Título e Capa 5
Escrita / Enredo 5
Originalidade 5
Personagens 5
Final 4

Resenha por: Neto Pires Somente para estudantes da força Star Wars, o que dizer desse universo que desde 77 vem buscando jovens, velhos e qualquer um que se interessa por coisas do espaço, ficção e fantasia? O livro que vou resenhar hoje é sobre esse clássico aclamado pela crítica e pelos nerds de plantão. Mas ..

Summary 4.8 Incrível
Título e Capa 5
Escrita / Enredo 5
Originalidade 5
Personagens 5
Final 5
Summary rating from 1 user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 5.0 Incrível

Resenha – Star Wars – O Caminho Jedi

Resenha por: Neto Pires


Somente para estudantes da força

Star Wars, o que dizer desse universo que desde 77 vem buscando jovens, velhos e qualquer um que se interessa por coisas do espaço, ficção e fantasia?

O livro que vou resenhar hoje é sobre esse clássico aclamado pela crítica e pelos nerds de plantão. Mas antes de começar a falácia vamos falar de algo que vai ajudar muito aos que pretender ler esse livro: uma das coisas é que é necessário saber é que esse livro não é para iniciantes do universo.

Se você é iniciante desse universo maravilhoso tome note de algo:

  • Um: Esse livro foi escrito como um manual para aqueles que já são fãs do universo Star Wars.
  • Dois: se você acha que por ser um manual você vai conseguir saber o básico do universo está enganado.
  • Três: É necessário conhecer a época que cada “pessoa” que teve o livro.

Sabendo disso acho que facilita na hora de poder entender esse livro maravilhoso. O livro não retoma conhecimento e nem se importa se você não sabe do que se trata, ele é um manual escrito no ano de 1000 ABY; mas que diabos são isso de ABY. Pois bem, isso se trata do ano que o livro foi escrito, mas como que se tem uma noção dessa data? É simples: você assistiu ao filme quatro do Star Wars? Aquele com o nome de Uma Nova Esperança? Se não assistiu seus problemas já começaram para a leitura desse livro.

Nesse episódio teve uma batalha espacial nos arredores de Yavin que resultou a destruição da Estrela da Morte (arma que destruía mundos). Essa batalha foi a mais importante da guerra civil e por isso se tornou um marco na história. Então como o Universo Star Wars está expandido foi necessário um novo calendário e essa batalha foi a que deu o ponta pé para os anos antes da Batalha de Yavin e Depois de Yavin. Finalmente então dá para entender que esse livro foi escrito no ano 1000 ABY.

Uma coisa que gostei foi como o livro é nos apresentado. Eles simplesmente botaram o nome dos antigos donos do livro que explica a natureza do caminho da luz Jedi, e depois há uma introdução explicando como o livro foi achado e por quem e em que ano. Uma coisa legal é que esse livro tirou muitas dúvidas que eu tinha sobre os Jedi e sobre como muitas outras coisas acontecem nos filmes, livros, gibis, games e muitos outros que existem sobre esse mundo. Talvez esse livro reúna as mais importantes informações para fãs apressadinhos, que no caso me enquadro. Mas fiquei triste porque não sou tão fã como eu achava que fosse. Mas isso não tirou a graça do livro.

O livro contém novos personagens criados pelos idealizadores para deixar mais originais as informações e aguçar a curiosidade para saber mais e mais sobre o mundo Star Wars. Uma coisa legal é o que são escritas por cada “dono” do livro. São anotações sobre o que eles entenderam de cada ponto abordado ou informações pessoais ou também adicionais. A mais chata de todas é a Ahsoka, que foi a padawan de Anakin, na série de animação que mostra a Guerra Clônica (22 ABY). Gostei das anotações do Anakim, dá para ver seu declínio do caminho Jedi para o lado sombrio. E sem falar no Darth Sidious com seus comentários que dá raiva, já que ele é o mal então ele tem que fazer seu papel até no livro dos Jedi

Há muito que dizer sobre esse manual de estudantes da força. Há informações sobre cada classe de Jedi. Eu conhecia apenas três, mas levantava suspeita sobre outras classes. Gostei muito dos Jedi que cuidam das plantações, das fazendas dos mundos dominados pela república. Uma coisa que gostei também é o fato de mostrar mesmo que o Jedi é uma religião e que eles pregam sua religião para todos que estão ao redor e para outras denominações que seguem a força. É tipo assim: somos o correto e você precisa fazer dessa forma porque é a correta. Há muitos outros detalhes importantes que não poderão ser mencionadas nesse post, já que aí teria que escrever muito mais, mas tire suas conclusões sobre esse livro você mesmo e leia caso tenha dúvidas sobre o universo Star Wars ou sobre as construções de sabres, cores dos sabres, estilos de luta e origem do lado negro.

Próximo passo ler o livro do Sith e muitos outros que estão por aí. Até a próxima pessoal e altas leituras pra vocês jovens Padawans.

Related posts

RESENHA – SILÊNCIO – BECCA FITZPATRICK

RESENHA - SILÊNCIO - BECCA FITZPATRICK


RESENHA - SILÊNCIO - BECCA FITZPATRICK

“Nora Grey não consegue se lembrar dos últimos cinco meses. Depois do choque inicial de acordar em um cemitério e descobrir que ficou desaparecida por semanas, ela precisa retomar sua rotina, voltar à escola, reencontrar a melhor amiga, Vee, e ainda aprender a conviver com o novo namorado da...

Não se apega, não! – Isabela Freitas

Não se apega, não! - Isabela Freitas


Não se apega, não! - Isabela Freitas

Desapegar: remover da sua vida tudo que torne o seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase “você deve encontrar a metade da sua laranja”. Calma lá, amigo. Eu nem gosto de...

RESENHA – FALCÃO, MENINOS DO TRÁFICO – MV BILL E CELSO ATHAYDE

RESENHA - FALCÃO, MENINOS DO TRÁFICO - MV BILL E CELSO ATHAYDE


RESENHA - FALCÃO, MENINOS DO TRÁFICO - MV BILL E CELSO ATHAYDE

“Este livro é um contundente relato pessoal de Celso Athayde e MV Bill dos bastidores da produção de um documentário explosivo sobre o universo dos meninos que trabalham no tráfico de drogas em diversas partes do país. Narrado em primeira pessoa, o livro revela as dramáticas experiências que...