Título e Capa 3
Escrita / Enredo 3
Originalidade 3
Personagens 4
Final 4

Sim, amiguinhos. Vamos falar de mais um filme original da Netflix, “Arq”, um filme de ficção científica estrelado por Robbie Amell e Rachael Taylor. Vou colocar a sinopse do filme e depois falar sobre ele e algumas curiosidades nerds que ninguém se importa. Presos num laboratório e em um loop do tempo, Renton e Hannah lutam ..

Summary 3.4 Ótimo
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 Ruim

Crítica – Arq (Original Netflix)

29626Sim, amiguinhos. Vamos falar de mais um filme original da Netflix, “Arq”, um filme de ficção científica estrelado por Robbie AmellRachael Taylor. Vou colocar a sinopse do filme e depois falar sobre ele e algumas curiosidades nerds que ninguém se importa.

Presos num laboratório e em um loop do tempo, Renton e Hannah lutam contra ladrões mascarados enquanto protegem uma nova fonte de energia que pode salvar a humanidade.

Vamos lá. Quem tem aí mais de 20 anos, ou é fã do Bill Murray já deve ter assistido ao filme Feitiço do TempoGroundhog Day para quem manja dos inglês. Basicamente, Feitiço do Tempo fala sobre um cara que revive o mesmo dia várias vezes. Em Supernatural existe um episódio com a mesma premissa. Passando esse resumo, essa é a ideia que move o filme Arq. Renton (Amell)  e Hannah (Taylor) passam por um verdadeiro “dia da marmota” nesse filme.

Como a sinopse mesmo fala, o filme é simples: Ren e Hannah estão vivendo o mesmo dia várias vezes para proteger o Arq, um gerador de eletricidade que pode salvar um mundo situado em um futuro não tão distante. O filme é simples. Não temos muitas tramas mirabolantes. Não é o primor da ficção científica, mas serve muito bem para um dia chuvoso, ou um dia em que você esteja com aquela sensação de estar fazendo a mesma coisa várias vezes, além de mexer com uma questão que, particularmente eu gosto muito, que é essa ideia de ficar revivendo o mesmo dia várias vezes, sempre mudando alguma coisa durante o percurso.

Uma curiosidade que eu gostaria de colocar é que os dois protagonistas desse filme foram coadjuvantes em séries de super heróis. Robbie encarnou a primeira versão do Nuclear, em The Flash (confira nossa resenha sobre a série clicando AQUI) e Rachael interpretou a melhor amiga de Jessica Jones, Trish (também temos resenha de Jessica Jones. Confira ela clicando AQUI). É interessante ver como os coadjuvantes podem ser bons protagonistas. Outra coisa que eu gostaria de falar é que mesmo Robbie sendo extremamente parecido com Stephen Amell (o cara que faz aquela série que dizem ser do Arqueiro Verde, mas está apenas maculando o personagem), Robbie pelo menos sabe fazer muito mais expressões faciais do que seu parente um pouco mais famoso.

Considerações finais

Como falei antes, esse não é um primor da ficção, mas você poder muito bem perder uma hora e meia para assistir esse filme. Com o pouco que tiveram, eles conseguiram contar uma história bem amarradinha e que no final explode sua cabeça.

Se você quer assistir esse filme, pode clicar AQUI e ir direto para a Netflix. Então, essa foi a crítica de hoje. Se é a primeira vez que você acessa o nosso site, seja muito bem vindo. Inscreva-se no nosso site, pois ajuda muito a gente. Compartilhem as nossas resenhas para que seus amiguinhos também as leiam. E sigam nossas redes sociais, pois fazemos muitas coisas legais lá, tipo sorteios e pá.

Related posts

A ELITE (Original Netflix): Descubra do que A Elite é capaz!

A ELITE (Original Netflix): Descubra do que A Elite é capaz!


A ELITE (Original Netflix): Descubra do que A Elite é capaz!

******************************NÃO contém spoiler******************************* Com atuações afiadas, uma direção equilibrada, com bons diálogos provenientes de um roteiro bem arquitetado, A Elite, mais uma das séries originais da Netflix, vem para afirmar não só a importância de se abordar...

RESENHA – COMO AGARRAR UMA HERDEIRA – JULIA QUINN

RESENHA - COMO AGARRAR UMA HERDEIRA - JULIA QUINN


RESENHA - COMO AGARRAR UMA HERDEIRA - JULIA QUINN

Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou. Blake a confundiu com...

CRÍTICA – BABY – ANNA NEGRI E ANDREA DE SICA

CRÍTICA - BABY - ANNA NEGRI E ANDREA DE SICA


CRÍTICA - BABY - ANNA NEGRI E ANDREA DE SICA

Com a explosão de séries do momento, envolvendo a adolescência e questões importantes como sexo, drogas e bullying, a Netflix traz “Baby”, série italiana que abrange esses mesmos elementos de forma divertida, dramática e envolvendo o espectador nos seis episódios disponíveis. A série...