Título e Capa 4
Escrita / Enredo 4
Originalidade 4
Personagens 4
Final 4

Sim amiguinhos, finalmente vamos encerrar nossas aventuras pelo Mundo de Tinta, com o último livro da trilogia Mundo de Tinta, Morte de Tinta, escrito por Cornelia Funke e lançado aqui em terras brazucas pela editora Seguinte. Vou colocar a sinopse do livro e depois digo minhas opiniões sobre o mesmo. Mo e sua filha Meggie ..

Summary 4.0 Incrível
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 Ruim

Resenha: Morte de Tinta – Cornelia Funke

Sim amiguinhos, finalmente vamos encerrar nossas aventuras pelo Mundo de Tinta, com o último livro da trilogia Mundo de Tinta, Morte de Tinta, escrito por Cornelia Funke e lançado aqui em terras brazucas pela editora Seguinte. Vou colocar a sinopse do livro e depois digo minhas opiniões sobre o mesmo.

Mo e sua filha Meggie acabaram transitando entre essa fronteira; viveram um bocado de aventuras nessas viagens e conheceram milhares de personagens incríveis – muitos deles malvados até a alma. Desta vez, com a ajuda de Farid, Resa, Violante e outros, Mo enfrenta o mais terrível de todos os vilões, o Cabeça de Víbora, numa batalha final, de vida ou morte.

Mas, antes dela, personagens já conhecidos dos livros anteriores vivem suas aventuras. Fenoglio, o autor de Coração de tinta, tem que combater Orfeu, plagiador que se utiliza de passagens de seu livro para reescrever e manipular a história. Meggie, ao se apaixonar por Farid, se depara com as alegrias e decepções do primeiro amor. E Mortimer, nosso herói, que no Mundo de tinta assume a personalidade do Gaio, espécie de Robin Hood, tem que lutar contra o próprio personagem que interpreta, já que pouco a pouco começa a se confundir com ele e a se esquecer de quem é no mundo real.

Tentei trazer a melhor sinopse que eu encontrei, sem jogar muitos spoilers. Dei uma alterada também, tirando algumas informações que seriam chatas de ler, antes de ter lido o livro.

Enfim, se você ainda não leu o segundo livro, eu recomendo que vocês o leiam, pois não tem como falar da trama principal do último livro sem spoilar o final do segundo. Então, você está avisado.

Muitas coisas aconteceram entre o segundo e o terceiro livro. A mais interessante delas foi Mortimer finalmente começar a interpretar o papel de Gaio, algo como um Robin Hood. A transformação dele foi uma das coisas mais interessantes do livro. Outra coisa que eu achei bem interessante foi a transformação pessoal de cada um dos personagens, desde os protagonistas aos coadjuvantes. Cada um deles teve seu peso para a história.

Outra coisa que eu gostei bastante foi o quanto Orfeu mexeu com o mundo de Fenóglio. Não posso falar mais, mas ele faz algumas mudanças bem chatas.

Tem mais umas coisinhas que eu gostaria de falar, mas aí são spoilers, e eu sei que quem solta spoiler de graça não tem coração, então vou parar por aqui mesmo.

Considerações finais

Dos três livros, o que eu mais demorei para ler foi Morte de Tinta. O começo dele é um pouco arrastado, mas depois que engata o ritmo não te deixa mais parar de ler. Você realmente tem vontade de conhecer ou ser um Língua Encantada para passar o portal das letras e conhecer pessoalmente o Mundo de Tinta.

E com essa resenha eu FINALMENTE termino de falar sobre a trilogia Mundo de Tinta. Não se esqueçam de comentar suas opiniões sobre a trilogia. Compartilhem 

Related posts

Resenha: Piano Vermelho – Josh Malerman

Resenha: Piano Vermelho - Josh Malerman


Resenha: Piano Vermelho - Josh Malerman

Josh Malerman entrou na minha vida com o pé direito, quando eu li “Caixa de Pássaros”. Ainda posso sentir na pele toda a agonia que aquela leitura me causou (vide minha resenha da obra)... Então, assim que “Piano Vermelho” foi lançado, imediatamente entrou na minha lista de desejos. Desta vez...

Resenha do Livro Filhos e Soldados – Bruce Henderson

Resenha do Livro Filhos e Soldados - Bruce Henderson


Resenha do Livro Filhos e Soldados - Bruce Henderson

Hoje vamos comentar sobre um livro incrível, mas eu disse incrível mesmo. Uma obra que conta a valentia de como seis meninos alemães, e ainda por cima, judeus conseguiram fugir da Alemanha Nazista. Isso mesmo, o Livro Filhos e Soldados contém um registro incrível e maravilhoso de como garotos...

RESENHA – TPM, PARA QUE TE QUERO? – JU FERRAZ

RESENHA - TPM, PARA QUE TE QUERO? - JU FERRAZ


RESENHA - TPM, PARA QUE TE QUERO? - JU FERRAZ

Desde pequenas somos vistas como o sexo frágil, histéricas e incapazes de escrever a nossa própria história. Sim, somos bombardeadas por hormônios em todas as fases da nossa vida e precisamos aprender a lidar com isso. Não é fácil! Temos oscilações de humor e às vezes simplesmente não temos...