Título e Capa 5
Escrita / Enredo 5
Originalidade 4
Personagens 5
Final 5

“Meu nome é John Smith. Eu sou o Número Quatro. Não tenho nada a perder e esse foi o maior erro deles” E esse é o espírito que perdura por todo o livro Unidos Somos Um, a conclusão épica da série Os Legados De Lorien. Vou colocar a sinopse aqui e logo começo a falar ..

Summary 4.8 great
Título e Capa 5
Escrita / Enredo 5
Originalidade 5
Personagens 5
Final 5
Summary rating from 1 user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 5.0 great

Resenha – Unidos Somos Um

9dfab3cde51d4c34a6089f1233623581“Meu nome é John Smith. Eu sou o Número Quatro. Não tenho nada a perder e esse foi o maior erro deles”

E esse é o espírito que perdura por todo o livro Unidos Somos Um, a conclusão épica da série Os Legados De Lorien. Vou colocar a sinopse aqui e logo começo a falar desse livro.

A guerra está chegando ao fim. Mas o planeta só pode ser salvo se todos se unirem para lutar.

Último livro da série Os Legados de Lorien, Unidos somos um chega à sua conclusão repleto de surpresas e reviravoltas de tirar o fôlego. A guerra entre a Garde e os mogadorianos, que por tanto tempo ocorreu em segredo, tornou-se um conflito global. Agora, os humanos não só precisam lidar com a realidade de que alienígenas existem, mas também que terráqueos estão começando a manifestar poderes sobrenaturais.
Além de adolescentes espalhados por todo o mundo que desenvolveram Legados, a Garde também vai poder contar com o reforço do Exército dos Estados Unidos, que conseguiu reunir uma equipe livre de agentes de infiltrados. No entanto, será necessário proteger esses novos recrutas sem treinamento, já que os mogs parecem interessados demais em usá-los para seus planos misteriosos.
Só que John Smith não é mais o mesmo. Depois de perder as pessoas que mais amava nesse conflito, o Número Quatro não parece disposto a permitir que haja mais vítimas. E com um incrível poder recém-descoberto, John pode ser a arma mais forte contra os mogadorianos.
Mas que sacrifícios serão necessários na batalha final? Será que John abrirá mão da própria vida para proteger os demais? Em um desfecho cheio de ação e decisões difíceis, o destino da Garde nunca mais será o mesmo.

As primeiras cinquenta páginas servem apenas para fazer você chorar igual a uma criança, pois o livro começa pouco tempo depois do final de O Destino Da Número Dez. Guerra é guerra. Haverão baixas, isso é um fato. Mas não quer dizer que não sentiremos essas baixas. Foi isso que os autores quiseram passar no início do livro. Vemos um John amargurado, uma Seis culpada e todos os outros estão quase sem esperanças. Mas, ao decorrer da história, vemos que ainda há esperança, nos lugares mais inusitados possíveis.

Pra quem leu todos os livros e ebooks, é gritante o amadurecimento dos personagens. Cada um deles passou por coisas inimagináveis, que mudou suas vidas. John, Seis, Sam, Nove, Marina, Adam, Malcolm, cada um deles mudou drasticamente. De um modo irreversível.

A história contém vários momentos emocionantes, afinal é o último livro, até onde sabemos, então cada detalhe é precioso. Em uma determinada parte, nós percebemos o quanto é importante parar, por apenas um minuto, e apreciar a vista. Pode ser a vista mais bela do mundo. Pode ser apenas o teto do seu quarto, mas é importante fazer isso. Nunca sabemos quando as coisas vão mudar.

Outra coisa que eu gostei foi da mobilização militar por causa da guerra. Toda uma operação foi montada e, mesmo não sendo o foco, foi algo bem construído. Nós sentimos o peso de toda a operação. E eu gostei do uso de militares aposentados, que não estavam sobre influência dos Mogs.

Não quero dar spoilers sobre o final, nem mesmo alguma esperança, mas a trama é fechada com louvor. Poréeeeeeem, temos alguns ganchos para alguns ebooks no futuro, até porque os próprios autores já informaram que a história ainda não acabou.

Considerações finais

Fico triste por Legados não ter a mesma fama que outras sagas aqui no Brasil, pois é uma série muito interessante de se ler. A leitura é rápida, não cansa em nenhum momento e você se apaixona pelos personagens. Então, corram para as livrarias e comprem Unidos Somos Um.

Essa foi a resenha de hoje. Se vocês curtiram, por favor, comentem suas opiniões. Compartilhem nossas resenhas com seus amigos e se inscrevam no nosso site. Até a próxima.

Related posts

Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown

Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown


Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown

Para quem gosta de um bom romance com muita aventura, perigo e vampiros, A Menina Mais Fria De Coldtown de Holly Black é uma ótima escolha. Com capítulos intercalados entre os acontecimentos atuais e flashbacks que dão sentido a história, o livro narra em terceira pessoa a história de Tana, uma...

Resenha: O Purgatório Mental – Henrique Medeiros

Resenha: O Purgatório Mental - Henrique Medeiros


Resenha: O Purgatório Mental - Henrique Medeiros

"Em minha última manhã eu percebi que sempre fui o nada que temia me tornar." (Thy Light)  "O Purgatório Mental", trata-se de uma obra nacional de romance/fantasia, que chegou ao mercado literário nesse ano de 2017. O autor, Henrique Medeiros, escreveu a história quando tinha apenas 17...

Resenha: Sono – Haruki Murakami

Resenha: Sono - Haruki Murakami


Resenha: Sono - Haruki Murakami

Um livro muito pequeno, considerando suas poucas 120 páginas, mas com certeza de uma leitura intrigante e definitivamente indispensável. Sono do escritor japonês Haruki Murakami traz o relato de uma mulher aparentemente comum, dona de casa, mãe e mulher, mas com um pequeno detalhe de diferença...