Título e Capa 4
Escrita / Enredo 5
Originalidade 4
Personagens 5
Final 5

O que dizer dessa história curtinha, que li em menos de uma hora e já considero “pacas”? Antes de começar a resenha, vou colocar a sinopse do conto: “A vida de Michèle, irmã mais nova de Gabriel e uma bruxa das Sombras, não é nenhum mar de rosas: após o assassinato brutal da mãe e ..

Summary 4.6 Incrível
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 Ruim

Resenha – Half Lies – Sally Green

half lies sally greenO que dizer dessa história curtinha, que li em menos de uma hora e já considero “pacas”?

Antes de começar a resenha, vou colocar a sinopse do conto:

“A vida de Michèle, irmã mais nova de Gabriel e uma bruxa das Sombras, não é nenhum mar de rosas: após o assassinato brutal da mãe e da avó, ela e o irmão se mudam com o pai para a Flórida, a fim de começarem uma nova vida em um país onde ninguém os conheça. Enquanto lida com o alcoolismo do pai, os problemas de Gabriel com seu dom e a ansiedade que sente com a proximidade da cerimônia de Atribuição, quando descobrirá o próprio dom, Michèle conhece Sam, um barista lindo e gentil. E um bruxo da Luz. Com as fronteiras entre os territórios dos bruxos da Luz e das Sombras cada vez mais perigosas e tensas, e ataques de ambos os lados, a única forma que Michèle e Sam encontram de se corresponder é através de cartas. Logo, ela se vê dividida entre amor e lealdade, verdades e mentiras.E talvez descubra que se apaixonar foi o pior erro que poderia cometer.Escrito no formato de um diário, Half Lies fará o leitor se aprofundar ainda mais na realidade dos bruxos e das crescentes tensões entre os Luz e os Sombras, por uma perspectiva diferente da apresentada por Nathan em Half Bad.”

“Half Lies”, não é nenhuma continuação de “Half Bad”, muito menos uma antecessora, é algo a parte, mesmo assim, se você está interessado em ordens… Esse livro é considerado o 1.5 da saga. Ou seja, leia Half Bad, depois o leia, para depois ir para o próximo.
Você pode perguntar: se eu não quiser ler, vai afetar meu entedimento da história? Te respondo muito seguramente: não.
Essas páginas contém uma história extra e eu citei ali em cima que é uma história a parte né? Bem, digamos que não é tão a parte assim, já que envolve um dos personagens vistos no primeiro livro. Demorei umas boas páginas para me ligar que se tratava dele, mas quando me liguei, aí sim a coisa ficou boa! (Não vou estragar as surpresa de vocês contando quem é!)

Essa versão é narrada em forma de diário, por Michéle, uma Bruxa das Sombras.
Então se em Half Bad, vimos o ponto de vista de um meio código, nesse livro vemos o ponto de vista de uma Bruxa das Sombras. Desde os dias antes de sua Atribuição aos dias após a ela.

Como falei, li em menos de uma hora. Por ser em formato de diário, a narrativa é muito dinâmica. Cheia de momentos engraçadinhos, afinal, é um diário! Muitas confissões acontecem em diários.
E em poucas páginas, consegue transmitir muitas emoções diferentes.

E aí, você é do time que leu Half Bad e gostou? Então corre atrás desse ebook agora mesmo, garanto que também vai gostar!

Resenha do Conto Half Lies – Série Half Bad – Escrito por Sally Green

Related posts

David Copperfield: O clássico dos clássicos?

David Copperfield: O clássico dos clássicos?


David Copperfield: O clássico dos clássicos?

******************************NÃO contém spoiler****************************** Editora: Cosac & Naify Autor: Charles Dickens / Idioma: Português / Romance de formação - Clássico inglês/ 1.312 páginas Charles Dickens é conhecido como o maior escritor da literatura inglesa e foi...

The Mad Ship (Os Mercadores de Navios-Vivos #2): Superou O Navio Arcano?

The Mad Ship (Os Mercadores de Navios-Vivos #2): Superou O Navio Arcano?


The Mad Ship (Os Mercadores de Navios-Vivos #2): Superou O Navio Arcano?

******************************NÃO contém spoiler****************************** (CONFIRA A RESENHA DE O NAVIO ARCANO CLICANDO AQUI) Editora: Harpervoyager Autora: Robin Hobb / Gênero: Fantasia / Idioma: Inglês / 915 páginas O que posso dizer sobre “The Mad Ship” (*O Navio Insano)? Melhor...

Wytches: A representação de um medo ancestral

Wytches: A representação de um medo ancestral


Wytches: A representação de um medo ancestral

******************************NÃO contém spoiler****************************** Editora: Darkside Books Autor: Scott Snyder / Ilustrador: Jock / Tradutor: Érico Assis / Gênero: Graphic Novel / 192 páginas / Capa dura Esqueça as mulheres assustadoras que voam em vassouras, que possuem...