Mundo das Resenhas
Indico para: Quem gosta de romances melosos, cheios de drama. James Patterson, definitivamente, você escreve muito bem romances policiais. Eu fui ver no que...

Indico para: Quem gosta de romances melosos, cheios de drama.

James Patterson, definitivamente, você escreve muito bem romances policiais.

Eu fui ver no que dava ler um livro de romance (piegas, diga-se de passagem) escrito por um autor que adoro, mas nos romances policiais
AH! e não foi só o JP que perdeu pontos comigo, a Co-autora Emily Raymond, perdeu pontos que ela nem tinha… Triste isso.

Eu amei o livro “Eu, Alex Cross “do JP, Li “Bruxos e Bruxas” e e me encantei, e… Só! Já estou começando a pegar birra desse autor, pois, pelo que percebi, ele escreve de tudo um pouco. Mas é como dizem: super bonde é uma cola que diz colar tudo, mas acaba não colando nada… Até antes de ler “O Dom”, eu estava fascinado com a maestria que esse autor tinha me mostrado, mas acabou ficando nisso… Infelizmente.
Parece que o autor já deu todas as cartadas dele e fica pulando de um gênero para outro… Assim não dá!

Se adorou esse livro, ou mesmo um outro chamado: A culpa é das Estrelas, leia esse romance, pois indico somente para esse publicoe não indico continuar a ler a resenha.

Mas vamos falar desse romance Chavão:
Quer uma fórmula para um romance de sucesso?
Coloque um casal, que pode ter acado de se conhecer, ou que também se conhece há muito tempo, eles se apaixonam na hora, ou já são apaixonados um pelo outro (posso citar Ecos dos mortos).
Coloque algum tempero qualquer (viagem, normalmente), e pra concluir coloque um drama na vida de um ou dos dois (por exemplo: câncer, Isso te lembra algo?).
Pronto. Não estou dizendo que o romance não tenha acontecido na vida real, assim como do pelos autores, eu acredito que sim. Mas acho que deveria ter algo a mais, algo diferente, essas histórias já estão muito repetitivas.

Sonho com um mundo onde alguns escritores não pensem somente no dinheiro (talvez o JP não seja assim, mas o que estou vendo dele ultimamente me faz pensar dessa maneira), mas sim em escrever uma história que ele se sinta bem escrevendo, talvez isso prejudique sua fortuna, mas, pelo menos, quando chegar à velhice, não irá se arrepender de nada que escreveu.

Ou talvez não, pois estará nadando no dinheiro, assim como o Tio Patinhas, e tem pessoas que se contentam com somente a satisfação monetária.
E tenho dito.
Sei que resenha é para falar do livro e não de quem escreveu, mas quem merece ler algo feito somente pela grana e não por ter algum conteúdo com qualidade?
Faltou de tudo nesse livro, não vi nada de mais, só de menos!

Resenha Crítica do Livro Primeiro Amor

Escrito por James Patterson e Emily Raymond

Resenha do Livro Primeiro Amor - Escrito por James Patterson e Emily Raymond - Critica

 

Você também pode avaliar a obra, vote! .
0 / 5 Avaliações: 0 0

Your page rank:

Compartilhe
Share

Wesley

Formado em Letras, fascinado pelos livros de Harlan Coben e também escreveu alguns livros, como Sobrevientes do Apocalipse, A Porta Oculta e Sete Almas

0 0 votos
Article Rating
Inscrever.
Notificação de:
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Share
0
Adoraria ver seu comentário ♥x
()
x
%d blogueiros gostam disto: