Título e Capa 4
Escrita / Enredo 2
Originalidade 2
Personagens 1
Final 3

O Clã dos Chatos. Conheci há algum tempo esse livro, adorei a capa, adorei a sinopse, adoreis algumas resenhas que li, aí criei uma bela expectativa de começar a ler esse livro… Nos primeiros capítulos estava maravilhado com Sonea e seus poderes recém-descobertos. Só que após acertar com uma pedra um integrante do Clã, ela ..

Summary 2.4 normal
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 bad

Resenha – O Clã dos Magos [Trilogia do Mago Negro] – Trudi Canavan

O Clã dos Chatos.

RESENHA DO LIVRO O CLÃ DOS MAGOS - TRILOGIA DO MAGO NEGRO - TRUDI CANAVANConheci há algum tempo esse livro, adorei a capa, adorei a sinopse, adoreis algumas resenhas que li, aí criei uma bela expectativa de começar a ler esse livro…

Nos primeiros capítulos estava maravilhado com Sonea e seus poderes recém-descobertos. Só que após acertar com uma pedra um integrante do Clã, ela começa a ser perseguida pelos magos, que não conseguiam sequer acreditar que alguém de fora do clã poderia usar magia… Vejam como a sinopse é boa:

Sinopse:
Todos os anos, os magos de Imardin reúnem-se para purifi car as ruas da cidade dos pedintes, criminosos e vagabundos. Mestres das disciplinas de magia, sabem que ninguém pode opor-se a eles. No entanto, seu escudo protetor não é tão impenetrável quanto acreditam.
Enquanto a multidão é expurgada da cidade, uma jovem garota de rua, furiosa com o tratamento dispensado pelas autoridades a sua família e amigos, atira uma pedra ao escudo protetor, colocando nisso toda a raiva que sente. Para o espanto de todos que testemunham a ação, a pedra atravessa sem difi culdades a barreira e deixa um dos mágicos inconsciente.
Trata-se de um ato inconcebível, e o maior medo da Clã de repente se concretiza: uma maga não treinada está à solta pelas ruas. Ela deve ser encontrada, e rápido, antes que seus poderes fiquem fora de controle e destruam a todos.

Foi aí que o livro se perdeu, a autora coloca uma fuga de Sonea, uma fuga um tanto sem sentido, pois como é que uma garota que sequer sabe usar seus poderes consegue se esconder de um clã dotado de todos os poderes e magias imagináveis e inimagináveis? Pois é, meus amigos, o livro passa mais da metade com ela fugindo do clã, fazendo eles de bobos…  A autora coloca que ela consegue usar um poder, digamos um tanto difícil de usar, que é esconder seus poderes. Pois é, eu tenho a resposta.

Dinheiro. É nisso que muitos autores estão pensando quando escrevem livros. Infelizmente isso é algo que está se tornando comum. Autores escrevem livros para ganhar dinheiro e não pela obra em si, vou citar alguns exemplos: Temos uma série que li, até gostei dela, chama-se The 39 Clues. Já ouviram falar? Creio que sim. Foram 10 livros, e isso na primeira parte da serie… Temos o John Flanagan, com a série de 12 livros (até o momento) Rangers, Ordem dos Arqueiros. Também temos nossa querida e idolatrada autora de os Instrumentos Mortais, Cassandra Clare, com 6 livros, fora o Códex dos Caçadores de Sombras.

Uma série que amo: Os Legados de Lorien de Pittacus Lore, que na verdade são dois autores que usam esse Pseudônimo, com 7 livros, sendo que lançados no brasil temos ainda 6, fora Os Arquivos Perdidos. Rick Riordan com Percy Jackson, Os Heróis do Olimpo e As Crônicas de Kane…

Tenho milhares de exemplos… No entanto, não digo que não sejam bons esses citados acima, pelo contrário, eu amo alguns desses livros e autores, mas o que quero dizer aqui é: Tem autores indo no embalo e escrevendo baboseiras, se enrolando em livros, só para aumentar os ganhos. Posso estar julgando errado, mas a autora se enrolou em algo que poderia ter acontecido em menos páginas. Foi uma leitura maçante e repetitiva, quase cheguei a abandoná-lo, mas fui persistente, até que a Trudi Canavan me recompensou nas últimas páginas, mas mesmo assim a obra me deixou a desejar.

Sonea para ser pega, teve que ser delatada por alguém que considerava ser amigo. Depois conhece o clã, e tem alguns vilões lá, mas boas partes são do bem. Não vou dar mais spoilers da obra, pois muita gente deve apreciar esse tipo de narrativa, mas se não fosse as últimas 70 páginas, que foi quando a autora colocou um suspense e uma narrativa mais fluída, eu não iria ler a continuação, porém, agora o restante da continuação ficará no final da minha lista de leitura, infelizmente.

Espero que no próximo volume a autora me surpreenda mais, pois vai ser difícil ler o último livro da trilogia, pois tem nada menos que: 624 páginas.

RESENHA O CLÃ DOS MAGOS – TRUDI CANAVAN  TRILOGIA O MAGO NEGRO

Related posts

Resenha: A Menina que não Acredita em Milagres

Resenha: A Menina que não Acredita em Milagres


Resenha: A Menina que não Acredita em Milagres

Milagres não existem para pessoas como Campbell. Ela não era alguém que podia arcar com os custos do privilegio da mágica. E com essa crença, ou “ descrença”, se entrega a doença terminal, que pouco a pouco, vai esvaindo a vida de seu corpo, bem como, sua vontade de lutar para permanecer aqui...

Resenha – How To Get Away With Murder (Lições de um Crime)

Resenha - How To Get Away With Murder (Lições de um Crime)


Resenha - How To Get Away With Murder (Lições de um Crime)

Sim, amiguinhos. Limpem o sangue de seus troféus, queimem bem os corpos e venham comigo em mais uma resenha de série aqui no mundo das Resenhas, Hoje vou falar um pouco sobre How To Get Away With Murder, produzida e distribuída pelo canal ABC e com ínicio de exibição na rede globo sob o nome...

Resenha – It, A Coisa – Stephen King

Resenha - It, A Coisa - Stephen King


Resenha - It, A Coisa - Stephen King

"Ele soca postes de montão e insiste que vê assombração" Tenho que respirar fundo antes de começar essa resenha, porque esse livro me tirou completamente o ar! "Este livro foi iniciado em Bangor, Maine, no dia 9 de setembro de 1981, e terminado em Bangor, Maine, em 28 de dezembro de 1985"...