Título e Capa 4
Escrita / Enredo 4
Originalidade 4
Personagens 4
Final 4

Sim amiguinhos. Hoje vamos falar dos heróis que não sangram, mas soltam faíscas. Os heróis que fazem toda uma coreografia para vestir suas roupas. Os heróis com os efeitos especiais mais toscos da TV. Exatamente, vamos falar de Power Rangers. Mais especificamente, Power Rangers: RPM. Vou colocar a sinopse logo abaixo e depois mostrar porque ..

Summary 4.0 Incrível
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 Ruim

Resenha – Power Rangers: RPM

Sim amiguinhos. Hoje vamos falar dos heróis que não sangram, mas soltam faíscas. Os heróis que fazem toda uma coreografia para vestir suas roupas. Os heróis com os efeitos especiais mais toscos da TV. Exatamente, vamos falar de Power Rangers. Mais especificamente, Power Rangers: RPM. Vou colocar a sinopse logo abaixo e depois mostrar porque RPM é a melhor temporada de Power Rangers.

Em um futuro alternativo, um vírus de computador chamado Venjix contamina todos os computadores do mundo todo e criando seus exércitos de soldados robôs que passaram a controlar o mundo. Na cidade protegida de Corinto, um grupo de heróis equipados com alta tecnologia Racing Performance Machines lutam uma batalha desesperada pela sobrevivência como os Power Rangers R.P.M.

Pois bem, já começa pelo fato do mundo ter acabado. Existe apenas um refúgio “seguro” para a humanidade, Corinto. Então não é uma luta para salvar o mundo e sim salvar o que resta da humanidade. Só isso já é uma diferenciação das demais temporadas.

Outro fato muito interessante é, pela primeira vez, os próprios personagens zoarem os fatos da roupa ser de lycra, as coreografias, gritos e explosões ao morfar. Eu realmente queria ver isso.

Outra coisa que eu achei muito boa foi a história do ranger preto. Cara, aquilo é uma coisa muito profunda. Todo o seu drama em descobrir seu passado, aí ele lembra que tem uma irmã, aí essa irmã está sendo controlada pelo Venjix e assim se sucede uma trama muito bem elaborada, muito mais do que qualquer background ranger. E os outros rangers não ficam para trás. Existe um episódio para cada um, mostrando sua história pregressa. Incluindo a Dra. K, a personagem de suporte dos rangers.

Related posts

Crítica: Extinção – Original Netflix

Crítica: Extinção - Original Netflix


Crítica: Extinção - Original Netflix

Muito bem galera,! hoje lhes trago mais uma obra, ou seja lá o que isso tenha sido. Acredito que o filme do qual irei falar hoje entra para a categoria de: você ama ou odeia. Primeiramente vamos começar com a sinopse, que foi o que me cativou e me fez querer assistir o filme, já que em minha...

Resenha – A Morte do Superman (2018)

Resenha - A Morte do Superman (2018)


Resenha - A Morte do Superman (2018)

Em 2016 nós tivemos o que prometia ser o verdadeiro pontapé inicial do universo cinematográfico da DC Comics com Batman vs Superman: A Origem da Justiça. Com decisões de roteiro bastante questionáveis, vemos que esse filme só serviu para trazer mais dúvidas sobre o futuro dos heróis da DC nos...

Falling Skies – Robert Rodat

Falling Skies - Robert Rodat


Falling Skies - Robert Rodat

Há muito gostaria de comentar sobre essa série que foi lançada aqui no Brasil em 2011, no mês de junho. Mas o que se passa nessa série? Lembro que na época o que estava muito em alta era a série The Walkng Dead, dá qual até hoje não consegui completar nem a temporada 3, isso deve ao...