Mundo das Resenhas
Cineastas e representatividade negra no mundo do cinema Cineastas e representatividade negra no mundo do cinema
Conheça 12 cineastas, diretores, produtores e roteiristas que vem trazendo representatividade negra, em frente e por trás da câmeras ! Ao longo da história... Cineastas e representatividade negra no mundo do cinema

Conheça 12 cineastas, diretores, produtores e roteiristas que vem trazendo representatividade negra, em frente e por trás da câmeras !

Ao longo da história a arte como um todo, era algo destinado apenas para as elites, como a literatura e educação também, restringindo o acesso para pessoas pobres e minorias. Esse abismo com o tempo, foi diminuindo, porém ainda temos um longo caminho para chegar em um proporção justa de forma igualitária para todos. Ainda assim, podemos finalmente nos dias atuais ver diversidade nesses locais, com representatividade nos elencos das produções, nos personagens dos livros, na literatura e no cinema.

Cineastas negros incríveis tem feito história por trás das câmeras. Dando aos filmes diferentes olhares e tomando espaço para contar histórias e introduzir a própria perspectiva de ser um pessoa negra vivendo em uma sociedade preconceituosa e racista, fazendo críticas ao racismo estrutural, também indo muito além disso, demostrando que a narrativa de um personagem e pessoa negra não se limita ao racismo e sofrimento. Eles podem, devem e estão em lugares de afeto, felicidade, poder e sucesso.

Então nós do Mundo das Resenhas separamos para vocês alguns, que talvez você até já conheça a obra, mas ainda não conhecia o “artista” ❤

Misha  Green

Roteirista, Produrota Executiva, Criadora e Diretora. Misha atuou como produtora executiva e diretora por trás da série Lovecraft Country da HBO, responsável por roteirizar Spartacus e Sons of Anarchy, e Underground, em que participou também da produção executiva. Atualmente está envolvida nas produções de Canário Negro e na franquia Tomb Raider. Ela tem trabalhado com roteiros e criação em sua maior parte, durante a carreira, mas vem abrindo espaço e ganhando reconhecimento, ao se aventurar na direção e produção.

Jordan Peele

Diretor, Roteirista, Ator, Humorista e Produtor. Conhecido pelos filmes Corra e Nós que fizeram grande sucesso, além de roteirizar e produzir A lenda de Candyman. O diretor teve participação como produtor executivo e diretor na série Lovecraft Country, e está presente em Big Mouth como uma das vozes, no personagem de: Duke Ellington. Jordan começou sua carreira no humor, assim ganhando espaço nas telas, com a série Key & Peele, que lhe rendeu algumas premiações.

Após seu sucesso decidiu mudar o rumo de sua carreira e adicionar em sua trajetória, o terror, que já era uma de sua paixões, mas seguia adormecida. Logo em sua entreia recebeu uma premiação de Melhor Roteiro Original, com Corra!, sendo o primeiro cineasta negro vencedor na categoria. Atualmente Peele está trabalhando em seu novo filme intitulado Nope, que ganhará estreia em 2022.

Nia DaCosta

Diretora e Roteirista. A jovem cineasta esteve presente na produção de A lenda de Candyman, Nia reescreveu o roteiro original do diretor, e dirigiu juntamente com Jordan PeeleWin Rosenfeld, trabalhando como coprodutora do terror. Sendo então a primeira diretora mulher negra a liderar bilheterias americanas com o sucesso. Ela é responsável pela direção do drama Passando do Limites (2018) e participou também da diração da série Top Boy. Agora escalada para ser diretora de The Marvels e para a continuação de Capitã Marvel.

Steve McQueen

Diretor, Produtor e Roteirista. Steve foi o vencedor do Oscar de Melhor Filme e Prêmios BAFTA de Cinema, com seu longa baseado no livro e história real, 12 Anos de Escravidão (2013), que venceu também a categoria de Melhor Roteiro Adaptado, adaptação que fez o cineasta britânico ser reconhecido pelo incrível trabalho, juntamente com o elenco, trazendo uma dolorosa realidade histórica porém necessária a ser reconhecida, vista e discutida.

Além disso, dirigiu e roteirizou outras obras como Shame, As ViúvasHunger, e a série de filmes antológicos britânicos Small Axe. O cineasta está sempre comprometido em suas obras, á trazer críticas e diversidade de alguma forma para as telas.

Ava DuVernay

Produtora Executiva, Diretora e Atriz. Por trás de produções como Olhos que condenam, 13ª Emanda e agora no streaming da Netflix a série, Colin em Preto e Branco. Ava é reconhecida em festivais de cinema e já foi indicada a várias premiações como o Emmy, e é ganhadora do Prêmio de Melhor Direção no Festival de Sundance de 2012.

Ela tem outros trabalhos como diretora de Uma dobra no tempo, produção de Disney, e até atuou no filme Viagem das Garotas (2017). Suas produções carregam críticas eminentes ao racismo estrutural e trata do sistema carcerário e abordagem policial que são ambos discrimonatórios e fruto da desigualdade. No entanto ela se mostra uma profissional muito versátil como prodemos ver.

Barry Jenkins

Diretor Roteirista e Produtor. Jenkins é responsável pela produçao executiva e direção do filme Se a Rua Beale Falasse (2018), longa que lhe rendeu um Globo de Ouro e o Independent Spirit de Melhor Diretor. Continuando a brilhar em sua produções, com os longas sob sua direção e roteiro: Moonlight: Sob a luz do luar, vencedor do Oscar de Melhor Filme, e The Underground Railrod . Ainda participando da direção da série Cara gente branca, disponível na Netflix. Conhecido por sua direção lírica e poética, tratando de assuntos pertinentes com sensibilidade.

Alicia Keys

Atriz, Compositora, Cantora e Produtora. De alguns anos pra cá, Alicia vem se aventurando no mundo do cinema e produções de filmes para streaming. Ela já esteve presente como atriz em várias produções, como A vida secreta das abelhas (2009) e o Diário de um babá (2008), e já dirigiu a comédia dramática Five com outras diretoras. No entanto recentemente acompanhamos a cantora, como produtora dos romances da Netflix, Fugindo do Amor, que fez muito sucesso na plataforma e Dançarina Imperfeita. Penso que veremos mais de Alicia Keys como cineasta e produtora !

Jeymes Samuel (The Bullitts)

Diretor, Produtor, Cantor e Compositor. E já que estamos falando de cantores aspirantes a cineastas, vamos de The Bullitts ! Que tem um olhar muito clínico em sua produções, entre o visual e a trilha sonora, trabalhando simultaneamente e sendo esse o fator difenrencial, ou podemos dizer, sua identidade. Diretor do curta Jay-Z Legacy e do filme The Die by Dawn (2013). Trabalhou na adaptação de O Grande Gatsby (2013) como consultor executivo de trilha sonora e participou da tilha de Simplesmente Acontece (2014). Seu trabalho mais recente como diretor e produtor, com o serviço de streaming Netflix, é Vingança e Castigo.

Kasi Lemmons

Diretora, Produtora Executiva, Atriz e Roteirista. Lemmons participou da direção da série de sucesso A vida e a História de Madame C.J Walker, e séries como Luke Cage. Dirigiu e roteirizou Black Nativity, Harriet, como também atuou em O silêncios dos Inocentes e o clássico O mistério de Candyman (1992). Ela tem um longo histórico com cinema em frente as câmeras, atuando em muitas produções, no entanto sua experiência com direções e produções é um pouco mais recente. Harriet é um marco em sua carreira, indicado a premiações, o filme é inspirado em história real de Harriet Tubman, abolicionista e ativista, e está disponível no Telecine.

Malcolm D.Lee

Diretor, Roteirista e Produtor Executivo. O cineasta se encontra mais envolvido em produções mais dinâmicas e divertidas. Diretor e roteirista de Amigos Indiscretos (1999) e O Bom Filho à Casa Torna (2008), produtor e diretor de Viagem das Garotas (2017) e tem no seu currículo a participação na direção da série de TV Todo mundo odeia o Chris.

Recentemente, trabalhou como o diretor por trás da sequência do famoso Space Jam, Space Jam: Um Novo Legado. Seus filmes são sempre engraçados, porém nunca perdendo aquela essência cativante, podemos também observar que ele sempre se preocupou em colocar atores e atrizes negros como protagonistas de suas tramas.

Rethabile Ramaphakela e Katleho Ramaphakela

Diretores, Produtores e Criadores. Ainda com uma carreira pouco conhecida, mas decolando aos poucos, os diretores sul-africanos juntamente dirigiram e produziram o filme de comédia romântica Solteiramente, são os criadores das séries Como acabar com o Natal: O casamento,disponível na Netflix e Bedford Wives. Aparentemente sempre com os pés dentro das comédias românticas, discutindo relaciomentos, autoconhecimento e as situações cômicas da vida!

Temos aqui cineastas de grande nome, premiados e indicados a premiações (não tanto quanto deveriam), com longos anos de carreira e também temos os que estão começando e ainda granhando seu devido reconhecimento. Acredito que podemos esperar muito das produções de Super Heroínas com Nia DaCosta e Misha Green, como claro, sempre podemos aguardar ótimos e incríveis filmes e séries de todos esses criadores da sétima arte.

Comprando pelo nosso link Link Amazon você está apoiando o trabalho do Mundo das Resenhas.

 

 

 

[stellar]
Compartilhe
Share

Sara Manines

0 0 votos
Article Rating
Inscrever.
Notificação de:
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 Comentários
Mais velho.
Mais novo. Mais votado.
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Rod Zandonadi
Visitante.
2 meses atrás

Sensacional!

Só tenho a agradecer por esse trabalho. Juntar tantos nomes que têm contribuído para o cinema em geral, e, principalmente, para a comunidade negra, só pode gerar de nós agradecimento e alegria.

Obrigado, Sara, por esse texto incrível.

Share
INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE, RESENHAS DE LIVROS, FILMES, SÉRIES E ANÁLISES
2
0
Adoraria ver seu comentário ♥x
()
x
%d blogueiros gostam disto: