Título e Capa 5
Escrita / Enredo 5
Originalidade 5
Personagens 5
Final 5

O Nome da Rosa é o primeiro romance escrito pelo italiano Umberto Eco e publicado em 1980. Muito aclamado pela crítica (e com razão), o romance conta a história do monge Adso de Melk que acompanha o seu mestre Guilherme de Baskerville na resolução de um mistério. Umberto Eco retrata a história de um monge ..

Summary 5.0 Incrível
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 Ruim

RESENHA: O NOME DA ROSA – UMBERTO ECO

O Nome da Rosa é o primeiro romance escrito pelo italiano Umberto Eco e publicado em 1980. Muito aclamado pela crítica (e com razão), o romance conta a história do monge Adso de Melk que acompanha o seu mestre Guilherme de Baskerville na resolução de um mistério.

Umberto Eco retrata a história de um monge da ordem dos franciscanos, Guilherme de Baskerville, e seu discípulo, Adso de Melk. Ambos viajam até um mosteiro beneditino quando Guilherme é chamado para investigar a misteriosa morte de um dos monges do local, Adelmo de Otranto. 

Porém, Guilherme e Adso descobrem que a morte de Adelmo é apenas o começo de uma sequência de assassinatos que irão ocorrer no monastério: mais especificamente, sete mortes que ocorrem em sete dias consecutivos. 

Com o desenrolar da trama, Guilherme irá descobrir que uma misteriosa causa liga a morte de todos os monges e buscará resolver o mistério com a ajuda de outros indivíduos do local e de seu discípulo Adso. 

Mas o romance vai muito além de uma simples narrativa. O Nome da Rosa é o retrato de uma época de descobertas, contradições, desastres e revoluções: o século XIV.  

Com uma linguagem relativamente difícil e repleto de referências históricas, o romance apresenta uma série de diálogos com temas próprios dos membros da Igreja e das discussões que permeavam a época.  

O principal tema histórico discutido ao longo da trama são as diversas divisões que ocorrem no interior da Igreja Católica ao longo do referido século e que irão, finalmente, culminar no Cisma do Ocidente, ou Grande Cisma, como também ficou conhecido.  

O Papa João XXII, conhecido como “o papa herege”, desperta uma série de discussões em torno dos dogmas da Igreja, quando se instala em Avignon e passa a pregar que Cristo não era pobre, como acreditavam os franciscanos, mas que possuía propriedades. Os monges, alguns apoiadores do papa, mas a maioria contrária a esse, realizam grandes discussões sobre as diferentes ordens e as diferentes interpretações da Sagrada Escritura.

Guilherme de Baskerville, herdeiro de uma tradição intelectual iniciada por Roger Bacon, discute diversas ideias sobre a natureza de Cristo, as heresias, as formas platônicas e os Universais com os outros membros do monastério. Ricas discussões ocorrem em torno de temas como a ortodoxia, a teologia e as heresias. Esse último tema é trabalhado de forma magistral por Eco, que expõe ao longo da narrativa algumas de suas manifestações em seus personagens, como o bogomilismo em Salvatore e a heresia de Fra Dolcino em Remigio. 

Além do caráter herético, as diferentes formas de conhecimento teológico também são retratadas por Umberto Eco. Guilherme representa o conhecimento empírico: a partir da coleção de fatos individuais faz uma indução de uma teoria provável. Não crê em uma verdade, mas sim em uma alternativa que se distancie o menos possível do erro. O abade do mosteiro, Abbone, por sua vez, representa, de forma caricatural, uma opinião de que chegamos ao conhecimento de Deus por seus efeitos, pela abstração do sensível. O enaltecimento das riquezas e do tesouro do monastério como forma de louvar a Deus é construído pelo autor de forma irônica. 

Jorge de Burgos, que será muito importante para o desenrolar da trama, é a encarnação do fanatismo católico espanhol. Ele não é cego por um mero acaso: genialmente, Umberto Eco descreve o monge como deficiente visual para simbolizar a cegueira religiosa, a cegueira mística, aquele que enxerga somente o que lhe interessa. O monge possui uma opinião tradicionalista dos dogmas católicos, se opondo a filosofia Aristotélica e todos os seus seguidores. 

As mudanças dentro da Igreja enquanto instituição ocorrem também devido a outro acontecimento histórico dentro do mesmo contexto: o renascimento comercial e urbano. Alguns monges lamentam o surgimento das cidades e dos mercadores pois esses contribuíram para, na visão desses, uma deterioração dos costumes católicos: o latim começa a perder espaço para o linguajar vulgar, os nacionalismos afloram entre os povos e a grande circulação de dinheiro gera diversas heresias que buscam dar um significado católico para a busca pelo lucro (usura).

Enfim, o livro está repleto de significados que, como já dito anteriormente, vão muito além da simples narrativa. O jovem Adso, o mesmo que, anos mais tarde, será o narrador da trama, representa a ingenuidade daquele que acabou de se inserir nos debates e na vida teológica. Guilherme, que irá resolver o mistério, é um homem muito à frente de seu tempo e que seria, na visão de alguns estudiosos, a inserção do próprio Umberto Eco na enquanto personagem. A Inquisição também é apresentada pelo autor ao longo da trama, com o Inquisidor Bernardo Gui. Eco busca explicar o seu funcionamento, através de Guilherme, e como os inquisidores buscavam criar uma verdade e induzir os supostos hereges a dizer aquilo que queriam ouvir.  

Mesmo a escolha da biblioteca como lugar onde o mistério é finalmente resolvido não é ao acaso. Descrita por Guilherme como a maior coleção de livros da Cristandade, ela é talentosamente inserida por Eco na narrativa, representando uma série de alegorias e contendo uma série de significados que serão resolvidos aos poucos por Guilherme e Adso ao longo do romance. 

Para concluir, não se pode deixar de notar o talento do escritor ao se inserir na mente e no corpo de Adso. As páginas em que seus sentimentos e reflexões mais profundos são descritos por Eco são, na minha opinião, as mais impressionantes de todo o romance.

Me falta o talento de refletir sobre o final do romance a partir de termos literários e acadêmicos, mas posso afirmar com toda a certeza que é um dos mais belos e mais bem construídos que já li em toda a minha curta vida de leitora assídua. Desde a escolha das palavras até o fim que Eco dá aos seus personagens, incluindo os dois protagonistas e ao seu cenário são de um talento excepcional e que não encontramos em qualquer escritor. 

O Nome da Rosa é um romance que agrada aqueles que buscam seu aspecto literário, seu aspecto histórico, seu aspecto religioso ou um simples passatempo. O seu autor soube construir, ao mesmo tempo, um best-seller e uma reflexão sobre a condição humana. Sem dúvidas o romance pode ser inserido na lista dos clássicos que devem, obrigatoriamente, ser lidos por todos. 

 

Compartilhe
Share

Related posts

Olhos de ressaca russos – Lolita de Vladimir Nabokov

Olhos de ressaca russos - Lolita de Vladimir Nabokov

CONFIRA TAMBÉM A RESENHA DE DOM CASMURRO CLICANDO AQUI *** A produção literária sempre esteve atrelada a história da civilização humana como forma de manifestação cultural e perpetuação de conhecimentos. Com o passar dos séculos, foi lapidada e aperfeiçoada para representar, por meio das...

Lista Atualizada das Séries de Harlan Coben

Lista Atualizada das Séries de Harlan Coben

Um das Maiores autores de livros, Harlan Coben, de romances policiais de todos os tempos, está cada vez mais aparecendo como escritor de roteiros para séries e também está tendo vários livros sendo adaptados para as telinhas de streaming (Netflix atualmente). Então resolvemos fazer uma pequena...

EU NUNCA – 1ª TEMPORADA

EU NUNCA - 1ª TEMPORADA

Procurando algo para maratonar? “Eu nunca”, nova série adolescente da Netflix, terminou sua primeira temporada com grande sucesso e, apesar de nos mostrar dramas e situações típicas desta faixa etária, aborda o quão difícil é superar a morte de um familiar. Mais uma vez a Netflix trouxe as...

Leave a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.