Mundo das Resenhas
A Dança da Floresta | Juliet Marillier A Dança da Floresta | Juliet Marillier
4
******************************NÃO contém spoiler****************************** Editora: Prumo Autora: Juliet Marillier / Gênero: Fantasia juvenil / Idioma: Português / 376 páginas Piscul Dracului, lar de cinco irmãs... A Dança da Floresta | Juliet Marillier

******************************NÃO contém spoiler******************************

Editora: Prumo

Autora: Juliet Marillier / Gênero: Fantasia juvenil / Idioma: Português / 376 páginas

Piscul Dracului, lar de cinco irmãs que juntas descobrem a passagem para um lugar habitado pelas mais diversas criaturas mágicas de nosso imaginário. Uma floresta onde a magia flui como as águas de um oceano e onde o mal espreita sorrateiramente. Entre anões, fadas e seres da noite, A Dança da Floresta da premiada autora Juliet Marillier nos leva a uma jornada encantadora sobre amizade, confiança, amor e fé. Uma trama em que a magia se molda e nos molda conforme a narrativa vai se desenvolvendo de forma doce, sutil e imersiva, onde os personagens nos despertam empatia e nos fazem sentir suas aflições que transbordam das páginas através de seus anseios, medos e inseguranças.

Transitando entre o mágico e o real, A Dança da Floresta nos encanta pela sutileza e personagens infantis, que com suas ingenuidades e deslumbramentos pelo mágico nos imerge em um mundo que parece pulsar e ganhar vida além da imaginação proposta. Assim como As Crônicas de Nárnia de C. S. Lewis, a obra de Juliet Marillier apresenta um novo mundo muito bem descrito, que desperta curiosidade e fascínio através de uma escrita que corrobora toda a aura mágica da história em si.

Com personagens muito bem delineados, a autora nos entrega uma trama que navega por temas diversos, que sustentam a narrativa e que trazem camadas textuais interessantes a serem destrinchadas. Apesar de se tratar de um romance voltado para um público bem mais jovem e repleto de obviedades, a fantasia de Marillier não perde força com o virar das páginas e nos leva por esta deslumbrante jornada de forma em que as respostas já esperadas  pelos atentos leitores, continuam interessantes mesmo que não causem a sensação de espanto. Um ponto que demonstra o quão excepcional é Juliet Marillier e sua forma de contar tão fascinante história.

Com uma protagonista feminina de personalidade forte, a autora vai tecendo uma narrativa sobre amadurecimento e descobertas – e autodescobertas –  que causam empatia e nos fazem devorar páginas e mais páginas de forma frenética. Acostumado e consumidor de fantasias adultas mais densas que me exigem mais, tanto mentalmente como emocionalmente, A Dança da Floresta me surpreendeu e me envolveu de forma que poucas histórias juvenis óbvias conseguem exercer de forma tão certeira. Não que me tenha sido uma leitura perfeita a qual avalio com a nota máxima. Apesar de ter me apegado aos personagens e ao mundo proposto, considerei a personagem central lerda demais, e por vezes, limitada racionalmente.

Em contrapartida, temos um vilão espetacular, muito bem trabalhado e que se posiciona de forma a trazer tensão e emoção para a trama. O companheiro da protagonista também é excelente e alguém impossível de não nos encantar. Um sapo falante e inteligente que serve de contraponto e complemento para a mocinha e heroína, formando uma dupla que nos entrega bons momentos. Os demais personagens também são incríveis e exercem com maestria seus papéis, nos envolvendo em suas tramas e subtramas onde a magia toma diversas formas e significados. A Dança da Floresta é a típica história que remodela a sensação que obras como essa costumam nos despertar, ultrapassando simples análises e avaliações. Indico de olhos fechados esta que é uma obra de ressignificações, aprendizado e recomeços.

PS. A Dança da Floresta ganhará uma nova edição, de capa dura e com ilustrações, prevista para ser lançada em julho deste ano. A mesma será produzida pela editora Wish e faz parte de  um projeto de apoio do Catarse. A capa será a mesma a qual utilizei como capa de divulgação desta resenha.

Lançado na década de 2000, o livro ganhou os prêmios de Melhor Fantasia do Prêmio Aurealis (2006), Melhor Ficção Jovem-Adulta do Prêmio Beehive Book (2009), Melhor livro para jovens adultos pela Young Adult Library Services Association (2007) e foi incluso no quadro de livros americanos para jovens adultos pela Council Oustanding International Book em 2008.

[Informações retiradas do site: https://coletivonerd.com.br/a-danca-da-floresta/]

Você também pode avaliar a obra, vote! .
0 / 5 Avaliações: 4 2

Your page rank:

Compartilhe
Share

Fernando Lafaiete

O que vocês devem saber sobre mim? Me Chamo Fernando Henrique Lafaiete, mas vocês podem me chamar de China. Apelido este, dado pelos meus melhores amigos. Sou viciado em leitura, sou poliglota, auditor de hotel, professor de inglês, fã de fantasia, fã de livros policiais, fã de YA, fã terror e fã de clássicos. Luto ao máximo contra o preconceito literário que alimenta a conduta dos pseudo-intelectuais e sou fã de animes e qualquer coisa que envolva super-heróis. Amo escrever todo tipo de texto, em especial resenhas. Espero que minhas opiniões sejam de alguma valia para todos que tiverem acesso as mesmas. Sou sempre sincero e me comprometo a dividir minhas opiniões da maneira mais verdadeira possível. Agradeço o convite para fazer parte do grupo de resenhistas do site e que minha presença aqui seja duradoura.

0 0 votos
Article Rating
Inscrever.
Notificação de:
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Share
0
Adoraria ver seu comentário ♥x
()
x
%d blogueiros gostam disto: