Resenha HQ Star Wars – A Ameaça Fantasma

Muito bem amigos, hoje trago-lhes minha impressão sobre os hqs de Star Wars. Sim, ainda tem espaço no meu coração para Star Wars. E dessa vez vai ser sobre o que achei das histórias em quadrinhos baseados nos filmes, laçado pela Panini Books

É lógico que comecei pelo episódio 1, uma obra de uma categoria medíocre ao meu ver. Sabe o primeiro filme? então, a hq nos mostra exatamente a mesma coisa, e acaba ficando um pouco até chato de ler, porque é exatamente o que encontramos no filme, e pior ainda, é até menor e menos detalhada em relação ao que seria uma grafic novel. temos uma hq com exatamente os mesmos traços do filme, e outra coisa que me deixou triste foi o fato de não termos uma narrativa adaptada para os quadrinhos, coisa que me irritou muito. Para quem gosta de quadrinhos e acompanha bastante deve estar acostumado com os diálogos narrativos que explica o que não vemos nos filmes ou momentos únicos que justificam termos comprado a tal obra. isso tudo não vemos no episódio um. isso me deixou triste, afinal é a mesma história sem alteração, na verdade a alteração é o fato de termos menos cenas e ser algo mais chato.

Agora já podemos ir para o episodio 2, nesse acho que os idealizadores perceberam a falta de diálogos narrativos e adicionaram alguns, mas não muito. algumas cenas foram mudadas também para ficar mais legal. afinal estamos falando de uma adaptação, e é isso que deve ter, adaptação. Mas tais diferenças não são tão gritantes assim, mas pelo menos a história ficou mais encaixada para o formato em alvo. acho que pelo fato do segundo episodio ser mais voltado para o diálogo, então temos mais balões de diálogo. Temos algumas cenas mais detalhadas dessa vez e que mostra mais profundo o amor que Anakin sente por Padiméa.

O terceiro comecei a ficar mais interessante, com narrativa mais caprichada e mais trabalhada para a adaptação dos quadrinhos, principalmente na batalha entre o conde Dookan e Anakin. ficou levemente alterado. assim como algumas ações que não contamos no filme, mas que ao quadrinhos podemos constar. Esse diria que vale muito a pena olharmos como comparação. E assim terminamos minha breve análise da trilogia prequels.

Agora, chegamos ao melhor quadrinho produzido na era Star Wars. Estamos falando de uma obra que foi criada no ano de 77, era de ouro para as hs, e isso não é diferente na adaptação que chegou antes do filme, tudo para acalentar o povo decorrente ao atraso do lançamento no cinema. Isso sim é considerado uma grafic novel, principalmente pelo fato de termos diversas cenas não presentes no cinema. Os diálogos se enquadra muito mais na narrativa e conseguimos entrar muito mais nos pensamentos dos personagens fazendo assim algo mais comovente. temos momentos muito mais heroicos e mais detalhados, sem dizer do baita beija da leia no luke. Enfim temos de fato uma verdadeira grafic novel. tão nova que vocês vão se espantar com o Jaba The Hut. rsrsrsrs.

Mas não terminou ainda, temos o episódio 5, que é tão bom quanto o do cinema, com cenas emocionantes de guerra, realmente caprichadas que nos faz entrar dentro de cada batalha com uma linha especialmente pensada para os moldes dos quadrinhos. única coisa que me irritou foi o tamanho exagerado do Yoda, leia lá e comente depois sobre o que acharam do mestre.

E para finalizar o ultimo episodio da série, e claro que continua com o mesmo grau de qualidade. fazendo assim as hqs da série no chinelo. esse contem também momentos únicos e mais profundos nos diálogos. fazendo assim a gente entrar e gostar ainda mais desse universo cada vez mais interessante. conhecendo também mais a fundo os pensamentos dos personagens, assim como nis dois gibis anteriores. Os níveis dessas hqs são tão boas que quando terminamos de apreciar as obras ficamos tristes querendo ler mais e mais gibis. Mas é logico que temos um erro nesse ultimo, que é o jaba, na verdade o erro veio no episódio 4, mas no 5 simplesmente ignoraram o fato ocorrido. Em alguns livros da saga conta que o jaba deixava algumas pessoas fazendo os negócios do jaba em nome dele, assim ele ficava onipresente em mais áreas.

Para finalizar digo que vale muita a pena passar nessas obras para analisarmos e notarmos as diferenças encontrada nas hqs e nos do cinema. garanto que encontrara momentos de muitas risadas com o fato de como eles achavam que seria alguns personagens, afinal os episódios 3,4 e 5 foram pensados e criados antes dos detalhes que conchemos hoje em dia. Mas é isso aeee. até a próxima e não deixem de comentar.

Avaliação:

0 / 5 Avaliação: 0
Compartilhe
Share

Related posts

Bom Dia, Verônica. (Netflix)

Bom Dia, Verônica. (Netflix)


Bom Dia, Verônica. (Netflix)

Outro dia estava navegando pela Netlfix depois de ter acordado numa insônia daquelas chatas. E lá estava eu rolando as abas e deslizando pelas menus da plataforma que mais trás séries brasileiras que nos cativam. Então num daqueles clipes antes de cada filme ou série surgiu Bom Dia...

O Diabo de Cada Dia (Netflix) | As nuances do mal em uma boa adaptação.

O Diabo de Cada Dia (Netflix) | As nuances do mal em uma boa adaptação.


O Diabo de Cada Dia (Netflix) | As nuances do mal em uma boa adaptação.

*********************************NÃO contém spoiler****************************** CONFIRA A RESENHA DE O MAL NOSSO DE CADA DIA CLICANDO AQUI *** Roteiro: Antonio Campos & Paulo Campos Direção: Antonio Campos / Produção: Jake Gyllenhaal, Randall Poster, Riva Marker, Max Born / Gênero...

Mulan (Disney +) | Vale U$ 30?

Mulan (Disney +) | Vale U$ 30?


Mulan (Disney +) | Vale U$ 30?

******************************NÃO contém spoiler***************************** Filme: Mulan (Live-Action) Direção: Niki Caro / Gênero: Ação, aventura / Duração: 1h55min Uma mulher corajosa, determinada a proteger a família e sua honra, decidida em se colocar no lugar do pai, entrar em uma...

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.