Título e Capa 5
Escrita / Enredo 4
Originalidade 4
Personagens 4
Final 4

******************************NÃO contém spoiler****************************** Autor: William Golding Editora: Nova Fronteira / Gênero: Distopia / Idioma: Português / 258 páginas O que faz um clássico um clássico? Sua escrita, sua visão de futuro, suas críticas e suas reflexões imponentes e inevitáveis? O Senhor das Moscas possui tudo isso e um pouco mais. Não se deve lê-lo esperando ..

Summary 4.2 Incrível
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 Ruim

O Senhor das Moscas – William Golding | O que somos? […]

******************************NÃO contém spoiler******************************

Autor: William Golding

Editora: Nova Fronteira / Gênero: Distopia / Idioma: Português / 258 páginas

O que faz um clássico um clássico? Sua escrita, sua visão de futuro, suas críticas e suas reflexões imponentes e inevitáveis? O Senhor das Moscas possui tudo isso e um pouco mais. Não se deve lê-lo esperando uma trama onde o que reinará será o positivismo, a progressão humana ou uma aventura divertida sobre garotos em uma “ilha deserta”. O que você irá encontrar é claramente um estudo sobre a racionalidade humana (ou a falta da mesma) em uma narrativa angustiante sobre a regressão humana diante das interpéries e dúvidas sobre sobrevivência, violência (inerente aos seres humanos) e ditadorismo. Tudo isso em um enredo bastante simples, com uma escrita básica, impactante e muito reflexiva, onde o que predomina além de muitos outros aspectos é o debate sobre Natureza vs Razão.

Quando um grupo de garotos vítimas e sobreviventes de um acidente aérea caem em uma ilha deserta sendo os únicos a sobreviverem, resta-nos a crucial dúvida: O que acontecerá a partir deste ponto? Laureado com o prêmio Nobel de literatura em 1983, Golding se aprofunda na psique humana de seus personagens, mostrando com eficácia o quão bárbaros os seres-humanos podem vir a ser, e o quão difícil pode ser mantermos a ordem em uma sociedade amedrontada. Analisando os aspectos civilizatórios e insandecidos da obra e suas semelhanças com a realidade, nos assustamos ao percebermos nossas fragilidades diante do desconhecido, além  de nossas afobações e venerações a violência, o que remete ao nome da obra, que por sua vez trata-se de uma referência a Belzebu, a entidade que representa o mal, a carnificina e a loucura; sendo também uma alusão ao próprio Diabo.

Com alegorias políticas e sociais, o clássico pós-guerra de William Golding (lançado em 1954) acerta na mosca em nos colocar contra a parede e nos forçar a refletirmos sobre questões incomodas sobre nossa humanidade em si. Não nego que esperava muito mais da escrita e do desenvolvimento de certos pontos narrativos. Contudo, O Senhor das Moscas possui muito mais pontos positivos do que negativos; não por ser um clássico, mas por seu uma obra desconfortável, audaciosa e necessária. Em tempos tão nebulosos, refletir é o que todos nós deveriamos fazer e o que a obra em questão nos suscita. Sendo a personificação do que é ser atemporal, o romance distópico do aclamado escritor inglês, termina de forma inteligente deixando uma questão a se pensar: O que somos? Humanos ou um bando de selvagens?

Avaliação:

0 / 5 Avaliação: 5
Compartilhe
Share

Related posts

CORTE DE ASAS E RUÍNAS – SARAH J. MAAS

CORTE DE ASAS E RUÍNAS - SARAH J. MAAS


CORTE DE ASAS E RUÍNAS - SARAH J. MAAS

O esperado terceiro volume da série best-seller Corte de espinhos e rosas, da mesma autora da saga Trono de vidro. Mais uma vez, Sarah J. Maas não desaponta. Em Corte de asas e ruína, a guerra se aproxima, um conflito que promete devastar Prythian. Em meio à Corte Primaveril, em um perigoso jogo...

Odisseia – Homero | Um presente dos deuses aos efêmeros.

Odisseia - Homero | Um presente dos deuses aos efêmeros.


Odisseia - Homero | Um presente dos deuses aos efêmeros.

******************************NÃO contém spoiler****************************** Autor: Homero / Tradutor: Christian Werner Editora: Cosac Naif / Poesia Épica / Idioma: Português / 640 páginas No céu, os poderosos e ardilosos deuses que astuciosamente manipulam e regem a vida dos mortais...

Psicopata Americano – Bret Easton Ellis | O que dizer sobre a tortura que me foi ler este livro?

Psicopata Americano - Bret Easton Ellis | O que dizer sobre a tortura que me foi ler este livro?


Psicopata Americano - Bret Easton Ellis | O que dizer sobre a tortura que me foi ler este livro?

******************************NÃO contém spoiler****************************** Autor: Bret Easton Ellis  Editora: Darkside Books / Gênero: Terror Psicológico / Idioma: Português / 432 páginas A obra de Bret Easton Ellis sofreu constantes rejeições por parte das editoras até que seu...

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.