Mundo das Resenhas
(HQ) Mulher-Maravilha: DC Renascimento 1-12 (HQ) Mulher-Maravilha: DC Renascimento 1-12
******************************NÃO contém spoiler****************************** (CONFIRA A RESENHA DE “TITÃS: DC RENASCIMENTO 1-19” CLICANDO AQUI) *** Roteirista: Greg Rucka / Desenhistas: Liam Sharp & Nicola Scott... (HQ) Mulher-Maravilha: DC Renascimento 1-12

******************************NÃO contém spoiler******************************

(CONFIRA A RESENHA DE “TITÃS: DC RENASCIMENTO 1-19” CLICANDO AQUI)

***

Roteirista: Greg Rucka / Desenhistas: Liam Sharp & Nicola Scott

Editora: Panini Comics / 276 páginas (12 volumes)

Ler Mulher-Maravilha: DC Renascimento me desperta sentimentos conflituosos. Não acho as histórias sensacionais como deveriam ser e por mais que eu tente, meu lado fã, como alguém que a considera a melhor personagem feminina dos quadrinhos de super-heróis, não permite que eu releve algumas coisas. A trama mescla duas linhas temporais e dois arcos que se fundem dando origem a uma única narrativa. O início é bem confuso, já que logo no primeiro quadrinho temos mudanças temporais que muitas vezes ocorrem na mesma página. E o pior é que o espaçamento de um tempo pra outro, que deveria servir de contextualização para o leitor, é quase inexistente. Uma falha, ao meu ver, muito grave.

Com roteiro de Greg Rucka (cujo quadrinista não é dos meus favoritos), a história é pouco cativante e empolgante. As cenas de ação são quase nulas e quando aparecem, não despertam tanta emoção e adrenalina, fora algumas poucas exceções. Em Mulher-Maravilha: DC Renascimento temos o encontro de Diana e Steven Trevor, sua inserção no mundo dos humanos, sua dificuldade em se comunicar, a origem da Mulher-Leopardo (vilã do próximo filme da heroína), mistérios envolvendo as dificuldades da personagem em voltar para Themyscira, e cenas que já considero clássicas, que inclusive inspiraram e são quase idênticas algumas que aparecem em seu filme solo e no “fracassado” e mais que criticado Liga da Justiça.

Como se trata de duas narrativas que vão se intercalando entre um quadrinho e outro, temos também dois artistas diferentes trabalhando com Rucka. Portanto, vamos nos deparando com dois traços diferentes. Os traços de Liam Sharp, o qual nos deparamos logo no primeiro quadrinho (e que reencontramos nos quadrinhos de números impares) é bom. Mostra uma Mulher-Maravilha com fisionomias belíssimas, que chegam inclusive a hipnotizar o leitor (acredito eu) tamanho a beleza da personagem. Já os traços de Nicola Scott (os que aparecem nos quadrinhos de números pares) são estranhos, pra não dizer horríveis. A Mulher-Maravilha de Scott é masculinizada; seu rosto navega entre o masculino e o bizarro, o que a torna uma personagem estranha e que destoa bastante dos traços mais aceitáveis de Sharp.

Mulher-Maravilha: DC Renascimento traz em seus 12 volumes iniciais presentes no BOX que os reúne, um início fraco, aquém do esperado e muito abaixo do que a personagem merece. O Maravilha fica apenas no nome da heroína; espero que ele também dê as caras na narrativa dos próximos volumes.

Quadrinhos lidos:

Você também pode avaliar a obra, vote! .
0 / 5 Avaliações: 0

Your page rank:

Compartilhe
Share

Fernando Lafaiete

O que vocês devem saber sobre mim? Me Chamo Fernando Henrique Lafaiete, mas vocês podem me chamar de China. Apelido este, dado pelos meus melhores amigos. Sou viciado em leitura, sou poliglota, auditor de hotel, professor de inglês, fã de fantasia, fã de livros policiais, fã de YA, fã terror e fã de clássicos. Luto ao máximo contra o preconceito literário que alimenta a conduta dos pseudo-intelectuais e sou fã de animes e qualquer coisa que envolva super-heróis. Amo escrever todo tipo de texto, em especial resenhas. Espero que minhas opiniões sejam de alguma valia para todos que tiverem acesso as mesmas. Sou sempre sincero e me comprometo a dividir minhas opiniões da maneira mais verdadeira possível. Agradeço o convite para fazer parte do grupo de resenhistas do site e que minha presença aqui seja duradoura.

No comments so far.

Be first to leave comment below.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share
%d blogueiros gostam disto: