Mundo das Resenhas
Resenha Literária – livro “Memórias de minhas putas triste” de Gabriel García Marquéz
      “Comecei por me perguntar quando tomei consciência de ser velho, acho que foi pouco antes daquele dia  (…) E me acostumei a despertar cada dia com uma dor diferente que ia mudando de lugar e forma, à medida que passavam os anos.”   “(…) tomei consciência... Read more
Relato de experiência literária – “Pedro Páramo” de Juan Rulfo
Apenas por hoje esqueceremos as resenhas e o tom de crítica que, por ventura, essas assumam. Encaremos tudo como uma troca de experiência entre leitores. Descobri Juan Rulfo por indicação do grande Gabriel García Márquez que fazia questão de cita-lo como uma fonte de inspiração para suas grandes criações.... Read more
Saramandaia Russa – O mestre e a Margarida
“O caminho lunar tão esperado pelo procurador estendeu-se diretamente até esse jardim, e o cachorro de orelhas pontiagudas foi o primeiro que se pôs a correr por ele. O homem de manto branco com a barra cor de sangue levantou-se da poltrona e gritou algo com a voz rouca... Read more
O complexo dos Buendía
“Onze anos atrás (1971), o chileno Pablo Neruda, um dos brilhantes poetas de nosso tempo, iluminou este público com suas palavras. Desde então, os europeus de boa vontade – e às vezes aqueles de má vontade também – têm sido arrebatados, com cada vez mais força, pelas novidades fantásticas... Read more
“Um brinde a fitafuso” – Cartas de um diabo a seu aprendiz
E se de fato o diabo existisse e com ele todo conjunto fundamentador da teoria cristã? E mais, e se viesse a tona o lado exigente do senhor das trevas ao descobrir-se que ele prioriza o treinamento de seus colaboradores espirituais por meio de setores especializados que visam a... Read more
Olhos de ressaca russos – Lolita de Vladimir Nabokov
CONFIRA TAMBÉM A RESENHA DE DOM CASMURRO CLICANDO AQUI *** A produção literária sempre esteve atrelada a história da civilização humana como forma de manifestação cultural e perpetuação de conhecimentos. Com o passar dos séculos, foi lapidada e aperfeiçoada para representar, por meio das palavras, os avanços – a... Read more
SEGURE A SUA TOALHA, APERTE OS CINTOS E NÃO ENTRE EM PÂNICO
Imagine que em uma bela quinta-feira ensolarada, protestando sobre uma poça de lama pela integridade de sua casa, você descubra que a Terra simplesmente deixará de existir para dar lugar a passagem de uma via hiperespacial. Paralelo a isso, você também descobre que seu amigo esquisito é um alienígena... Read more
O naturalismo de Aluísio Azevedo
A obra “O cortiço”, do autor Aluísio Azevedo, datada ao final do século XIX (1890), é um marco para o naturalismo brasileiro, tendo como base o realismo/naturalismo francês, representado, principalmente, por Émile Zola e Flaubert, e pelo português Eça de Queiroz, em histórias marcantes como Madama Bovary e O... Read more
Share