Título e Capa 5
Escrita / Enredo 4
Originalidade 3
Personagens 5
Final 3

******************************NÃO contém spoiler****************************** Eis que eu finalmente assisti a série Titãs da DC/Netflix.  Mesmo sendo muito fã de heróis e super-heróis, costumo ter problemas com séries deste tipo, por muitas vezes me incomodar com os atores escolhidos, com as cenas de ação completamente forçadas, com furos de roteiro e ainda mais com efeitos especiais que ..

Summary 4.0 Incrível
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 Ruim

Titãs (Original DC/Netflix): Um grande acerto da DC.

******************************NÃO contém spoiler******************************

Eis que eu finalmente assisti a série Titãs da DC/Netflix.  Mesmo sendo muito fã de heróis e super-heróis, costumo ter problemas com séries deste tipo, por muitas vezes me incomodar com os atores escolhidos, com as cenas de ação completamente forçadas, com furos de roteiro e ainda mais com efeitos especiais que considero a maioria péssimos. Mas Titãs assim como Demolidor, conseguiu me surpreender em quase todos os quesitos.

A série que tem como foco os super-heróis side-kicks dos principais personagens da DC Comics, traz uma trama misteriosa, com uma ambientação dark, onde o foco é a jornada de autodescoberta e aceitação de Ravena, uma das principais personagens, senão a personagem mais importante da nova era da equipe nos quadrinhos.

Acompanhamos a recusa de Dick Grayson em se aceitar como o Robin, o desespero de Ravena em entender seus poderes e seu propósito no mundo, a busca por respostas de Estelar e o surgimento de Mutano, muitas vezes o alívio cômico da série, o que não significa que ele não tenha seus momentos dramáticos. O roteiro é muito bom e as atuações são de alto nível. As cenas de ação estão bem dirigidas e as coreografias não soam como deslocadas.

(Fonte: https://legiaodosherois.uol.com.br)

Anna Diop, a atriz escolhida para ser Estelar, que sofreu ataques racistas de supostos fãs dos heróis, prova que foi uma escolha mais que acertada. Está segura no papel, demonstra força e sensualidade com equilíbrio, o que muito me agradou. Brenton Thwaites, claramente nasceu para ser o Robin. Fiquei impressionado com sua atuação e como ele me passou segurança, mostrando ser a personificação do herói. Ryan Potter está ok no papel de Mutano; está bom, mas poderia ter sido muito melhor. Isso não se deve pela sua atuação, mas muito mais por sua caracterização. Queria ter visto o personagem com características mais clássicas… verde, com orelhas pontudas, com dentes afiados e por aí vai. E sim, eu também gostaria de ter visto a Estelar laranja. Mas este meu incômodo foi superado com a atuação da atriz que me fez surtar. Nada tem a ver com o fato de Anna Diop ser negra, vamos parar de “mi mi mi. ” Eu me incomodo com mudanças de etnias de personagens independente de qual etnia seja. Assim como ficaria irritadíssimo se tivesse visto um Hulk branco nos cinemas. Se ele é verde nos quadrinhos, quero ele verde em sua versão live-action também. E dificilmente essa minha opinião irá mudar. Fora esta minha reclamação sobre a personagem em questão, gostei de todo o resto e não entendi as demais reclamações dos “fãs” da personagem; que reclamaram também de seus cabelos cacheados. Vamos lá… A versão da série é claramente inspirada em sua versão clássica, criada em 1980, onde ela foi sim inspirada na etnia negra e portanto, possuía sim cabelos cacheados. Reclamar de tal característica só prova que muitos se consideram fãs e nem sequer conhecem uma de suas versões mais famosas. E para completar o núcleo principal, Teagan Croft, a poderosa Ravena, está muito bem também no papel… mas ainda quero ver a personagem mais introspectiva, com um semblante mais entediado.

A inserção de outros personagens como Moça-Maravilha, Columba, Rapina também funciona e as atuações estão muito boas, como todas as outras. Menções aos grandes chega a dar arrepios e o último episódio me fez pular de alegria ao mostrar o meu vilão favorito dos quadrinhos, o qual eu inclusive venero e considero a criação mais icônica de todas.

“Ressalvas importantes”:

1 – Alguns episódios quebram o ritmo narrativo, mas são de extrema importância. Pois servem para solidificar os relacionamentos dos personagens e validar seus psicológicos.

2 – O que é aquele Trigon (pai da Ravena) que surge na série? Nada imponente e com uma atuação fraca. Quero o Trigon em sua forma original, de maneira que me deixe assustado com sua aparição. O Trigon que surgiu me decepcionou, assim como a última cena. Não posso entrar em detalhes, mas para mim o último minuto não me impactou.

3 – Os uniformes de Rapina e Columba me soaram em alguns momentos artificiais demais. Poderiam ter sido um pouco mais reais. Enfim…

A série Titãs é um grande acerto da DC e uma das melhores séries de heróis já produzida. Tem problemas, mas vale a pena investirmos nosso tempo em conferi-la. É divertida, obscura e bem desenvolvida. Pra quem é fã do gênero, esta série não pode ser deixada de lado.

Related posts

Capitã Marvel: Muito mais do que apenas fraco.

Capitã Marvel: Muito mais do que apenas fraco.


Capitã Marvel: Muito mais do que apenas fraco.

******************************NÃO contém spoiler****************************** Muita gente está afirmando que Capitã Marvel, o mais novo filme do universo Marvel nos cinemas, é ruim. E eu irei reiterar esta opinião. Ou melhor, o filme não é ruim, ele péssimo! Sendo o primeiro filme da Marvel...

Alita: Anjo de Combate

Alita: Anjo de Combate


Alita: Anjo de Combate

******************************NÃO contém spoiler****************************** Adoro "ficção-científica", ambientação "cyberpunk" e ação; elementos estes que costumam me hipnotizar. Com James Cameron como produtor (diretor de Titanic e Avatar), Robert Rodrigues na direção (diretor da antologia...

O Doutrinador – Gustavo Bonafé

O Doutrinador - Gustavo Bonafé


O Doutrinador - Gustavo Bonafé

Muito bem, meu amigos, hoje iremos falar sore o anti-herói mais querido de todo o Brasil. Sim, um herói-Tupiniquim. Toda vez que ouvimos a palavra herói sempre nos remete aos heróis de capa, ou não, de que já conhecemos graças a Marvel e a DC. mas e sobre o herói. Mas já ouviu falar sobre...