Título e Capa 5
Escrita / Enredo 5
Originalidade 4
Personagens 4
Final 5

Séries envolvendo adolescentes e assassinatos tem feito muito sucesso nos últimos anos e a Netflix aposta mais uma vez neste tipo de narrativa cheia de mistério e questões sociais. Dessa forma, “The Forest”, série francesa de drama policial, criada por Delinda Jacobs e dirigida por Julius Berg, traz uma abordagem diferente para a onda de ..

Summary 4.6 Incrível
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 Ruim

CRÍTICA – O BOSQUE – DELINDA JACOBS E JULIUS BERG

Séries envolvendo adolescentes e assassinatos tem feito muito sucesso nos últimos anos e a Netflix aposta mais uma vez neste tipo de narrativa cheia de mistério e questões sociais.

Dessa forma, “The Forest”, série francesa de drama policial, criada por Delinda Jacobs e dirigida por Julius Berg, traz uma abordagem diferente para a onda de assassinatos e sumiços da pequena cidade de Montfaucon, localizada no sul da França.

A série começa fazendo uma pequena e rápida apresentação dos principais personagens, em seguida, numa dramática reviravolta, a personagem Jennifer, de apenas 16 anos, desaparece no bosque. Minutos antes de desaparecer, ela liga para a sua professora, Éve (Alexia Barlier) – que sempre manteve amizade com os alunos – a fim de pedir ajuda, embora não consiga, Éve consegue identificar barulho de água corrente e imediatamente vai à polícia local.

Em meio ao desaparecimento da adolescente, Virginie (Suzanne Clément), policial há anos na delegacia, não acredita, achando que se trata de alguma brincadeira, porém, o novo chefe, Gaspard (Samuel Labarthe), que tem experiência fora da pequena cidade, decide investigar o caso.

Conforme a série segue, mostrando outros personagens e o começo da investigação, até então de desaparecimento, outras situações intrigam o espectador, como o fato do armário pichado de Jennifer com uma ameaça de morte e, suas duas amigas, Océane e Maya, que aparentemente estão preocupadas e tentam esconder algo que as três fizeram.

Além do desaparecimento de Jennifer, a série mostra outras questões preocupantes e sociais envolvendo os personagens. Océane tem um pai violento e alcoólatra, no passado foi preso por assassinato e, constantemente, aparenta esconder um segredo. Maya é filha adotiva da policial Virginie e de seu marido, Vicent (Fréderic Diefenthal). Ela sempre teve uma vida normal, mas um segredo a faz desejar fugir de casa.

Ao longo da série descobrimos que Éve, a professora, também tem um passado triste. Foi abandonada quando criança e encontrada pelo médico local, que a adotou e cuidou até então. Éve passou a infância na floresta, por isso conhece tão bem o local e ajuda muito nas investigações policiais.

Quando finalmente encontram Jennifer, morta na floresta, as investigações de assassinato aumentam e todos da cidade parecem suspeitos, principalmente, porque as amigas da vítima, Óceane e Maya também somem e ninguém consegue encontrá-las e, para piorar, crimes do passado são relembrados.

The Forest é sem dúvida uma ótima escolha para amantes de séries dramáticas e policiais. Após assistirem, deixem a opinião nos comentários.

CRÍTICA DO FILME THE FOREST – NETFLIX

Compartilhe
Share

Related posts

CRÍTICA – LABIRINTO VERDE 1ª TEMPORADA

CRÍTICA - LABIRINTO VERDE 1ª TEMPORADA


CRÍTICA - LABIRINTO VERDE 1ª TEMPORADA

Imagine morar numa pequena cidadezinha onde não há sinal de GPS, telefones que funcionem direito e com uma internet que não é das melhores. Onde uma família poderosa domina as principais fontes de renda, a prefeitura e a maioria das pessoas e, para piorar, com um grande índice de assassinatos e...

3%  Terceira Temporada (Série original Netflix)

3% Terceira Temporada (Série original Netflix)


3% Terceira Temporada (Série original Netflix)

Quem diria, minha gente, que uma série brasuca seria tão bem falada mundialmente? Pelo menos foi na primeira e segunda temporada. Me parece que nessa terceira temporada os ânimos de alguns canais e noticias não estão tão empolgados. Mas na minha opinião a terceira temporada veio num ritmo...

CRÍTICA – RIVERDALE 3ª TEMPORADA – ROBERTO SACASA E GREG BERLANTI

CRÍTICA - RIVERDALE 3ª TEMPORADA - ROBERTO SACASA E GREG BERLANTI


CRÍTICA - RIVERDALE 3ª TEMPORADA - ROBERTO SACASA E GREG BERLANTI

Que Riverdale nunca fica em paz, isso já percebemos desde a 1ª temporada, mas agora, além de todas as tramas envolvendo os vilões Hiram Lodge, Hermione Lodge, Penelope Blossom, Claudius Blossom, Hal Cooper, Penny Peabody e as Irmãs silenciosas, ainda há novos personagens e situações que...

Leave a comment