Título e Capa 5
Escrita / Enredo 1
Originalidade 1
Personagens 1
Final 1

******************************NÃO contém spoiler****************************** (CONFIRA A RESENHA DA HQ POLAR CLICANDO AQUI) *** Autor: Andy Schmidt Editora: IDW Publishing / Idioma: Inglês / Gênero: Policial noir / 125 páginas (também encontrado dividido em 5 volumes de 25 páginas cada 1) Histórias de vingança costumam me atrair independente de qual mídia seja utilizada para contá-las. Normalmente seguem ..

Summary 1.8 fraco
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 Ruim

(HQ) Five Days to Die (5 Dias Para Morrer): Quase morri de tédio lendo!

******************************NÃO contém spoiler******************************

(CONFIRA A RESENHA DA HQ POLAR CLICANDO AQUI)

***

Autor: Andy Schmidt

Editora: IDW Publishing / Idioma: Inglês / Gênero: Policial noir / 125 páginas (também encontrado dividido em 5 volumes de 25 páginas cada 1)

Histórias de vingança costumam me atrair independente de qual mídia seja utilizada para contá-las. Normalmente seguem padrões bem estabelecidos que costumam se repetir em suas narrativas, mas ainda assim é algo que costumo não me incomodar. Logo que me deparei com “5 Dias Para Morrer” de Andy Schmidt, sabia que não a deixaria passar, e foi o que realmente fiz. A HQ é interessante, mas lamento dizer que é muito fraca em execução.

Logo após sofrer um acidente de carro que possui claras evidências de um atentado, o detetive Ray Crisara se vê perdido em ódio, rancor e o desejo insano por vingança. Tendo que lidar com a morte da esposa que o acompanhava, vendo sua filha internada e traumatizada e tendo que lidar com a iminente possibilidade de morrer em cinco dias devido a uma grave sequela em sua cabeça, Crisara resolve iniciar uma caçada atrás dos responsáveis. Tendo certeza que o mandante é o rei do crime da sua cidade o qual ele investigava; o personagem central inicia uma vingança regada de ações desenfreadas.

A colorização muito me lembrou a da HQ de Victor Santos, Polar (mas aqui ela é aparece como um ponto negativo). É escura de tal forma a se tornar impossível visualizarmos as fisionomias dos personagens, dificultando também a visualização de alguns momentos de ação. Outra semelhança é a presença do vermelho apenas para destacar o sangue nas cenas de tiroteio, deixando para os demais momentos da história a prevalência do preto e branco. O clima também é bem parecido já que ambas as HQs fazem parte do gênero noir. Apesar dessas e de diversas outras semelhanças, “5 Dias Para Morrer” não consegue decolar como a bem-sucedida HQ de Santos. Tem um plot óbvio demais, que é tão mal trabalhado e moldado pelo autor, que o grande plot-twist do desfecho quase salta das páginas logo no início da trama. Achei tudo tão óbvio, que o final não conseguiu me impactar. Os personagens são ruins, não há background algum que nos faça torcer por eles, o que prejudica também a verossimilhança de suas relações; além do ar de monotonia não abandonar a trama por mais que o personagem se movimente e aja o tempo inteiro. Acredito que como adaptação cinematográfica funcionaria. Mas como HQ achei cansativa, repetitiva e sem energia. Início promissor, arte ruim, colorização péssima e desenvolvimento mal roteirizado. “5 Dias Para Morrer” é o tipo de história que me despertou a sensação de tempo perdido.  NÃO INDICO!

Compartilhe
Share

Related posts

RESENHA – NASCIDA À MEIA NOITE – C.C. HUNTHER

RESENHA - NASCIDA À MEIA NOITE - C.C. HUNTHER


RESENHA - NASCIDA À MEIA NOITE - C.C. HUNTHER

“Kylie Galen está na pior. Seus pais vão se divorciar, seu namorado acaba de romper com ela e, uma noite depois de ser presa por estar na festa errada, com as pessoas erradas e na hora errada, sua mãe a manda para Shadow Falls -um acampamento para adolescentes problemáticos, localizado numa...

Macunaíma: O retrato cultural de uma nação

Macunaíma: O retrato cultural de uma nação


Macunaíma: O retrato cultural de uma nação

******************************NÃO contém spoiler****************************** Macunaíma: O Herói Sem Nenhum Caráter Autor: Mário de Andrade Editora: Penguin Companhia / Gênero: Clássicos brasileiros / Idioma: Português / 232 páginas Bordão do protagonista: "Ai que...

Pequenas Realidades: Bizarro, medíocre & decepcionante.

Pequenas Realidades: Bizarro, medíocre & decepcionante.


Pequenas Realidades: Bizarro, medíocre & decepcionante.

******************************NÃO contém spoiler****************************** Autora: Tabitha King / Tradução: Regiane Winarski Editora: Darkside Books / Gênero: Thriller Psicológico / Idioma: Português / 420 páginas Publicado pela primeira vez no Brasil em 1985 pela extinta editora...

Leave a comment