Título e Capa 3
Escrita / Enredo 5
Originalidade 4
Personagens 4
Final 5

Como princesa do País das Maravilhas e futura Rainha de Copas, os dias de Dinah são uma monotonia sem fim. São muitos chás, tortas e uma série de humilhações causadas pelo Rei de Copas, seu pai. O momento mais esperado de seus dias é quando é visitada por Wardley, seu melhor amigo de infância, o ..

Summary 4.2 Incrível
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 Ruim

RESENHA – RAINHA DE COPAS – COLLEN OAKES

Como princesa do País das Maravilhas e futura Rainha de Copas, os dias de Dinah são uma monotonia sem fim. São muitos chás, tortas e uma série de humilhações causadas pelo Rei de Copas, seu pai. O momento mais esperado de seus dias é quando é visitada por Wardley, seu melhor amigo de infância, o futuro Cavaleiro de Copas – e o amor de sua vida.

Quando a coroação de Dinah se aproxima, uma sequência de eventos sangrentos sugere que algo errado está acontecendo nos extravagantes salões do palácio. A princesa terá de desvendar esses mistérios antes que ela perca a cabeça para um inimigo sagaz.

Primeiro livro da série “Rainha de Copas”.

Dinah tem 15 anos e é a princesa de Copas, vivendo no País das Maravilhas com o seu pai, o terrível Rei de Copas, o seu irmão Charles, mais conhecido como “Chapeleiro Maluco”, e todas as criaturas e criados do palácio real.

Dinah passou a vida toda esperando o momento de subir ao trono, quando completar 18 anos. Ela deseja governar, parar de sofrer as humilhações de seu pai e orgulhar a mãe, que morreu quando ela era pequena, mas embora todos saibam que ela vai assumir o trono e tudo pareça seguir para esse caminho, acontecimentos inexplicáveis causam uma reviravolta na vida da jovem.

“Ela voltou a olhar para a mensagem em seu prato: “coma-me”. Seria um insulto? Uma ameaça? Um veneno? Dinah rapidamente esfregou a mensagem com a sua colher de prata. Cada respiração sua cheia de curiosidade, ela levantou o garfo e o espetou no pão. Ouviu o clique do metal na louça, e encontrou um minúsculo frasco de vidro, menor que um carretel de costura. Com as mãos trêmulas, ela pegou o frasco, mantendo as mãos baixas sobre o prato. A rolha saiu facilmente e um pedacinho de papel escorreu de seus dedos ansiosos”.

Além do ódio que cultiva do pai, que a despreza e a insulta sempre que pode, Dinah também tem um péssimo relacionamento com a irmã, bastarda de seu pai, Vittiore. Essa, por outro lado, aparente conquistar o rei cada dia mais.

Como toda boa história, também acompanhamos a paixão de Dinah por seu melhor amigo de infância, Warldey, que é uma das poucas pessoas que ama e confia.

“Dinah pousou a mão nas bochechas de Warldey. Ela se sentiu tão próxima dele; sua presença física era devastadora. Sentiu um calor subindo em seu rosto, um suor brotando em sua fronte, o cabelo chocolate encaracolado dele casualmente caindo da sua testa. Sem pensar, pressionou seus lábios contra o dele. Luzes brancas explodiram dentro das pálpebras de Dinah e ela abriu a boca suavemente sob a dele”.

É um livro bem estruturado, com um universo bem trabalhado e explorado, apresentando personagens que já conhecemos do mundo de “Alice no País das Maravilhas”, mas de uma forma sombria e com muito suspense, onde acompanhamos Dinah em situações sangrentas e de tirar o fôlego.

“Levou uma hora, mas eles finalmente conseguiram encontrar o caminho correto no labirinto e seguiram para uma porta baixa, que se abria para a Torre dos Assassinos. O cheiro dominou os sentidos de Dinah mais uma vez. Mas ela não teve tempo para vomitar. Eles estavam correndo para cima da espiral, para onde a porta esquecida os levaria para a piscina de gelo”.

“Rainha de Copas” é sem dúvida uma ótima escolha para amantes de fantasia, suspense e histórias cheias de reviravoltas e mistérios. Após lerem, deixem a opinião nos comentários.

Compartilhe
Share

Related posts

RESENHA – NASCIDA À MEIA NOITE – C.C. HUNTHER

RESENHA - NASCIDA À MEIA NOITE - C.C. HUNTHER


RESENHA - NASCIDA À MEIA NOITE - C.C. HUNTHER

“Kylie Galen está na pior. Seus pais vão se divorciar, seu namorado acaba de romper com ela e, uma noite depois de ser presa por estar na festa errada, com as pessoas erradas e na hora errada, sua mãe a manda para Shadow Falls -um acampamento para adolescentes problemáticos, localizado numa...

Macunaíma: O retrato cultural de uma nação

Macunaíma: O retrato cultural de uma nação


Macunaíma: O retrato cultural de uma nação

******************************NÃO contém spoiler****************************** Macunaíma: O Herói Sem Nenhum Caráter Autor: Mário de Andrade Editora: Penguin Companhia / Gênero: Clássicos brasileiros / Idioma: Português / 232 páginas Bordão do protagonista: "Ai que...

Pequenas Realidades: Bizarro, medíocre & decepcionante.

Pequenas Realidades: Bizarro, medíocre & decepcionante.


Pequenas Realidades: Bizarro, medíocre & decepcionante.

******************************NÃO contém spoiler****************************** Autora: Tabitha King / Tradução: Regiane Winarski Editora: Darkside Books / Gênero: Thriller Psicológico / Idioma: Português / 420 páginas Publicado pela primeira vez no Brasil em 1985 pela extinta editora...

Leave a comment