Título e Capa 4
Escrita / Enredo 4
Originalidade 4
Personagens 4
Final 4

Autor: Ailton Krenak Editora: Companhia das Letras / Literatura indígena / 64 páginas No dia 12 de março de 2019, Ailton Krenak, o famoso escritor indígena, proferiu em Portugal a palestra intitulada “Ideias Para Adiar o Fim do Mundo”. Assim como quem decide ler as transcrições expostas no livro, e assim como os participantes do ..

Summary 4.0 Incrível
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 Ruim

Ideias Para Adiar o Fim do Mundo – Ailton Krenak | O Mundo é muito mais do que o lugar que habitamos.

Autor: Ailton Krenak

Editora: Companhia das Letras / Literatura indígena / 64 páginas

No dia 12 de março de 2019, Ailton Krenak, o famoso escritor indígena, proferiu em Portugal a palestra intitulada “Ideias Para Adiar o Fim do Mundo”. Assim como quem decide ler as transcrições expostas no livro, e assim como os participantes do evento, acredito eu; me perguntei quais seriam as ideias compartilhadas e que reflexões elas suscitariam. Afinal de contas, qual a razão de adiarmos um fim que “desconhecemos”? O mundo está de fato acabando e não nos demos conta disso?

Com uma escrita bastante simples e por vezes metafórica, o autor expõe de forma irônica e bastante provocativa questionamentos acerca de nosso descaso com o ambiente que nos cerca. Desrespeitando culturas, ancestralidades e nos colocando no centro de tudo, ignoramos a natureza, a tratando exclusivamente como um meio para alcançarmos um fim. Entre ambições que alimentam dia-a-dia o capitalismo enraizado na sociedade, nos preocupamos com nossos meios lucrativos sem percebermos que enquanto vivemos, o mundo morre.

As percepções e debates propostos por Krenak, nos deixa pensativos sobre nossas arrogâncias humanas e o quanto nossas ideias egocêntricas  podem vir a prejudicar a todos, incluindo as novas gerações. Que mundo deixaremos para os que hoje nascem? Que ideias perpetuamos todos os dias e quais comportamentos podemos mudar a fim de preservarmos o mundo que habitamos? Talvez seja o momento para pararmos pra pensar sobre tão importantes indagações. A obra publicada pela Companhia das Letras em 2019 também traz as transcrições de “Do Sonho e da Terra”, palestra de 6 de maio de 2017, onde o autor se aprofunda em questões sobre povos indígenas e o quanto eles são constantementes ignorados e ridicularizados, tendo suas formas de enxergar o mundo como algo a se tranformar em piadas. O livro é finalizado com “A Humanidade Que Pensamos Ser”, a transcrição da entrevista dada pelo autor para os jornalistas Rita Natálio e Pedro Neves no ano de 2017 em Lisboa. No referido bate-papo o autor reforça a ideia que dá início a este paragráfo: “Que mundo deixaremos para as próximas gerações? Que tipo de humanidade somos?”

“Como justificar que somos uma humanidade se mais de 70% estão totalmente alienados do mínimo exercício de ser? […]”

Considerado uma das maiores lideranças da população indígena do nosso país, Ailton Krenak é um exemplo de homem, de escritor, de pensador e de criador de ideias capazes de nos mudar, por dentro e por fora. Enquanto vivemos nossas vidas sem pensarmos no amanhã que seja o além do nosso amanhã (um comportamento quase nulo na sociedade atual, onde o egoísmo prevalece), o mundo chora a lenta morte que o consome. O mundo se aproxima sim cada dia mais de seu fim, e salvá-lo só depende de nós. Se o mundo chora, iremos chorar com ele. Se o mundo sangra, sangraremos com ele. E se o mundo quer viver, lutaremos e viveremos com ele. Ailton Krenak tem razão e apesar das diversas adversidades do dia-a-dia, devemos alimentar ideias que adiem o fim do mundo!

O vídeo abaixo é longo, mas vale a pena. Ailton Krenak dá um show de sabedoria.

Avaliação:

0 / 5 Avaliação: 0
Compartilhe
Share

Related posts

A Musa dos Pesadelos (Um Estranho Sonhador #02) | Laini Taylor

A Musa dos Pesadelos (Um Estranho Sonhador #02) | Laini Taylor


A Musa dos Pesadelos (Um Estranho Sonhador #02) | Laini Taylor

*****************************NÃO contém spoiler******************************* CONFIRA  A RESENHA DA TRILOGIA FEITA DE FUMAÇA & OSSO CLICANDO AQUI CONFIRA A RESENHA DE UM ESTRANHO SONHADOR CLICANDO AQUI Autora: Laini Taylor Editora: Universo dos Livros / Gênero: Fantasia YA / Idioma...

Os Instrumentos Mortais – Cassandra Clare | Vale a pena a leitura? #24

Os Instrumentos Mortais - Cassandra Clare | Vale a pena a leitura? #24


Os Instrumentos Mortais - Cassandra Clare | Vale a pena a leitura? #24

******************************NÃO contém spoiler****************************** Autora: Cassandra Clare Editora: Galera Record / Gênero: Fantasia Urbana / Idioma: Português  Desde 2007 ouvesse falar de Cassandra Clare e de seus caçadores de sombras. Hypado muito antes de chegar ao Brasil...

A Troca – Beth O’Leary | Uma história profunda em sua simplicidade.

A Troca - Beth O'Leary | Uma história profunda em sua simplicidade.


A Troca - Beth O'Leary | Uma história profunda em sua simplicidade.

********************************NÃO contém spoiler******************************* CONFIRA A RESENHA DE TETO PARA DOIS CLICANDO AQUI Autora: Beth O'Leary Editora: Intrínseca / Gênero: Romance - Drama / Idioma: Português / 352 páginas Leena Cotton e Eileen Cotton, neta e avó; a primeira...

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.