Mundo das Resenhas
Titãs (Original DC/Netflix): Um grande acerto da DC. Titãs (Original DC/Netflix): Um grande acerto da DC.
******************************NÃO contém spoiler****************************** Eis que eu finalmente assisti a série Titãs da DC/Netflix.  Mesmo sendo muito fã de heróis e super-heróis, costumo ter problemas... Titãs (Original DC/Netflix): Um grande acerto da DC.

******************************NÃO contém spoiler******************************

Eis que eu finalmente assisti a série Titãs da DC/Netflix.  Mesmo sendo muito fã de heróis e super-heróis, costumo ter problemas com séries deste tipo, por muitas vezes me incomodar com os atores escolhidos, com as cenas de ação completamente forçadas, com furos de roteiro e ainda mais com efeitos especiais que considero a maioria péssimos. Mas Titãs assim como Demolidor, conseguiu me surpreender em quase todos os quesitos.

A série que tem como foco os super-heróis side-kicks dos principais personagens da DC Comics, traz uma trama misteriosa, com uma ambientação dark, onde o foco é a jornada de autodescoberta e aceitação de Ravena, uma das principais personagens, senão a personagem mais importante da nova era da equipe nos quadrinhos.

Acompanhamos a recusa de Dick Grayson em se aceitar como o Robin, o desespero de Ravena em entender seus poderes e seu propósito no mundo, a busca por respostas de Estelar e o surgimento de Mutano, muitas vezes o alívio cômico da série, o que não significa que ele não tenha seus momentos dramáticos. O roteiro é muito bom e as atuações são de alto nível. As cenas de ação estão bem dirigidas e as coreografias não soam como deslocadas.

(Fonte: https://legiaodosherois.uol.com.br)

Anna Diop, a atriz escolhida para ser Estelar, que sofreu ataques racistas de supostos fãs dos heróis, prova que foi uma escolha mais que acertada. Está segura no papel, demonstra força e sensualidade com equilíbrio, o que muito me agradou. Brenton Thwaites, claramente nasceu para ser o Robin. Fiquei impressionado com sua atuação e como ele me passou segurança, mostrando ser a personificação do herói. Ryan Potter está ok no papel de Mutano; está bom, mas poderia ter sido muito melhor. Isso não se deve pela sua atuação, mas muito mais por sua caracterização. Queria ter visto o personagem com características mais clássicas… verde, com orelhas pontudas, com dentes afiados e por aí vai. E sim, eu também gostaria de ter visto a Estelar laranja. Mas este meu incômodo foi superado com a atuação da atriz que me fez surtar. Nada tem a ver com o fato de Anna Diop ser negra, vamos parar de “mi mi mi. ” Eu me incomodo com mudanças de etnias de personagens independente de qual etnia seja. Assim como ficaria irritadíssimo se tivesse visto um Hulk branco nos cinemas. Se ele é verde nos quadrinhos, quero ele verde em sua versão live-action também. E dificilmente essa minha opinião irá mudar. Fora esta minha reclamação sobre a personagem em questão, gostei de todo o resto e não entendi as demais reclamações dos “fãs” da personagem; que reclamaram também de seus cabelos cacheados. Vamos lá… A versão da série é claramente inspirada em sua versão clássica, criada em 1980, onde ela foi sim inspirada na etnia negra e portanto, possuía sim cabelos cacheados. Reclamar de tal característica só prova que muitos se consideram fãs e nem sequer conhecem uma de suas versões mais famosas. E para completar o núcleo principal, Teagan Croft, a poderosa Ravena, está muito bem também no papel… mas ainda quero ver a personagem mais introspectiva, com um semblante mais entediado.

A inserção de outros personagens como Moça-Maravilha, Columba, Rapina também funciona e as atuações estão muito boas, como todas as outras. Menções aos grandes chega a dar arrepios e o último episódio me fez pular de alegria ao mostrar o meu vilão favorito dos quadrinhos, o qual eu inclusive venero e considero a criação mais icônica de todas.

“Ressalvas importantes”:

1 – Alguns episódios quebram o ritmo narrativo, mas são de extrema importância. Pois servem para solidificar os relacionamentos dos personagens e validar seus psicológicos.

2 – O que é aquele Trigon (pai da Ravena) que surge na série? Nada imponente e com uma atuação fraca. Quero o Trigon em sua forma original, de maneira que me deixe assustado com sua aparição. O Trigon que surgiu me decepcionou, assim como a última cena. Não posso entrar em detalhes, mas para mim o último minuto não me impactou.

3 – Os uniformes de Rapina e Columba me soaram em alguns momentos artificiais demais. Poderiam ter sido um pouco mais reais. Enfim…

A série Titãs é um grande acerto da DC e uma das melhores séries de heróis já produzida. Tem problemas, mas vale a pena investirmos nosso tempo em conferi-la. É divertida, obscura e bem desenvolvida. Pra quem é fã do gênero, esta série não pode ser deixada de lado.

Você também pode avaliar a obra, vote! .
0 / 5 Avaliações: 0

Your page rank:

Compartilhe
Share

Fernando Lafaiete

O que vocês devem saber sobre mim? Me Chamo Fernando Henrique Lafaiete, mas vocês podem me chamar de China. Apelido este, dado pelos meus melhores amigos. Sou viciado em leitura, sou poliglota, auditor de hotel, professor de inglês, fã de fantasia, fã de livros policiais, fã de YA, fã terror e fã de clássicos. Luto ao máximo contra o preconceito literário que alimenta a conduta dos pseudo-intelectuais e sou fã de animes e qualquer coisa que envolva super-heróis. Amo escrever todo tipo de texto, em especial resenhas. Espero que minhas opiniões sejam de alguma valia para todos que tiverem acesso as mesmas. Sou sempre sincero e me comprometo a dividir minhas opiniões da maneira mais verdadeira possível. Agradeço o convite para fazer parte do grupo de resenhistas do site e que minha presença aqui seja duradoura.

No comments so far.

Be first to leave comment below.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share
%d blogueiros gostam disto: