Título e Capa 5
Escrita / Enredo 5
Originalidade 4
Personagens 5
Final 4

Sim, amiguinhos. Hoje eu vou falar sobre uma obra que contribuiu para o run da diversidade da Marvel Comics. Trago para vocês a resenha de Miss Marvel: Nada Normal. Vou trazer a sinopse do encadernado, que reúne as cinco primeiras edições da história da Nova Miss Marvel e depois começo com os comentários. Kamala Khan é ..

Summary 4.6 great
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 bad

Resenha – Miss Marvel: Nada Normal

Sim, amiguinhos. Hoje eu vou falar sobre uma obra que contribuiu para o run da diversidade da Marvel Comics. Trago para vocês a resenha de Miss Marvel: Nada Normal. Vou trazer a sinopse do encadernado, que reúne as cinco primeiras edições da história da Nova Miss Marvel e depois começo com os comentários.

Kamala Khan é uma garota comum de New Jersey – até que subitamente ganha dons extraordinários. Mas quem é realmente a nova Miss Marvel? Adolescente? Muçulmana? Inumana? Saiba a resposta conforme ela toma de assalto o Universo Marvel! Ao descobrir os perigos associados aos seus recém- descobertos poderes, Kamala precisa lidar também com o segredo que existe por trás deles. Estará a jovem Miss Marvel pronta para utilizar seus imensos dons? Ou o peso do legado que tem a carregar será mais do que ela pode aguentar? Nem a própria Kamala sabe ao certo, mas New Jersey que se prepare, pois a Miss Marvel chegou para ficar! Escrito pela aclamada roteirista G. Willow Wilson (Air, Cairo), com desenhos do brilhante Adrian Alphona (Fugitivos)!

Algo que eu gostei bastante foi Kamala ser uma garota bem comum, com problemas de popularidade (coisa amplamente explorada em histórias americanas), ser nerd e escrever várias fanfics dos Vingadores. Sua admiração por eles é basicamente o que nós, reles mortais, sentimos quando lemos alguma HQ ou vemos algum filme da Casa das Ideias.

A sua relação com sua família é algo bem delicado. Com pais que seguem as leis muçulmanas, mesmo estando em terras norte-americanas, um irmão que não trabalha e vive largado em casa, Kamala, às vezes, vive em uma bomba-relógio. Virar a Miss Marvel foi a sua válvula de escape. Algo que o roteirista soube explorar muito bem ao decorrer da trama. Ainda mais quando ela usa os poderes de transmutação e vira Carol Danvers, a primeira Miss Marvel. E isso tudo casa muito bem com o clima em sua casa. Por ser muçulmana, Kamala tem uma vida diferente das garotas ocidentais, embora tente ter um resquício dessa vida, para pelo menos fugir um pouco dos padrões rígidos de sua família e religião

Com toda a discussão sobre a diversidade nos quadrinhos, principalmente na Marvel, Miss Marvel mostra que é possível sim fazer um personagem bom, que assuma o manto de outro personagem já bem estabelecido no universo e ainda assim consiga seu lugar, assim como a Thor Jane Foster e a X-23 como Nova Wolverine. Miss Marvel: Nada Normal é uma história publicada em 2014, mas continua sendo importante atualmente, para mostrar exatamente isso: que, com um pouco de planejamento, você consegue fazer uma história excelente. 

Considerações finais

Poucas vezes temos um quadrinho destinado a vários públicos diferentes, e isso é muito bom, pois assim atrai vários leitores novos para o mundo dos quadrinhos. Kamala consolidou seu lugar na Casa das Ideias, assumindo o manto de Miss Marvel até os dias de hoje, então essa história é super recomendada para você que quer conhecer a origem dessa heroína “nada normal”

Essa foi a resenha de hoje. Se é a primeira vez que você entra em nosso humilde site, seja bem vindo. Não se esqueça de comentar suas opiniões sobre a obra em questão, e compartilhar nossas resenhas para seus amigos. Até a próxima.

Related posts

Resenha: O Purgatório Mental – Henrique Medeiros

Resenha: O Purgatório Mental - Henrique Medeiros


Resenha: O Purgatório Mental - Henrique Medeiros

"Em minha última manhã eu percebi que sempre fui o nada que temia me tornar." (Thy Light)  "O Purgatório Mental", trata-se de uma obra nacional de romance/fantasia, que chegou ao mercado literário nesse ano de 2017. O autor, Henrique Medeiros, escreveu a história quando tinha apenas 17...

Resenha: Coração de Tinta – Cornelia Funke

Resenha: Coração de Tinta - Cornelia Funke


Resenha: Coração de Tinta - Cornelia Funke

Senhoras e senhores, peguem suas xícaras de chá, acomodem-se em suas poltronas, ou em qualquer lugar confortável, e deleitem-se com mais um resenha. Hoje, vamos conhecer um pouco sobre um mundo que existe ao mesmo tempo que não existe. Um mundo de fábulas, onde pessoas brincam, dançam e...

Resenha: A Rainha de Tearling – Erika Johansen

Resenha: A Rainha de Tearling - Erika Johansen


Resenha: A Rainha de Tearling - Erika Johansen

A Rainha de Tearling, chegou ao Brasil com toda a sua majestade em janeiro de 2017, publicado sob o selo Suma de Letras, da Editora Companhia das Letras. A obra, primeiro livro de uma trilogia, é o romance de estreia da autora Erika Johansen e terá em breve, sua adaptação exibida nas telas do...