Mundo das Resenhas
Kingdom (Original Netflix): The Walking Dead sul-coreana? Kingdom (Original Netflix): The Walking Dead sul-coreana?
******************************NÃO contém spoiler****************************** Quando vi o trailer de “Kingdom”, a nova série distribuída pela Netflix, tive a certeza absoluta que precisava assisti-la… E que... Kingdom (Original Netflix): The Walking Dead sul-coreana?

******************************NÃO contém spoiler******************************

Quando vi o trailer de “Kingdom”, a nova série distribuída pela Netflix, tive a certeza absoluta que precisava assisti-la… E que bom que tomei esta decisão. Ela me surpreendeu muito mais do que me decepcionou.

Através de uma ambientação feudal, acompanhamos uma narrativa que se incia com o isolamento do rei, que misteriosamente contrai uma doença que o faz ficar violento, desejando tanto sangue quanto carne humana. Como em qualquer outra história deste tipo, a doença vai se espalhando e uma corrida pela sobrevivência se inicia.

O príncipe herdeiro  na tentativa de tentar descobrir o que de fato está acontecendo, acaba sendo acusado de traição pelo rainha (sua madrasta) e pelo comandante general, que na intenção de se manterem no poder, ocultam o real motivo do desaparecimento do soberano. E é a partir desses dois pontos que a história começará a ser desenvolvida.

“Kingdom” é a segunda série sul-coreana distribuída pela Netflix e foi uma excelente escolha da empresa de streaming. Escrita por Kim Eun-hee e dirigida por Kim Seong-hun, “Kingdom” mistura elementos históricos com o surgimento de um surto de zumbis. A série é frenética e como um boa narrativa do gênero, temos muita correria, muito sangue e muitas reviravoltas.

Os personagens são muito bem desenvolvidos e as atuações são excelentes. Não me decepcionei com nenhum ator. A direção também está muito boa, e o roteiro apesar de apresentar alguns momentos fracos, não decepciona como um todo.

O pano de fundo político se destaca e nos deixa curiosos para sabermos qual será a próxima jogada dos vilões, que inclusive, muito me lembraram em alguns momentos os vilões de “Game of Thrones.” O mocinho interpretado por Joo Ji Hoon é espetacular e me conquistou de maneira profunda. É um verdadeiro líder que luta pelo povo e pela manutenção do reino, mesmo que isto coloque sua vida em risco. Sua personalidade nos dá a chance de vislumbrarmos momentos humanos que se destacam no meio de tanta morte e no meio de tantos momentos de egoísmo protagonizados por personagens coadjuvantes.

Nos primeiros episódios, me incomodei com algumas alterações na mitologia dos zumbis a qual eu já estava acostumado, devido ao que foi construído ao longo dos anos. A explicação para o surgimento dos mortos-vivos não me convenceu, além de alguns outros aspectos que não posso comentar, pois seriam spoilers. Me apeguei tanto à série graças aos desdobramentos narrativos, que me vi passando por cima desses incômodos; enquanto roía as unhas ao acompanhar a jornada do herói, torcendo tanto por ele quanto por seus companheiros.

A trama nos deixa com algumas pulgas atrás da orelha, o que nos faz surtar ao ponto de ficarmos paranoicos. Em quem realmente podemos confiar?

Espadas, manipulações, traições, revelações e muitos corpos decepados. Tudo isso você irá encontrar nesta série a qual eu gostei muito e a qual eu já estou desesperado para a próxima temporada. Ela possui apenas 6 episódios e uma segunda temporada já está em desenvolvimento. Se gosta de zumbis, assista o quanto antes. Acho que posso dizer que “Kingdom” é o “The Walking Dead” sul-coreano. Tensa e viciante!

Confira o trailer:

Compartilhe
Share

Fernando Lafaiete

O que vocês devem saber sobre mim? Me Chamo Fernando Henrique Lafaiete, mas vocês podem me chamar de China. Apelido este, dado pelos meus melhores amigos. Sou viciado em leitura, sou poliglota, auditor de hotel, professor de inglês, fã de fantasia, fã de livros policiais, fã de YA, fã terror e fã de clássicos. Luto ao máximo contra o preconceito literário que alimenta a conduta dos pseudo-intelectuais e sou fã de animes e qualquer coisa que envolva super-heróis. Amo escrever todo tipo de texto, em especial resenhas. Espero que minhas opiniões sejam de alguma valia para todos que tiverem acesso as mesmas. Sou sempre sincero e me comprometo a dividir minhas opiniões da maneira mais verdadeira possível. Agradeço o convite para fazer parte do grupo de resenhistas do site e que minha presença aqui seja duradoura.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share
%d blogueiros gostam disto: