Mundo das Resenhas
Ideias Para Adiar o Fim do Mundo – Ailton Krenak | O Mundo é muito mais do que o lugar que habitamos. Ideias Para Adiar o Fim do Mundo – Ailton Krenak | O Mundo é muito mais do que o lugar que habitamos.
5
Autor: Ailton Krenak Editora: Companhia das Letras / Literatura indígena / 64 páginas No dia 12 de março de 2019, Ailton Krenak, o famoso... Ideias Para Adiar o Fim do Mundo – Ailton Krenak | O Mundo é muito mais do que o lugar que habitamos.

Autor: Ailton Krenak

Editora: Companhia das Letras / Literatura indígena / 64 páginas

No dia 12 de março de 2019, Ailton Krenak, o famoso escritor indígena, proferiu em Portugal a palestra intitulada “Ideias Para Adiar o Fim do Mundo”. Assim como quem decide ler as transcrições expostas no livro, e assim como os participantes do evento, acredito eu; me perguntei quais seriam as ideias compartilhadas e que reflexões elas suscitariam. Afinal de contas, qual a razão de adiarmos um fim que “desconhecemos”? O mundo está de fato acabando e não nos demos conta disso?

Com uma escrita bastante simples e por vezes metafórica, o autor expõe de forma irônica e bastante provocativa questionamentos acerca de nosso descaso com o ambiente que nos cerca. Desrespeitando culturas, ancestralidades e nos colocando no centro de tudo, ignoramos a natureza, a tratando exclusivamente como um meio para alcançarmos um fim. Entre ambições que alimentam dia-a-dia o capitalismo enraizado na sociedade, nos preocupamos com nossos meios lucrativos sem percebermos que enquanto vivemos, o mundo morre.

As percepções e debates propostos por Krenak, nos deixa pensativos sobre nossas arrogâncias humanas e o quanto nossas ideias egocêntricas  podem vir a prejudicar a todos, incluindo as novas gerações. Que mundo deixaremos para os que hoje nascem? Que ideias perpetuamos todos os dias e quais comportamentos podemos mudar a fim de preservarmos o mundo que habitamos? Talvez seja o momento para pararmos pra pensar sobre tão importantes indagações. A obra publicada pela Companhia das Letras em 2019 também traz as transcrições de “Do Sonho e da Terra”, palestra de 6 de maio de 2017, onde o autor se aprofunda em questões sobre povos indígenas e o quanto eles são constantementes ignorados e ridicularizados, tendo suas formas de enxergar o mundo como algo a se tranformar em piadas. O livro é finalizado com “A Humanidade Que Pensamos Ser”, a transcrição da entrevista dada pelo autor para os jornalistas Rita Natálio e Pedro Neves no ano de 2017 em Lisboa. No referido bate-papo o autor reforça a ideia que dá início a este paragráfo: “Que mundo deixaremos para as próximas gerações? Que tipo de humanidade somos?”

“Como justificar que somos uma humanidade se mais de 70% estão totalmente alienados do mínimo exercício de ser? […]”

Considerado uma das maiores lideranças da população indígena do nosso país, Ailton Krenak é um exemplo de homem, de escritor, de pensador e de criador de ideias capazes de nos mudar, por dentro e por fora. Enquanto vivemos nossas vidas sem pensarmos no amanhã que seja o além do nosso amanhã (um comportamento quase nulo na sociedade atual, onde o egoísmo prevalece), o mundo chora a lenta morte que o consome. O mundo se aproxima sim cada dia mais de seu fim, e salvá-lo só depende de nós. Se o mundo chora, iremos chorar com ele. Se o mundo sangra, sangraremos com ele. E se o mundo quer viver, lutaremos e viveremos com ele. Ailton Krenak tem razão e apesar das diversas adversidades do dia-a-dia, devemos alimentar ideias que adiem o fim do mundo!

O vídeo abaixo é longo, mas vale a pena. Ailton Krenak dá um show de sabedoria.

Você também pode avaliar a obra, vote! .
0 / 5 Avaliações: 0 0

Your page rank:

Compartilhe
Share

Fernando Lafaiete

O que vocês devem saber sobre mim? Me Chamo Fernando Henrique Lafaiete, mas vocês podem me chamar de China. Apelido este, dado pelos meus melhores amigos. Sou viciado em leitura, sou poliglota, auditor de hotel, professor de inglês, fã de fantasia, fã de livros policiais, fã de YA, fã terror e fã de clássicos. Luto ao máximo contra o preconceito literário que alimenta a conduta dos pseudo-intelectuais e sou fã de animes e qualquer coisa que envolva super-heróis. Amo escrever todo tipo de texto, em especial resenhas. Espero que minhas opiniões sejam de alguma valia para todos que tiverem acesso as mesmas. Sou sempre sincero e me comprometo a dividir minhas opiniões da maneira mais verdadeira possível. Agradeço o convite para fazer parte do grupo de resenhistas do site e que minha presença aqui seja duradoura.

0 0 votos
Article Rating
Inscrever.
Notificação de:
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Share
0
Adoraria ver seu comentário ♥x
()
x
%d blogueiros gostam disto: