Título e Capa 4
Escrita / Enredo 5
Originalidade 4
Personagens 5
Final 5

O que dizer dessa história curtinha, que li em menos de uma hora e já considero “pacas”? Antes de começar a resenha, vou colocar a sinopse do conto: “A vida de Michèle, irmã mais nova de Gabriel e uma bruxa das Sombras, não é nenhum mar de rosas: após o assassinato brutal da mãe e ..

Summary 4.6 great
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 bad

Resenha – Half Lies – Sally Green

half lies sally greenO que dizer dessa história curtinha, que li em menos de uma hora e já considero “pacas”?

Antes de começar a resenha, vou colocar a sinopse do conto:

“A vida de Michèle, irmã mais nova de Gabriel e uma bruxa das Sombras, não é nenhum mar de rosas: após o assassinato brutal da mãe e da avó, ela e o irmão se mudam com o pai para a Flórida, a fim de começarem uma nova vida em um país onde ninguém os conheça. Enquanto lida com o alcoolismo do pai, os problemas de Gabriel com seu dom e a ansiedade que sente com a proximidade da cerimônia de Atribuição, quando descobrirá o próprio dom, Michèle conhece Sam, um barista lindo e gentil. E um bruxo da Luz. Com as fronteiras entre os territórios dos bruxos da Luz e das Sombras cada vez mais perigosas e tensas, e ataques de ambos os lados, a única forma que Michèle e Sam encontram de se corresponder é através de cartas. Logo, ela se vê dividida entre amor e lealdade, verdades e mentiras.E talvez descubra que se apaixonar foi o pior erro que poderia cometer.Escrito no formato de um diário, Half Lies fará o leitor se aprofundar ainda mais na realidade dos bruxos e das crescentes tensões entre os Luz e os Sombras, por uma perspectiva diferente da apresentada por Nathan em Half Bad.”

“Half Lies”, não é nenhuma continuação de “Half Bad”, muito menos uma antecessora, é algo a parte, mesmo assim, se você está interessado em ordens… Esse livro é considerado o 1.5 da saga. Ou seja, leia Half Bad, depois o leia, para depois ir para o próximo.
Você pode perguntar: se eu não quiser ler, vai afetar meu entedimento da história? Te respondo muito seguramente: não.
Essas páginas contém uma história extra e eu citei ali em cima que é uma história a parte né? Bem, digamos que não é tão a parte assim, já que envolve um dos personagens vistos no primeiro livro. Demorei umas boas páginas para me ligar que se tratava dele, mas quando me liguei, aí sim a coisa ficou boa! (Não vou estragar as surpresa de vocês contando quem é!)

Essa versão é narrada em forma de diário, por Michéle, uma Bruxa das Sombras.
Então se em Half Bad, vimos o ponto de vista de um meio código, nesse livro vemos o ponto de vista de uma Bruxa das Sombras. Desde os dias antes de sua Atribuição aos dias após a ela.

Como falei, li em menos de uma hora. Por ser em formato de diário, a narrativa é muito dinâmica. Cheia de momentos engraçadinhos, afinal, é um diário! Muitas confissões acontecem em diários.
E em poucas páginas, consegue transmitir muitas emoções diferentes.

E aí, você é do time que leu Half Bad e gostou? Então corre atrás desse ebook agora mesmo, garanto que também vai gostar!

Resenha do Conto Half Lies – Série Half Bad – Escrito por Sally Green

Related posts

Resenha: Deuses de Dois Mundos – O Livro do Silêncio

Resenha: Deuses de Dois Mundos - O Livro do Silêncio


Resenha: Deuses de Dois Mundos - O Livro do Silêncio

Já me acostumei a ver obras se apoiando em várias religiões e mitologias diferentes, mas nunca tinha visto uma obra que trabalhasse tão bem com as questões das religiões afro-brasileiras quanto O Livro do Silêncio, primeiro da trilogia Deuses de Dois Mundos, escritos por PJ Pereira. Vou deixar a...

Resenha: A Menina que Não Acredita em Milagres

Resenha: A Menina que Não Acredita em Milagres


Resenha: A Menina que Não Acredita em Milagres

Lá vou eu novamente em mais uma resenha, mas dessa vez venho falar de um livro com um estilo que jamais imaginei que leria uma dia, o tal gênero chick-lit, novidade para mim, mas já vem rondando há muito tempo o mundo literário. Gênero conhecido pelo livro A culpa é das Estrelas de Jonh Green...

Resenha – Preciso Saber – Karen Cleveland

Resenha - Preciso Saber - Karen Cleveland


Resenha - Preciso Saber - Karen Cleveland

Se tem uma pessoa que ama livros de romance policial, essa pessoa sou eu. Mas sou muito crítico, pois quando pego uma obra desse tema, analiso desde o enredo principal até os detalhes que vem na trama. Quando iniciei a leitura do livro Preciso Saber, escrito pela autora Karen Cleveland (Bem que...