INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE, RESENHAS DE LIVROS, FILMES, SÉRIES E ANÁLISES

anuncie aqui

******************************NÃO contém spoiler******************************

Autora: Margaret Rogerson

Editora: Literalize / Gênero: Fantasia / 527 páginas

Quando Elisabeth passa de uma inocente bibliotecária para testemunha de um crime inimaginável, o mundo se torna um lugar assustador, em que demônios devem ser combatidos e segredos devem ser revelados. Um lugar em que livros devem ser apreciados ao mesmo tempo que temidos. Um lugar em que nem tudo é o que parece e nem todos são apenas vilões ou mocinhos.

Jamais poderia imaginar que muito mais do que um livro de fantasia, O Feitiço dos Espinhos seria um livro que em sua mais pura essência, abordaria o amor imensurável pelos livros, como algo que ultrapassa a compreensão do simples ser ou estar, que faz da literatura algo que vai além do que conseguiria aqui explicar.

A escrita e desenvolvimento narrativo de Margaret Rogerson, apesar de bastante simples e fluída, nos imerge em um universo interessante, com boas personagens e com situações convincentes. O enredo apesar de óbvio em quase sua totalidade, não empobrece o texto, muito por conta de sua submissão ao carisma das figuras máginas criadas pela autora, que impulsionam toda a explanação criativa apresentada, nos levando em uma jornada divertida, que emociona e nos deixa com sede de mais.

Em contrapartida, personagens coadjuvantes sofrem pela escassez de profundidade e servem meramente para orbitar passageiramente em torno do elenco principal. Possuindo desenvolvimentos nulos, suas presenças não fazem sentido, nem quando supostamente deveriam exercer papéis conectivos com relação as personagens e desenvolvimentos situacionais da história. Outro ponto de ressalva, é a pobreza na construção de mundo e nas descrições, que em sua maioria deixam a desejar. E por fim quantos aos “pontos negativos”, a trama sofre pelo mal desenvolvimento das situações políticas, que pinceladas rapidamente pela autora, mais causam confusão e dúvidas do que acrescentam algo de fato importante.

O Feitiço dos Espinhos, é uma leitura recomendável, perfeita em sua imperfeição, incrível apesar de suas obviedades, imersivo mesmo em suas superficialidades e uma fantasia crível, que nos mostra que a literatura e a paixão que temos pela mesma, pode superar todas as adversidades. Pois o que pode ser mais magnífico e poderoso do que o amor e perseverança provenientes do conhecimento? Margaret Rogerson me conquistou e superou minha rabugice. Se me perguntassem em que mundo gostaria de viver, o de O Feitiço dos Espinhos seria um deles.

Compartilhe
Share
Share
0
Adoraria ver seu comentário ♥x