Título e Capa 5
Escrita / Enredo 5
Originalidade 5
Personagens 4
Final 4

Um clássico em uma versão mais sombria A Crítica será junta, pois a versão de cinema foi muito fiel ao livro, é claro que é importante e esse fato, pois o livro foi escrito após o roteiro e as filmagens terem começado. O que acabou fazendo os dois serem lançados em conjunto. O lobo, que ..

Summary 4.6 great
Título e Capa 5
Escrita / Enredo 5
Originalidade 5
Personagens 5
Final 5
Summary rating from 1 user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 5.0 great

Resenha Filme/Livro – A Garota da Capa Vermelha

A-Garota-da-Capa-Vermelha-2Um clássico em uma versão mais sombria

A Crítica será junta, pois a versão de cinema foi muito fiel ao livro, é claro que é importante e esse fato, pois o livro foi escrito após o roteiro e as filmagens terem começado.

O que acabou fazendo os dois serem lançados em conjunto.

O lobo, que há muitos anos aterrorizava a aldeia, parou de atacá-los devido a um pacto feito com ele.
Mas surpreendentemente, certo dia, a irmã de Valerie aparece morta e o que tudo indica o lobo como assassino e nesse momento o pacto fora quebrado.
O padre da cidade chama o Father Solomon – que diz já ter matado outro lobisomem – e revela quando ele chega à cidade que o lobisomem está entre eles.
Na noite seguinte, o lobisomem aparece e fala com Valerie, diz que quer levá-la com ele. Então ela começa a suspeitar de todos a sua volta – Avó, pai, namorado, futuro noivo, padre da cidade, amigas…

O final do filme é maravilhoso, é difícil descobrir quem é o lobo. Mesmo com um enredo mais sombrio, nos faz refletir: em quem devemos confiar.A-Garota-da-capa-vermelha

Depois de muito tempo, decidi ler o livro.
Como sempre digo, e todos vocês devem achar o mesmo: O livro é sempre melhor que o filme.
FATO. Muitos e muitos detalhes que não temos no filme vemos no livro.
O namorado de Valerie, Peter, não morava na cidade, e o mais engraçado é: que quando ele volta pra cidade a irmã de Valerie morre, desde aí, não importa o que o autor colocasse no livro, nosso principal suspeito é, e sempre será, Peter.

Mas digo agora, O FILME, DESSA VEZ, FOI MELHOR QUE O LIVRO.
Sabe por quê?
Porque o final é sempre a melhor parte do livro ou filme, se tivermos um final chato, somente se o livro for perfeito por inteiro para considerarmos bom, nunca será ótimo se não for bom o final. Pelo menos, pra mim.
Estou puto com os dois finais do livro. Nem o final alternativo que a editora postou em seu site foi bom, o final do filme é perfeito e muito bem montado, pois até a maldição tem um motivo e uma história.
Não posso falar mais, se não vou acabar contando tudo, mas digo uma coisa: Se ainda não leu ou assistiu o filme, leia primeiro o livro, depois assista o filme.
Se gostarem do livro, vão achar o filme mais que perfeito.


 

Alguns trechos que peguei no livro e outros que achei na internet.

Trechos

“Tudo que eu conhecia desabou. Eu vi tudo com outros olhos. Todas as mentiras, da minha mãe, do meu pai. Só me restara ele. Peter. Até mesmo quando duvidei dele, até mesmo quando eu o feri. Peter foi verdadeiro.”

“A única vida que quero é com você.”

“Por melhor que os rapazes fossem, nunca seriam capazes de corresponder às expectativas das garotas.”

O mal está por toda parte.”

“Estou segurando as minhas lágrimas amargas, eu te odiei por sua falta de piedade e pela traição das suas palavras. Mas como a vida é irônica nem com isso meu amor por você mudou. No entanto, eu sou cuidadosa: nunca deixaria ninguém me ver chorar.”


capa a garota da capa vermelha critica filme e livro banner

Related posts

Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown

Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown


Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown

Para quem gosta de um bom romance com muita aventura, perigo e vampiros, A Menina Mais Fria De Coldtown de Holly Black é uma ótima escolha. Com capítulos intercalados entre os acontecimentos atuais e flashbacks que dão sentido a história, o livro narra em terceira pessoa a história de Tana, uma...

Resenha: O Purgatório Mental – Henrique Medeiros

Resenha: O Purgatório Mental - Henrique Medeiros


Resenha: O Purgatório Mental - Henrique Medeiros

"Em minha última manhã eu percebi que sempre fui o nada que temia me tornar." (Thy Light)  "O Purgatório Mental", trata-se de uma obra nacional de romance/fantasia, que chegou ao mercado literário nesse ano de 2017. O autor, Henrique Medeiros, escreveu a história quando tinha apenas 17...

Resenha: Sono – Haruki Murakami

Resenha: Sono - Haruki Murakami


Resenha: Sono - Haruki Murakami

Um livro muito pequeno, considerando suas poucas 120 páginas, mas com certeza de uma leitura intrigante e definitivamente indispensável. Sono do escritor japonês Haruki Murakami traz o relato de uma mulher aparentemente comum, dona de casa, mãe e mulher, mas com um pequeno detalhe de diferença...