Título e Capa 3
Escrita / Enredo 4
Originalidade 5
Personagens 5
Final 5

Resenha por: Neto Pires Nota: 5 O livro dos sentimentos disfarçados de ficção. O que falar desse livro? É um livro surpreendente que nos leva há um mundo extraordinário repleto de efeitos que somente nossa mente é capaz de fazer. O autor do livro escreve essa obra ainda nos anos 70 e já nessa época ..

Summary 4.4 great
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 bad

Resenha – Ender’s Game (O Jogo do Exterminador)

Resenha por: Neto Pires

Nota: 5


O livro dos sentimentos disfarçados de ficção.

O que falar desse livro? É um livro surpreendente que nos leva há um mundo extraordinário repleto de efeitos que somente nossa mente é capaz de fazer. O autor do livro escreve essa obra ainda nos anos 70 e já nessa época ele nos apresenta o que viria a ser hoje o que conhecemos por tablets; nada iguala o que ele criou, é o que o próprio autor confirmou em O Mundo do Exterminador.

O Livro conta a história de Andrew Ender Wiggin. Desde a infância, com seus sete anos de idade fora tirado de seus pais para ir à academia militar criadas por humanos mesmo. Os aliens chegaram a terra e, por pouco, não é destruída por seus atacados.

Há três versões que dão nome aos aliens repressores; a primeira seria Insécta, que é vista nas primeiras versões do romance ficcional. Fórmicos são das versões seguintes e Fórmics da versão adaptada para o cinema. Há muitas versões desse clássico, e inclusive esse romance antes era apenas um conto com poucas páginas.

O jeito em que é escrito o livro faz com que façamos parte do mundo do Ender, desde suas ações e pensamentos e suas últimas ações e sofrimentos. Aprenda a liderar, amar e guerrear como um verdadeiro líder pode ser capaz. Não ignore os sentimentos dos irmãos de Ender. Mais pra frente na história você verá como um garoto de sete anos se torna um dos maiores guerreiros e comandante que um exército jamais teve. Sinta o sofrimento de um garoto que foi deixado sozinho, odiado por todos e amados por muitos.

Não pretendo deixar nenhum spoiler ou coisas do gênero, apenas digo que se você gosta de Isaac Asimov não terá problemas para entender o mundo em que Orson nos transporta. Digo também que há jornadas nas estrelas, política e muita depressão ao fim de uma guerra onde alguém se sentiu traído pelo lado que atua. Mas apesar de tudo, mesmo sendo capazes de coisas horrorosas ainda assim podemos ser justificados pelos atos? Descubra nessa magnifica história o que fazer e o que se pode pensar em momentos que somente quem está na pele poderá sentir.

Ender's-game

Related posts

Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown

Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown


Resenha: A Menina Mais Fria De Coldtown

Para quem gosta de um bom romance com muita aventura, perigo e vampiros, A Menina Mais Fria De Coldtown de Holly Black é uma ótima escolha. Com capítulos intercalados entre os acontecimentos atuais e flashbacks que dão sentido a história, o livro narra em terceira pessoa a história de Tana, uma...

Resenha: O Purgatório Mental – Henrique Medeiros

Resenha: O Purgatório Mental - Henrique Medeiros


Resenha: O Purgatório Mental - Henrique Medeiros

"Em minha última manhã eu percebi que sempre fui o nada que temia me tornar." (Thy Light)  "O Purgatório Mental", trata-se de uma obra nacional de romance/fantasia, que chegou ao mercado literário nesse ano de 2017. O autor, Henrique Medeiros, escreveu a história quando tinha apenas 17...

Resenha: Sono – Haruki Murakami

Resenha: Sono - Haruki Murakami


Resenha: Sono - Haruki Murakami

Um livro muito pequeno, considerando suas poucas 120 páginas, mas com certeza de uma leitura intrigante e definitivamente indispensável. Sono do escritor japonês Haruki Murakami traz o relato de uma mulher aparentemente comum, dona de casa, mãe e mulher, mas com um pequeno detalhe de diferença...