Mundo das Resenhas
O Homem-Sussurro: “Se a Porta Aberta você deixar, o sussurro por ela vai entrar!” O Homem-Sussurro: “Se a Porta Aberta você deixar, o sussurro por ela vai entrar!”
3.5
******************************NÃO contém spoiler****************************** Autor: Alex North Editora: Record / Gênero: Policial / Idioma: Português / 420 páginas Antes de começar a leitura de “O... O Homem-Sussurro: “Se a Porta Aberta você deixar, o sussurro por ela vai entrar!”

******************************NÃO contém spoiler******************************

Autor: Alex North

Editora: Record / Gênero: Policial / Idioma: Português / 420 páginas

Antes de começar a leitura de “O Homem-Sussurro”, confira se a porta da sua casa se encontra fechada. Se as janelas de seu quarto estão trancadas e se você está de fato sozinho (a) em casa. Cada barulho, cada som ou sussurro por trás das portas ou nas janelas pode ser os primeiros sinais de que você não se encontra só. Ou alguém está dentro da sua casa com você ou está à espreita pronto para invadir o seu lar e te fazer mal. Conversas sussurradas, amigos imaginários, frases inquietantes e um serial killer à solta. Entre a dificuldade de superar o passado, construir uma relação sólida com o filho e enfrentar os medos atuais capazes de nos despertar um frio na barriga, Tom se muda para uma propriedade estranha, com um aspecto assustador, temida pela vizinhança e adorada pelo filho Jake. Enquanto lida com a situação de uma criança ter misteriosamente sumido próximo de sua residência, ainda tem que encarar as conversas misteriosas que o filho tem com alguém que ele não consegue enxergar. Sinais sobrenaturais, mistérios a serem solucionados e um sequestrador de crianças a ser encontrado. O Homem-Sussurro está a caminho, se ele sussurrar, não há pra onde escapar.

Com início do romance de Alex North nos deparamos com situações esquisitas, descrições assustadoras e a mistura de elementos como investigação policial e sinais sobrenaturais. O começo é instigante e os dois protagonistas convencem como pai e filho. O autor tece uma narrativa inicial que foca bastante em situações que remetem muito a uma boa história de terror, com cenas que realmente chegam a dar um medinho. O plot é interessante, mas o desenrolar da trama sofre com a imaturidade estrutural do texto. “O Homem-Sussurro” apesar de bons momentos, não se aprofunda em diversos aspectos importantes da trama. Os personagens são muito mal trabalhados, ficando o tempo todo na superfície de seus desenvolvimentos. Fora os dois protagonistas que possuem um pouco mais de aprofundamento, os demais personagens são apresentados com muita superficialidade, tendo backgrounds quase inexistentes. Toda a investigação é fraquíssima, não sendo possível ao leitor acompanhar os seus desdobramentos. Os diálogos muitas vezes parecem não chegar a lugar nenhum e os momentos finais onde temos várias revelações seguidas, sofrem do mal desenvolvimento do autor, e portanto, não conseguiu alcançar seus potenciais como eu esperava e gostaria que tivesse acontecido.

Apesar de “O Homem-Sussurro” não ser o primeiro romance de  Alex North (que já havia publicado outros com pseudônimo), muitas vezes soa como uma obra de um escritor iniciante; já que possui problemas graves de construção narrativa em quase sua totalidade. E não me entendam mal, como dito anteriormente, o livro tem bons momentos – que inclusive me fizeram conferir se minha porta estava realmente fechada – e diverte. Mas sua superficialidade me incomodou e achei os desfechos muito apressados, com situações muito fáceis e desenrolar morno. Se fosse fazer uma lista de thrillers para leitores iniciantes, este livro estaria na lista. Eu indico, mas devo mais uma vez me repetir e avisar que ele assim como “A Gaiola de Ouro”  deve ser lido com expectativas moderadas, para que você possa ter uma experiência mais positiva do que foi a minha.

Se acomode em um lugar confortável, inicie sua leitura e fique atento (a) aos sons. Pois lembre-se e nunca esqueça: “Se a porta aberta você deixar, o sussurro por ela vai entrar.”

***

CONFIRA A RESENHA DE A GAIOLA DE OURO CLICANDO AQUI

Você também pode avaliar a obra, vote! .
0 / 5 Avaliações: 4 1

Your page rank:

Compartilhe
Share

Fernando Lafaiete

O que vocês devem saber sobre mim? Me Chamo Fernando Henrique Lafaiete, mas vocês podem me chamar de China. Apelido este, dado pelos meus melhores amigos. Sou viciado em leitura, sou poliglota, auditor de hotel, professor de inglês, fã de fantasia, fã de livros policiais, fã de YA, fã terror e fã de clássicos. Luto ao máximo contra o preconceito literário que alimenta a conduta dos pseudo-intelectuais e sou fã de animes e qualquer coisa que envolva super-heróis. Amo escrever todo tipo de texto, em especial resenhas. Espero que minhas opiniões sejam de alguma valia para todos que tiverem acesso as mesmas. Sou sempre sincero e me comprometo a dividir minhas opiniões da maneira mais verdadeira possível. Agradeço o convite para fazer parte do grupo de resenhistas do site e que minha presença aqui seja duradoura.

0 0 votos
Article Rating
Inscrever.
Notificação de:
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Share
0
Adoraria ver seu comentário ♥x
()
x
%d blogueiros gostam disto: