Título e Capa 5
Escrita / Enredo 5
Originalidade 5
Personagens 5
Final 5

Crítica do filme, por Neto Pires   Lembro-me da primeira vez que assisti Star Wars no cinema, foi no ano de 1999. Lá estava eu com meu pai e meus 10 anos de idade indo para o  cinema assistir Star Wars episódio 1 16 anos depois e lá estou eu novamente indo assistir um filme ..

Summary 5.0 great
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 bad

Crítica – Star Wars – o Despertar da força

20151019084833!Starwars_06Crítica do filme, por Neto Pires


 

Lembro-me da primeira vez que assisti Star Wars no cinema, foi no ano de 1999. Lá estava eu com meu pai e meus 10 anos de idade indo para o  cinema assistir Star Wars episódio 1

16 anos depois e lá estou eu novamente indo assistir um filme de star Wars. Dessa vez foi o tão aguardado episódio 7 da maior franquia que já existiu. Ver as letras de título “Star Wars” indo para o fundo da tela foi algo maravilhoso! ver toda a introdução do que estava acontecendo foi algo mágico! ver que Luke estava sumido por anos e todos estavam a procura do último jedi foi algo que chamou a atenção!

Conforme o filme foi passando fomos descobrindo que os rebeldes conseguiram mesmo vencer o império galático e restaurar a república galática, agora uma luta entre a nova ordem (remanescentes do império) e a resistência (apoiada pela república) fica cada vez mais violenta e com gosto de vingança para o antigo império. A trama para o novo filme não segue a ordem conhecida nos livros, ou seja, não temos os dois filhos gêmeos de Han e leia, mas tem um filho por aí. há muitas surpresas que acontecem no filme como novos personagens e uma história totalmente original. Dizem que esta história já estava escrita há muito tempo pelo Lucas, mas não foi divulgada nada oficial sobre isso, ou talvez  essa foi história dos defensores do George Lucas. dizem que a Disney recusou o roteiro de George Lucas, mas dizem também que o que ele criou será usado em outras obras que virão. Só iremos saber com o tempo.

O que irá acontecer com os livros e histórias lançadas no Universo expandido? Na verdade elas continuarão as mesmas, mas agora ganharão um selo chamado Legend. Ficarão conhecias como as lendas no mundo Star Wars. Mas ainda assim virão outros livros, digamos que oficiais, que já estão lançados, esses primeiros foram lançados para dar dicas do novo filme, e virão outros muitos livros por aí. Mas não quer dizer que essas histórias contadas serão ignoradas, de certa forma elas ainda serão como base, um exemplo são os livros do Timothy Zahn que são muito bem observadas pelo próprio Lucas e também pelos novos roteiristas.

cena real, sem CGI

cena real, sem CGI

O novo filme foi o que deveria ser os episódios 1,2 e 3. Ou seja, deveriam usar mais cenários reais com explosões reais e momentos reais. Não que essa trilogia dos episódios 1 ao 3 foi péssima, apenas digo que ela deveria ter mais elementos tradicionais ou convencionais para seus efeitos especiais. No novo episódio encontramos esses elementos, vemos Stormtroopers de verdade com suas roupas feitas de verdade, e bom de tiro, vemos explosões preparadas de verdade, vemos pessoas sendo arremessadas da maneira que estamos acostumados. Não quer dizer que não há efeitos de computador, há sim, e muito, mas como disse o J.J Abrams: ” é um filme de Star Wars, é lógico que terão cenas editadas nos computadores”. Mas o que vi foi que eles usaram os computadores quando era preciso, quando não era foi tudo real mesmo, até o BB-8 foi criado de verdade.

Há momentos que daremos risadas, outros que quase choraremos e uma cena em especial que me deixou furioso! fiquei impressionada e recusei em aceitar o que acabara de ver na tela. E falando em tela… o filme tem efeitos 3D do inicio ao fim, sem deixar nem as cinzas voando sem o efeito 3D. Teve momentos que parecia que as naves de batalhas estavam mesmo saindo da tela.

Todos ali, numa millenium falcon de verdade com o Chewie de verdade.

Todos ali, numa Millennium Falcon de verdade com o Chewie de verdade.

Resumindo, foi o melhor filme Star Wars de todos os tempos. Um filme muito bem criado e pensado. Todos os detalhes da Millennium Falcon estavam lá! até as cordinhas dos headphones da sala de controle da nave estavam lá. O canhão laser com sua mira “analógica” estava lá, o jogo de “xadrez” jogado pelo Wookie esteve lá! tudo o que vimos nos antigos filmes esteve lá, até a esfera de treinamento jedi do Luke. Também teve elementos novos, como a pirata espacial de 100 anos e muitos personagens novos. Cada um deles ainda terá mais espaço no novo universo.Enfim! Assistirei muitas e muitas vezes essa obra maravilhosa que concluirá o universo e contará como será de fato o desfecho dessa obra prima que se iniciou em 77!

Crítica-Star-Wars

Related posts

Resenha: Eles Precisam Morrer – Monica Dombroski

Resenha: Eles Precisam Morrer - Monica Dombroski


Resenha: Eles Precisam Morrer - Monica Dombroski

Hoje eu falarei um pouquinho sobre a obra "Eles Precisam Morrer", da autora parceira do Mundo das Resenhas, Monica Dombroski, publicado sob o selo da Chiado Editora. Trata-se de uma ficção com um quê de sinistra e muito suspense. O título, em si, já desperta uma curiosidade enorme em relação...

Resenha: A Menina que não Acredita em Milagres

Resenha: A Menina que não Acredita em Milagres


Resenha: A Menina que não Acredita em Milagres

Milagres não existem para pessoas como Campbell. Ela não era alguém que podia arcar com os custos do privilegio da mágica. E com essa crença, ou “ descrença”, se entrega a doença terminal, que pouco a pouco, vai esvaindo a vida de seu corpo, bem como, sua vontade de lutar para permanecer aqui...

Resenha – How To Get Away With Murder (Lições de um Crime)

Resenha - How To Get Away With Murder (Lições de um Crime)


Resenha - How To Get Away With Murder (Lições de um Crime)

Sim, amiguinhos. Limpem o sangue de seus troféus, queimem bem os corpos e venham comigo em mais uma resenha de série aqui no mundo das Resenhas, Hoje vou falar um pouco sobre How To Get Away With Murder, produzida e distribuída pelo canal ABC e com ínicio de exibição na rede globo sob o nome...