Resenha – Os Legados dos Mortos – Os Legados de Lorien

Resenha por: Wesley Belmonte

Nota: 5


Esse é o terceiro livro spin-off, da série Os legados de Lorien.
Logo no começo me surpreendi, Pensei que seria a história contada pelos membros mortos – tipo diário – Mas não, ela é contada por um Mogadoriano – Adamus, filho de um grande general da raça inimiga.
Logo no início você percebe que ele é diferente de todos os outros Mogs, ele mostra que tem sentimentos. Após matar a Número Um, com alguns experimentos que os Mogadorianos estão fazendo, colocam ele na mente e vida vivida pela Um.
Por alguma falha, acontecem duas coisas, a primeira: ele começa a entender os reais motivos da guerra entre as raças, e vê que o lado certo é dos Gardes; segundo: ele fica em coma por três anos, e com a Número cinco viva em sua mente.
Ele acorda bem a tempo de ver a perseguição contra a Numero Dois.
Ele chega antes dos Mogs onde Cinco está escondida.
Mas seu Amigo Irmão chega antes de eles saírem do local e a mata.
Ele também tenta ajudar o Número Três, mas isso não posso contar que já é o final do livro.
Algo muito interessante do livro é: aprendemos como os Mogs são criados, o que lhe são ensinados, e o porquê eles são uma raça que está em constante crescimento. A menor parte deles nasce naturalmente. Os Mogs guerreiros, são criados em laboratórios, não tem sentimentos e lembranças, são feitos para obedecer e matar os últimos Lorienos vivos.
Esse é o novo diferencial da série.
Cada capítulo contado sobre ele me faz amar ainda mais essa série.
Pra mim, ele é boa sim.

Trecho
“- Isso nunca surpreende a você, a facilidade com que eles nos aceitam como um deles? – Pergunto a Ivan.
– Nunca subestime a estupidez humana.”

Related posts

Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown

Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown


Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown

Para quem gosta de um bom romance com muita aventura, perigo e vampiros, A Menina Mais Fria De Coldtown de Holly Black é uma ótima escolha. Com capítulos intercalados entre os acontecimentos atuais e flashbacks que dão sentido a história, o livro narra em terceira pessoa a história de Tana, uma...

Resenha: O Purgatório Mental – Henrique Medeiros

Resenha: O Purgatório Mental - Henrique Medeiros


Resenha: O Purgatório Mental - Henrique Medeiros

"Em minha última manhã eu percebi que sempre fui o nada que temia me tornar." (Thy Light)  "O Purgatório Mental", trata-se de uma obra nacional de romance/fantasia, que chegou ao mercado literário nesse ano de 2017. O autor, Henrique Medeiros, escreveu a história quando tinha apenas 17...

Resenha: Sono – Haruki Murakami

Resenha: Sono - Haruki Murakami


Resenha: Sono - Haruki Murakami

Um livro muito pequeno, considerando suas poucas 120 páginas, mas com certeza de uma leitura intrigante e definitivamente indispensável. Sono do escritor japonês Haruki Murakami traz o relato de uma mulher aparentemente comum, dona de casa, mãe e mulher, mas com um pequeno detalhe de diferença...