Mundo das Resenhas
Brightburn: E se o Superman fosse do mal? Brightburn: E se o Superman fosse do mal?
******************************NÃO contém spoiler***************************** Roteiro: Mark Gunn e Brian Gunn / Direção: David Yarovesky / Produção: James Gunn / Distribuidora: Sony Pictures / Produtoras: Screen... Brightburn: E se o Superman fosse do mal?

******************************NÃO contém spoiler*****************************

Roteiro: Mark Gunn e Brian Gunn / Direção: David Yarovesky / Produção: James Gunn / Distribuidora: Sony Pictures / Produtoras: Screen Gems e Stage 6 Films

Gênero: Terror / Elenco: Jackson A. Dunn, Elizabeth Banks, David Denman, Jennifer Holland, Matt L. Jones / Duração 1h25min

Brightburn, o novo filme do produtor James Gunn, diretor e produtor de Guardiões da Galáxia traz a mitologia reversa do Superman, uma ideia não exatamente inovadora, mas no mínimo interessante. Como seria se o maior herói da terra fosse na verdade uma criança assassina incontrolável (Jackson A. Dunn)?

O filme que estreia agora no dia 23/05/19 tem um trailer assustador, mas que infelizmente não passa disso, de um bom trailer. A trama traz elementos clássicos, posições de câmeras e diálogos que muito se assemelham as histórias do filho de Krypton. Mas tem muitos problemas que não são apenas de direção. O elenco que conta com a participação de Elizabeth Banks como mãe adotiva da criança psicopata, não consegue brilhar. Isso ocorre pelo roteiro que possui buracos, pelos cortes de câmera e pelas cenas que despertam (despertaram em mim pelo menos) vergonha alheia.

A narrativa não traz uma contextualização consistente e convincente. No primeiro ato temos uma apresentação corrida da queda da nave alienígena, cortes que impedem a total compreensão dos fatos e uma total alienação da população em relação a este ocorrido. Como que um “cometa” cai em solo norte-americano e não há todo uma imobilização midiática a este respeito? Sem contar cenas fracas de suspense que não assustam e muitas vezes são anticlimáticas. O pré-surgimento e o passo a passo da psicopatia do protagonista não empolgam e muitas vezes desanimam. O segundo ato é tão fraco quanto. As coisas começam a acontecer, mas fiquei com a sensação de que tudo é muito mal dirigido; as cenas parecem picotadas e perguntas básicas não são respondidas. O terceiro ato é cheio de coisas mal-ajambradas e tudo isso recheado com efeitos especiais horríveis.

O desenvolvimento do filme é muito fraco e eu na verdade terminei de vê-lo gostando de pouquíssimas coisas. Na verdade, gostei apenas de duas cenas de mortes, mas muito mais por alguns momentos sanguinários do que por elas serem de fato boas. Fui com muitas expectativas por ter o James Gunn na produção, por ser inspirado na história do Superman, por ser terror e por ter um trailer que cumpre seu papel, o de me convencer a ver o filme. Mas terminei com a sensação de tempo perdido. Achei um terror medíocre e uma direção que pelo amor de Deus! Atuações ruins, roteiro descartável e desenvolvimento desanimador. Não acho que vale nem o tempo investido e nem o preço do ingresso. Mais um filme que vai muito além de ser apenas fraco.

Compartilhe
Share

Fernando Lafaiete

O que vocês devem saber sobre mim? Me Chamo Fernando Henrique Lafaiete, mas vocês podem me chamar de China. Apelido este, dado pelos meus melhores amigos. Sou viciado em leitura, sou poliglota, auditor de hotel, professor de inglês, fã de fantasia, fã de livros policiais, fã de YA, fã terror e fã de clássicos. Luto ao máximo contra o preconceito literário que alimenta a conduta dos pseudo-intelectuais e sou fã de animes e qualquer coisa que envolva super-heróis. Amo escrever todo tipo de texto, em especial resenhas. Espero que minhas opiniões sejam de alguma valia para todos que tiverem acesso as mesmas. Sou sempre sincero e me comprometo a dividir minhas opiniões da maneira mais verdadeira possível. Agradeço o convite para fazer parte do grupo de resenhistas do site e que minha presença aqui seja duradoura.

No comments so far.

Be first to leave comment below.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share
%d blogueiros gostam disto: