Título e Capa 4
Escrita / Enredo 3
Originalidade 3
Personagens 5
Final 4

Com a explosão de séries do momento, envolvendo a adolescência e questões importantes como sexo, drogas e bullying, a Netflix traz “Baby”, série italiana que abrange esses mesmos elementos de forma divertida, dramática e envolvendo o espectador nos seis episódios disponíveis. A série procura abordar esses dilemas da adolescência focando em um grupo específico de ..

Summary 3.8 Ótimo
Título e Capa 0
Escrita / Enredo 0
Originalidade 0
Personagens 0
Final 0
Summary rating from user's marks. You can set own marks for this article - just click on stars above and press "Accept".
Accept
Summary 0.0 Ruim

CRÍTICA – BABY – ANNA NEGRI E ANDREA DE SICA

Com a explosão de séries do momento, envolvendo a adolescência e questões importantes como sexo, drogas e bullying, a Netflix traz “Baby”, série italiana que abrange esses mesmos elementos de forma divertida, dramática e envolvendo o espectador nos seis episódios disponíveis.

A série procura abordar esses dilemas da adolescência focando em um grupo específico de jovens de classe média alta da cidade de Roma, Itália. A princípio, nos deparamos principalmente com 3 personagens, Chiara (Benedetta Porcaroli), Ludovica (Alice Pagani) e Damiano (Ricardo Mandolini), mostrando os problemas que lidam diariamente, fazendo-os questionar a própria existência.

Foto: Observatório do Cinema

 

Além de lidar com questões “comuns” da adolescência, a trama também aborda a prostituição infantil. Embora trate a prostituição de forma natural pelas personagens principais, Chiara e Ludo, já que ambas consideram a prática como algo comum e que as possibilita viver entre o subúrbio e a classe média alta. A série deixa claro os riscos, perigos e consequências desse estilo de vida.

Escandalosa e polêmica, a narrativa e escolha dos personagens é bem elaborada e o enredo é envolvente. Cada um dos personagens possui características particulares, também são vulneráveis e fazem escolhas cada vez mais estúpidas, nunca se contentando com os resultados finais.

Baby é sem dúvida uma ótima escolha para os amantes de séries adolescentes e dramas. Após assistirem, deixem a opinião nos comentários.

Assista o trailer: https://www.youtube.com/watch?v=2O5ZyTqFbe8&t=11s

Compartilhe
Share

Related posts

Kengan Ashura (Parte I – Netflix): Lute ou morra!

Kengan Ashura (Parte I - Netflix): Lute ou morra!


Kengan Ashura (Parte I - Netflix): Lute ou morra!

******************************NÃO contém spoiler****************************** Em uma verdadeira selva de pedra, somente os mais fortes e ferozes sobrevivem. Em um mundo dominado pela ambição, as grandes corporações do mundo lutam pelo direito de liderar tudo e todos. 32 empresas e inúmeros...

Sex Education: Indecente e sábia?

Sex Education: Indecente e sábia?


Sex Education: Indecente e sábia?

******************************NÃO contém spoiler****************************** Como entender a mente dos jovens? Como não se perder em seus dilemas e em suas constantes descobertas e ebulições psicológicas e sexuais? Como lidar com situações muitas vezes constrangedoras em um mundo onde a...

CRÍTICA – ELITE 2ª TEMPORADA – CARLOS MONTERO E DÁRIO MADRONA

CRÍTICA - ELITE 2ª TEMPORADA - CARLOS MONTERO E DÁRIO MADRONA


CRÍTICA - ELITE 2ª TEMPORADA - CARLOS MONTERO E DÁRIO MADRONA

Para os amantes de dramas adolescentes, com uma pitada de mistério, Elite, série espanhola da Netflix, retorna em sua 2ª temporada, trazendo um desfecho para o assassinato da personagem Marina. A narrativa acompanha os estudantes do colégio “Las Encinas” tentando seguir em frente após a...

Leave a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.