

Resenha: Sono – Haruki Murakami

Resenha: Sono - Haruki Murakami


Resenha: Sono - Haruki Murakami

Um livro muito pequeno, considerando suas poucas 120 páginas, mas com certeza de uma leitura intrigante e definitivamente indispensável. Sono do escritor japonês Haruki Murakami traz o relato de uma mulher aparentemente comum, dona de casa, mãe e mulher, mas com um pequeno detalhe de diferença...