Mundo das Resenhas
A Mercadoria Mais Preciosa: Uma fábula sobre o Holocausto. A Mercadoria Mais Preciosa: Uma fábula sobre o Holocausto.
4
*******************************NÃO contém spoiler****************************** Autor: Jean-Claude Grumberg Editora: Todavia / Gênero: Fábula – Conto / Idioma: Português / 70 páginas Iniciar a leitura de “A... A Mercadoria Mais Preciosa: Uma fábula sobre o Holocausto.

*******************************NÃO contém spoiler******************************

Autor: Jean-Claude Grumberg

Editora: Todavia / Gênero: Fábula – Conto / Idioma: Português / 70 páginas

Iniciar a leitura de “A Mercadoria  Mais Preciosa”, a “fábula” de Jean-Claude Grumberg foi uma das escolhas mais assertivas que fiz como leitor. Com muita sensibilidade, o autor tece uma narrativa comovente que nos envolve e nos emociona de forma direta e desde o início da leitura. Sua escrita fácil e seu desenvolvimento rápido nos puxa para a narrativa e nos imerge em uma trama repleta de reflexões necessárias que agregam muito, e que fazem a emoção da história transbordar das páginas nos deixando presos à leitura.

Situado no período da Segunda Guerra Mundial e tendo como um de seus principais temas o holocausto, o conto do autor francês é recheado de críticas ao sistema pré-julgatório da época, sem pesar a mão e sem perder a ternura e leveza da escrita. Com bons personagens e uma linguagem fácil de ser digerida, Grumberg nos entrega uma história de superação, fé, amor ao próximo, preconceito e perdão. Diante de tantas atrocidades é possível o amor vencer? Uma questão cuja resposta é bem desenvolvida pelo autor apesar das singelas 70 páginas.

“Em cada estação onde o trem parava, livravam-se dos mortos, e o trem tornava a partir com os sobreviventes. Às vezes partia no outro sentido, andava na direção contrária. O trem não ia para lugar nenhum, o único objetivo da viagem era este: jogar na plataforma, em cada estação…”

Com maestria, o premiado escritor francês conquista pela simplicidade e pela capacidade de retratar de forma simples um doloroso período histórico. De uma edição primorosa à uma história comovente, a fábula de Jean-Claude Grumberg é o tipo de leitura que acalenta, que revolta, que emociona e que nos deixa pensativos. Trata-se de uma mensagem profunda que deve ser lida e digerida de forma a nos marcar em todos os cernes de nosso ser.

Se me perguntassem sobre como exatamente eu resumiria o conto aqui resenhado, eu afirmaria sem medo de errar que trata-se do amor. Pois como diz o próprio autor da obra…“O amor, o amor oferecido às crianças, às suas como às dos outros. O amor que faz com que, apesar de tudo o que existe, e de tudo o que não existe, o amor que faz com que a vida continue.”

 

 

Você também pode avaliar a obra, vote! .
0 / 5 Avaliações: 0

Your page rank:

Compartilhe
Share

Fernando Lafaiete

O que vocês devem saber sobre mim? Me Chamo Fernando Henrique Lafaiete, mas vocês podem me chamar de China. Apelido este, dado pelos meus melhores amigos. Sou viciado em leitura, sou poliglota, auditor de hotel, professor de inglês, fã de fantasia, fã de livros policiais, fã de YA, fã terror e fã de clássicos. Luto ao máximo contra o preconceito literário que alimenta a conduta dos pseudo-intelectuais e sou fã de animes e qualquer coisa que envolva super-heróis. Amo escrever todo tipo de texto, em especial resenhas. Espero que minhas opiniões sejam de alguma valia para todos que tiverem acesso as mesmas. Sou sempre sincero e me comprometo a dividir minhas opiniões da maneira mais verdadeira possível. Agradeço o convite para fazer parte do grupo de resenhistas do site e que minha presença aqui seja duradoura.

Deixe uma resposta para Paulo Silva Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share
%d blogueiros gostam disto: